Exercício aeróbico em jejum: pode ou não? Quais os riscos?

Jose Costa, 16 de Dezembro, 2019

Veja para que serve o exercício aeróbico e se ele pode ser realizado com a barriga vazia

 

Procurado para sair do sedentarismo, aquecer antes de outras atividades físicas e, principalmente, para emagrecer, o exercício aeróbico tem várias funções e promove diversos benefícios. Mas a pergunta que não quer calar é: será que é saudável fazê-lo em jejum?

 

O que é

O exercício aeróbico é aquele que utiliza oxigênio como fonte de energia para queima de gordura. É de longa duração - sem muito descanso entre as séries, funcionando ao contrário dos exercícios anaeróbicos, nos quais você faz uma série e já descansa alguns segundos ou minutos para executar a série novamente ou outro exercício.

 

Para que serve

O exercício aeróbico serve para a pessoa ganhar condicionamento físico; para fazer alguma coisa no dia dia ou algum outro exercício e não se cansar muito e nem ficar muito ofegante; e também conseguir se exercitar por mais tempo, cada vez mais e melhor.

 

Lógico que isso vai melhorando aos poucos, dia após dia com constância. E mudando os estímulos de volume e intensidade .

 

Benefícios

Os exercícios aeróbicos te dão vários benefícios. Vou citar alguns deles:

 

Melhora a saúde do coração, fazendo bombear mais sangue para que ele faça menos força e menos batimentos por minuto

Melhora a pressão arterial, evitando a hipertensão

Acelera seu metabolismo, com isso ajuda na perda de peso, gastando a gordura acumulada no corpo

Melhora a auto estima e o humor

Diminui o estresse, liberando os hormônios de prazer e bem estar, como a noradrenalina, a endorfina, entre outros

Controla o diabetes, baixando o níveis de glicose no sangue

 

Tipos de exercícios aeróbicos

Corrida

Natação

Ciclismo/Spinning

Dança

Caminhada

Remo

Escalada

Pular corda

Subir escada

 

Pode ser feito em jejum?

Sim, pode ser feito em jejum, desde que realizado com o acompanhamento de um profissional de nutrição. Ele é importante para avaliar a glicemia e a pressão arterial, verificar o que comer antes do jejum, definir o horário da prática, o tempo, a frequência.

Além disso, também é essencial um personal trainer/educador físico que saiba como não aumentar muito a frequência cardíaca e, com isso, saber acompanhar o nível do condicionamento físico do indivíduo.

 

Riscos

Mas vale lembrar que não é tão fácil e pode não ser indicado para todo mundo. Você pode passar mal, ter fraqueza, baixar a pressão. Por isso, tome muito cuidado. E iniciantes? Nem pensar.

A ideia é sempre ir até o limite de cada um. Mas também é importante ressaltar que, se a alimentação for feita de 30 a 60 min antes, a digestão acontece de forma saudável, e com isso você renderá mais durante o treino.

 

Quanto treinar? Qual frequência?

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), 150 minutos semanais já ajudam a sair do quadro de sedentarismo. Então você pode fazer 30 minutos, 5 vezes por semana, ou 60 minutos, 3 vezes por semana. E para quem tem pouco tempo durante o dia, podem ser 22 minutos por dia, 7 vezes na semana, ou 2 vezes ao dia, fazendo 11 minutos.

 

Fonte: https://www.minhavida.com.br/fitness/materias/35637-exercicio-aerobico-em-jejum-pode-ou-nao-quais-os-riscos - Escrito por Maurício Rossi - Créditos: Nutthaseth Van/Shutterstock

O que você está buscando?