Ciclismo: benefícios, modalidades e como andar de bicicleta

Jose Costa, 10 de Março, 2020

As diversas formas de andar de bicicleta podem trazer mais qualidade de vida; veja como acessando o Blog Professor José Costa...

 

O ciclismo é uma atividade cíclica, isto é, de repetição de um movimento, usada como meio de locomoção através de uma bicicleta e que pode ser praticada de diversos jeitos, de forma competitiva ou recreativa. Também pode ser realizada em academias de forma individual ou em aulas em grupo através do ciclismo indoor (spinning).

 

De acordo com Pedro Haudenschild, ciclista profissional por muitos anos e gerente comercial da KSW bikes, o "ciclismo é um esporte fantástico, já que é o único onde o atleta é tanto o piloto quanto o motor".

 

"Quem começa a andar de bicicleta trabalha várias áreas do corpo, como as coxas, glúteos e pernas, além da musculatura abdominal e da região lombar", explica o ortopedista Antonio Alexandre Faria. Isso porque, para fazer o movimento completo para pedalar, é necessário flexionar os quadris, onde os músculos abdominais são importantes auxiliares.

 

Confira os benefícios que o ciclismo proporciona para quem pratica essa modalidade de exercício com equipamento.

 

Benefícios de andar de bicicleta

Acelera o metabolismo: O ciclismo é um exercício aeróbico, sendo assim auxilia bastante na perda de calorias, acelerando assim o metabolismo

Evita lesões: Para quem tem problemas com articulações, a bicicleta é um excelente exercício, porque evita lesões, uma vez que quem recebe o impacto é a bicicleta

Fortalece a musculatura dos membros inferiores

Melhora as funções cardiovasculares

Serve de meio de transporte

Diminui o estresse: como atividade física, o ciclismo também pode ajudar o corpo a liberar endorfinas, hormônios que promovem o bem estar e ajudam a aliviar os sintomas do estresse

Melhora da circulação sanguínea dos membros inferiores

Ajuda no emagrecimento

Promove o bem estar: por conta da produção do hormônio endorfina, o ciclismo também promove a sensação de bem estar, melhorando o humor.

Reduz do colesterol ruim

Modalidades do ciclismo

 

Mountain bike

Esse tipo de ciclismo é praticado geralmente em terrenos irregulares, exigindo grande habilidade. Nessa prática, a bicicleta é mais robusta para aguentar a subida e descidas de montanhas, buracos e para fazer manobras. No Brasil, ela é muito utilizada, não só para os esportes radicais, mas também como meio de transporte nas cidades.

 

BMX

A sua característica é uma bicicleta com roda menor, com a qual o ciclista consegue fazer manobras e competir em voltas em uma pista com poucos metros de distância.

 

Triatlo

O triatlo é uma modalidade esportiva que consiste em três atividades distintas: a natação, o ciclismo e a corrida, seguindo essa ordem. Por ser uma modalidade composta, requer grande preparação física de quem pratica, já que é importante manter-se apto em todos os três esportes.

 

Equipamentos para ciclismo

Luvas

Óculos de proteção

Capacete

Retrovisores

Uniforme propício (camisa e shorts ou calças de ciclista), de preferência de cor clara, para que seja visível e evite acidentes.

 

Como andar de bicicleta

1º) Para andar de bicicleta é necessário manter o ideal, que é começar a praticar em terrenos planos e pouco movimentados, com os pneus da bicicleta um pouco murchos, explica o educador físico Mateus Kienan.

2º) Depois, ele também indica tirar os pedais para o iniciante aprender a andar ainda em cima da bicicleta como se estivesse caminhando mesmo, por um período de 10 a 15 minutos.

3º) Após o segundo passo, deve-se passar mais 10 minutos tentando permanecer estável em cima da bicicleta por alguns segundos, batendo o pé no chão quando se desequilibrar e voltando a tentar novamente em seguida, num exercício de equilíbrio (ainda sem os pedais).

4º) Quando o iniciante estiver se sentindo à vontade e equilibrado em cima da bicicleta, é só incluir novamente os pedais na bicicleta, com outra pessoa guiando-o, enquanto segura embaixo do banco da bicicleta.

 

Cuidados necessários

O ortopedista Marco Antonio Ambrósio também frisa a importância do cuidado para evitar as lesões musculares, sempre lembrando-se realizar alongamento no início e no final. Além disso, "é preciso ter consciência de sua capacidade física", afirma o especialista.

Não se deve pedalar com a ponta dos pés, sendo preciso verificar se os pés estão fixos nos pedais da bicicleta. Por último, é necessário lembrar de manter-se bem alimentado e hidratado antes da prática do ciclismo.

 

Tipos de bicicleta

De acordo com Pedro Haudenschild, que já praticou ciclismo profissional, existem diversas categorias de "bike", mas para quem está entrando no universo do ciclismo, as bicicletas podem ser separadas em três grandes grupos:

 

Mountain bike

Um tipo de bicicleta voltadas à utilização em todos os tipos de terreno, até mesmo íngremes e irregulares. Muitas pessoas adquirem uma mountain bike e as utilizam em ambiente urbano, alterando apenas os pneus para opções mais "lisas".

 

Speed bike

As bicicletas do tipo speed são mais voltadas à performance. Esses modelos costumam ter os pneus finos, com calibragem a 120 libras, enquanto outras costumam ter até 30. Isso para a pedalada se desenrolar com maior eficiência, tendo menos atrito com o chão. Ele costuma ser considerada mais "desconfortável".

 

Bicicletas urbanas

O quadro da bicicleta é um pouco mais curto, de posição mais curvada, mantendo o indivíduo um pouco menos curvado. "A pessoa fica um pouco mais "em pé'", explica Pedro. Esse tipo de bicicleta, diferente dos demais, tem um objetivo mais utilitário e menos "competitivo".

 

Fonte: https://www.minhavida.com.br/fitness/tudo-sobre/36011-ciclismo  - Escrito por Clovis Filho - Foto: Shutterstock

O que você está buscando?