Vida que segue! Se o governo esqueceu Sadi, os empresários devem lembrar!

Habacuque, 06 de Agosto, 2019

O último 4 de julho, dia em que se comemora a Independência dos Estados Unidos, ficará marcado na história de Sergipe, mas não por uma boa lembrança: em um hotel na Orla de Aracaju, durante o Simpósio de Oportunidades – Novo Cenário da Cadeia de Gás Natural aqui no Estado, diante de várias autoridades, em especial o governador Belivaldo Chagas (PSD) e o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, o empresário Sadi Gitz, da cerâmica Escurial se suicidou, logo após o discurso do chefe do Executivo Estadual.

Muitos setores, em um primeiro momento, tentaram entender aquela morte. As razões que levaram o empresário a tirar sua própria vida. Mas, poucos dias depois, estranhamente o assunto “caiu no esquecimento”. Este colunista, inclusive, em um comentário anterior, chegou a defender que aquele protesto de Sadi não poderia ficar em vão. E a leitura que deve ser feita daquele episódio triste é que foi sim uma manifestação de um empresário, que já foi muito bem sucedido, que acreditou na potencialidade do Estado e investiu muito, mas que findou “quebrando”...

Este colunista não vai atribuir a queda administrativa de Sadi apenas ao governo do Estado. Seria leviano, mas é inegável que há alguns anos os “governadores de plantão” não conseguem empreender uma política que valorize a capacidade de investimentos, a estimular a chegada de novos empresários, a geração de empregos. Sergipe é um Estado sob forte crise financeira. O governador Belivaldo Chagas (PSD) diz não ter R$ 400 para recuperar nossas rodovias. Levaram um dos Estados mais pujantes no Brasil a uma condição de “quebradeira”.

E, justiça seja feita, essa “carga” não é apenas do “galeguinho”. No governo de Jackson Barreto (MDB) essa “estagnação” ficou ainda mais evidente. Nos últimos anos os governos mais pensaram em política do que em gestão e o resultado é a falta de recursos próprios para investimentos, a falta de empregos. Não souberam nem tirar proveito da liderança do ex-deputado federal André Moura (PSC), que comandou o Congresso Nacional, durante o governo do ex-presidente Michel Temer (MDB). Vieram mais de R$ 1,5 bilhão de recursos federais e, ainda assim, Sergipe “quebrou”...

Mas voltando ao caso de Sadi, ressaltando que ele não vinha cumprindo com suas obrigações, antes de se suicidar, ele chamou o governador de “mentiroso”. Mas, em que contexto? Sobre o que Belivaldo teria faltado com a verdade? Prometeu algo ao empresário e não cumpriu? O que teria acontecido? Onde? Por que? Ora, meus nobres jornalistas, colunistas, radialistas e comunicadores em geral! O povo quer saber! Por que tanto silêncio? Será que a escolha de um importante Seminário para se suicidar não foi uma forma de externar o drama dos empresários sergipanos?

Mas não é apenas a imprensa que deve ser cobrada! Um mês depois, se o governo do Estado já “esqueceu” Sadi Gitz, a classe empresarial tem a obrigação de lembrar sempre! Em um ato inadequado, injustificável, mas desesperado, foi feito um protesto público. Não, este colunista não está aqui defendendo o suicídio! Mas incorpora o discurso crítico sobre a falta de uma política eficiente de incentivo aos investimentos, à geração de emprego. Não dá para ver tudo o que aconteceu e dizer “vida que segue”, porque só houve “continuidade” o desespero de quem empreende...

 

Veja essa!

O deputado estadual Rodrigo Valadares (PTB) apresentou um projeto de lei que versa sobre um plano de incentivo para as Micro e Pequenas Empresas com a concessão de descontos no ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) para aumentar a capacidade de investimentos e garantir mais competitividade aos empresários sergipanos. 

 

E essa!

Antes de falar sobre o projeto, Rodrigou apresentou números recentes divulgados que comprovam o aumento na geração de empregos em todo o País a partir do governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL) e lamentou que Sergipe siga na “contramão” da história. “Foram abertos mais de 400 mil vagas de trabalho. O governo vai ajustando sua pauta liberal, com a simplificação de impostos e vai tendo resultados positivos. Só em São Paulo foram mais de 150 mil empregos, em Santa Catarina foram cerca de 50 mil e na Bahia foram quase 30 mil”.

 

Empregos perdidos

Em seguida, Rodrigo Valadares externou que Sergipe perdeu 3.430 vagas de trabalho. “Nosso Estado não gera emprego, administrativamente está bagunçado e gasta muito mais do que ganha! Sem contar o ICMS mais caro do País! Somos uma ilha de atraso no Nordeste e no Brasil! Temos que gerar emprego para a nossa gente. Infelizmente na nossa região Nordeste, apenas a Bahia se sobressaiu. Os demais caminham para trás e Sergipe, mais uma vez, é matéria negativa no cenário nacional”.

 

Rodrigo Valadares I

O deputado lamentou que o Estado não tem programas permanentes de atração de investimentos e geração de empregos. “Temos apenas o ‘espantalho’ do PSDI (Programa Sergipano de Desenvolvimento Industrial) que é antigo, desatualizado e com uma legislação que nem contador entende direito. As grandes empresas conseguem grandes descontos, mas em 2017, 70% dos empregos gerados vinham das Micro e Pequenas Empresas. Até março de 2018 esse percentual subiu para 84%”.

 

Rodrigo Valadares II

“Vivemos em um momento de descompasso! Focamos em atrair grandes empresas, mas o impacto maior na geração de emprego está nas Micro e Pequenas. Precisamos fomentar a atividade empresarial, simplificando a burocracia estatal. Não podemos esquecer o pequeno investidor, aquele que gera cinco ou seis empregos na padaria ou mercearia da esquina. Vários empresários sergipanos estão reclamando da dificuldade de fazer negócios em Sergipe para sobreviver”, completou o deputado.

 

O projeto I

Pensando nisso, Rodrigo Valadares disse que apresentou uma proposta com a legislação mais moderna, incentivando as Micro e Pequenas Empresas com a concessão de descontos do ICMS. “40% de desconto para as empresas na Grande Aracaju e 50% para os empresários no restante do interior. Com essa diminuição a gente aumenta a capacidade de investimentos e dar mais competitividade às nossas empresas. Vamos oferecer capacitação para a mão de obra local adequada. Isso fará a economia girar”.

 

O projeto II

Segundo o deputado, vem uma grande empresa com incentivos para Sergipe mas traz outras empresas para realizar a obra e executivos de fora. “Aqui só geram salário mínimo e empregos sem capacitação. Vamos obrigar, através de cadastro, a treinar e capacitar a mão de obra local, algo para os sergipanos!”, destacou, sendo elogiado pelos colegas deputados Georgeo Passos (Cidadania) e Samuel Carvalho (Cidadania).

 

Fake News I

Este colunista teve a imagem associada nas redes sociais indevidamente (talvez levianamente) ao advogado que supostamente cometeu o assédio contra uma criança de apenas 12 anos, no banheiro de um supermercado da capital. Felizmente o acusado está sob prisão preventiva em um presídio.

 

Fake News II

O perigo do fake News veio a tona mais uma vez. Sem ter “culpa alguma”, este colunista poderia ser agredido verbalmente e fisicamente em uma via pública, o pior poderia ter acontecido diante de um crime tão bárbaro como esse. Sou filho, sou pai, sou Cristão e ando no meio do povo. Agradeço aos amigos e à imprensa que propagaram a verdade rapidamente nas redes sociais para evitar o pior.

 

Fake News III

Este colunista foi orientado pelos advogados a não se manifestar por enquanto, mas as providências estão sendo tomadas. Além de agradecer é importante fortalecer ainda mais a luta e o compromisso da imprensa com a verdade e a boa informação e não permitir que o Fake News vença esta batalha.

 

Bomba!

O “escorpião” do Tribunal de Contas parece ter “entrado em desespero”! Agora anda percorrendo diversos setores de Aracaju, em atos desesperados, buscando apoio de onde não tem e recebendo muitas respostas negativas. Insatisfeito, está promovendo maldades contra tudo e contra todos, em especial, com todos os seus colegas. Uma recente decisão o deixou “tonto”, “cambaleante”. Está “morrendo” com o próprio veneno...

 

Olha o DEM aí!

O presidente da Executiva provisória do DEM em Sergipe, José Carlos Machado, esteve reunido com o deputado estadual Garibalde Mendonça (MDB), e seu filho, Breno Mendonça, foi convidado para comandar uma Comissão Provisória do DEM em Aracaju. É uma sinalização de uma possível mudança de partido do parlamentar.

 

Garibalde no DEM

O deputado estadual não esconde a insatisfação com o MDB e só deve esperar uma “janela” para ter segurança jurídica para trocar de partido. Além dele, o também deputado Zezinho Guimarães também está de saída da legenda. Parece um processo de desintegração...

 

Solidariedade I

Para o vice-presidente estadual do MDB, Sérgio Reis, o deputado estadual Garibalde Mendonça, filiado ao partido, “é um grande quadro da sigla”. Reis disse que compreende a chateação do parlamentar com o ex-presidente estadual Jackson Barreto, mas que atualmente o MDB está sob nova direção, tendo à frente o deputado federal Fábio Reis. 

 

Solidariedade II

Sérgio Reis garantiu que não medirá esforços para manter não só a permanência e o bom relacionamento, mas dar condições para que Garibalde “continue exercendo o importante trabalho que vem fazendo na Assembleia Legislativa a favor de Sergipe”. 

 

Não colou

Por sua vez, em entrevista ao radialista Narciso Machado, na FAN FM, nessa terça-feira (6), Garibalde estranhou a “solidariedade tardia” do MDB. “Por que só agora? Pela nota parece uma divergência minha com Jackson (Barreto), mas é uma questão direta com o MDB! O partido não foi leal comigo!”.

 

Sobre o DEM

Garibalde comentou que a nota de solidariedade foi lançada depois que ele conversou com o DEM e foi procurado por outras legendas. “Não posso sair do partido agora porque tem um imbróglio jurídico. Quando precisei do partido, ele não chegou junto comigo! Não tive nenhuma conversa com Sérgio e Fábio Reis”.

 

Pela imprensa

O deputado reforçou que não se trata de uma briga com o ex-governador Jackson Barreto, mas de uma insatisfação com todo o MDB. “Tudo o que fico sabendo é através da imprensa. Não tive solidariedade de receber nem um telefonema! Inclusive vou conversar com meu grupo político e vou começar a mudar minha direção”, anunciou, revelando que lhe tomaram os diretórios do MDB em Aracaju, Porto da Folha, Barra dos Coqueiros e Neópolis.

 

Arrecadação cresceu

Desde o início deste ano, o Governo de Sergipe tem adotado o discurso de que o Estado vem arrecadando menos e, com isso, sofrendo dificuldades para manter a máquina funcionando. Mais recentemente, o Executivo, através da Secretaria da Fazenda, emitiu uma nota informando que as receitas diminuíram em R$ 136 milhões somente no mês de junho.

 

Georgeo Passos I

Para o deputado estadual Georgeo Passos, esse cenário pintado pelo Executivo não condiz com a realidade – muito pelo contrário. O parlamentar assegura que o Estado vem arrecadando muito bem obrigado desde o início da gestão de Belivaldo Chagas. “Não houve um mês sequer onde a arrecadação não tenha aumentado”, afirma.

 

Georgeo Passos II

O deputado fez uma análise dos números de receitas e despesas do Estado ao longo de 2019 obtidos através de dados oficiais da Secretaria da Fazenda. E a matemática comprova a afirmação do oposicionista. “Somente em junho, onde o Estado diz que houve queda, a receita corrente líquida foi de R$ 638 milhões. No mesmo mês, em 2018, a receita foi de R$ 606 milhões – um aumento de R$ 32 milhões. Os aumentos aconteceram em todo o primeiro semestre de 2019, sendo que de janeiro a junho o Estado arrecadou R$ 252 milhões a mais se comparado ao mesmo período do ano passado”, contabilizou o parlamentar. 

 

Georgeo Passos III

“Todo gestor sabe que no meio do ano, historicamente, há uma queda. Belivaldo não é menino, ele sabe desses dados. Esse discurso de que a receita piorou é mentiroso, produzido apenas para intimidar, algo orquestrado para passar para a população um cenário ruim”, completou Georgeo. O deputado questiona então quais razões levam o Estado a preconizar o caos em suas finanças. 

 

Não ser incomodado

“Não sei se é para dizer aos fornecedores que não tem como pagar ou avisando aos servidores que não vai dar o reajuste que lhes é devido, pois se já avisa que não tem dinheiro ninguém irá bater lá na porta do Governo. Não estou aqui para dizer que o Estado está “às mil maravilhas”, mas não temos que aceitar calados essa propaganda mentirosa”, criticou.

 

Despesas I

Outro discurso governista refutado por Georgeo Passos é o de que o Estado vem cortando as despesas como forma de sanar as finanças. Mais uma vez o parlamentar vai até os números oficiais para rebater essa afirmativa. “Até junho deste ano, o Poder Executivo já gastou R$ 3,5 bi – quase R$ 500 milhões a mais em despesas do Estado se compararmos ao mesmo período do ano anterior”, expôs.

 

Despesas II

“Ou seja, está se arrecadando mais, porém gasta-se mais também. E aí não tem dinheiro que dê”, afirmou o deputado. Agora, Georgeo espera a ida do secretário de Estado da Fazenda à Alese para debater esses dados. “Iremos indaga-lo e saber o motivo de pregar essas dificuldades quando na verdade o dinheiro está sendo mal administrado”, prometeu.

 

CPI da Pedofilia I

O deputado estadual Dr. Samuel Carvalho (Cidadania) pediu a instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pedofilia que vai investigar os casos de abuso sexual contra crianças e adolescentes em Sergipe. Até o momento, 17 deputados assinaram o requerimento que foi protocolado na Assembleia Legislativa. A CPI terá duração de 120 dias e contará com cinco membros.

 

CPI da Pedofilia II

Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), durante o ano passado, 397 crianças foram estupradas em Sergipe. Somente no primeiro semestre desse ano, 222 casos foram registrados. “O estupro vulnerável é uma realidade preocupante. Entre os municípios com mais registros está Aracaju com 59 casos, seguido de Nossa Senhora do Socorro com 22 casos e Itabaiana com 11”, disse o Dr. Samuel Carvalho. 

 

Samuel Carvalho

De acordo com o autor da CPI, o relatório propõe ao Poder Executivo a realização de levantamentos estatísticos com vista a subsidiar toda a rede de proteção das crianças e adolescentes. “Nossa intenção é apurar denúncias feitas por órgãos e pessoas da sociedade civil, elaborar propostas de políticas públicas de combate e prevenção ao abuso sexual de crianças e adolescentes, conscientizar e prevenir o crime de pedofilia. Pretendemos ainda apurar a utilização da Internet para a prática de crimes de “pedofilia”, bem como a relação desses abusos com o crime organizado”, afirmou o autor da CPI.

 

Gilmar Carvalho I

O deputado estadual Gilmar Carvalho (PSC) denunciou um suposto “esquema” que estaria sendo articulado com o objetivo de venda da Sergas (Sergipe Gás S/A). O deputado disse que o governo do Estado tende a negar a informação, mas ele insiste que sabe de supostos rumores sobre a venda da empresa. “Estou acompanhando como está se formando esse esquema que vem sendo preparado para a venda da Sergas”.

 

Gilmar Carvalho II

Em seguida, Gilmar disse que nem é contra e nem é a favor da venda, mas que só estavam “mandando um recado”. “Vão dizer que é mentira, mas de mentira esse governo entende bem! Quero apenas sinaliza que estou acompanhando porque uma coisa é a venda. Como diria o jornalista Juarez Soares (in memoriam), uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa”.

 

Assédio e advogado

Em seguida, Gilmar Carvalho tratou do caso onde um advogado, já em prisão preventiva, é acusado de assediar uma criança no banheiro de um supermercado. “Esse estuprador, esse bandido, preso em flagrante, portanto não há dúvidas, ainda faz parte do quadro de contratados da Deso. Desde sábado ele já deveria ter sido desligado. Eu não estou disposto a pagar o salário de bandido!”, cobrou, questionando o fato de os banheiros do supermercado onde ocorreu o assédio ficarem na área externa, sem a devida segurança para crianças, mulheres e idosos.

 

Maria Mendonça I

A deputada Maria Mendonça (PSDB) destacou o início da Semana Mundial do Aleitamento Materno e a importância do leite para o desenvolvimento das crianças. Antes, a parlamentar enfatizou a passagem do Dia Nacional da Saúde. “Trata-se de uma data importante porque é um dia de conscientização, voltado para a educação sanitária”, pontuou.

 

Maria Mendonça II

“É importante trabalhar junto à população a necessidade dos cuidados com a saúde. No Brasil a gente acompanha hospitais superlotados e muitos governantes preocupados com a situação. Para cuidar da doença é preciso a prevenção, políticas públicas voltadas para isso, para garantir a saúde da população porque para cuidar da doença é algo muito caro hoje em dia”, pontuou.

 

Saúde pública

Em seguida a deputada colocou que se os governantes pensassem a Saúde Pública como uma política eficiente de prevenção, não teríamos tanta gente morrendo, muitas vezes sem atendimento. “É preciso que algo seja feito sim, que se garanta o acesso das pessoas a esse atendimento”.

 

Aleitamento Materno I

A deputada registrou também a Semana Mundial do Aleitamento Materno. “Como é importante o leite materno para os nossos bebês. Se todos mamassem nossas crianças cresceriam capazes de enfrentar todo e qualquer tipo de doença. A imunidade aumenta para aqueles que mamam nos primeiros seis meses. Ficam aptos para enfrentar todas as bactérias e superar qualquer situação. Temos em nosso Estado vários bancos de leite materno como na Maternidade São José, em Itabaiana, implantado pela nossa gestão em 2005”.

 

Aleitamento Materno II

“São muito importantes esses bancos de leite porque eles ajudam e estimulam as mães a amamentarem seus filhos. Também é fundamental que as esquipes trabalhem no sentido de incentivar essas mães a garantir a amamentação durante os primeiros seis meses de vida. O índice de mortalidade seria totalmente reduzido!”, disse, destacando a interação nos eventos realizados em Estância, Itabaiana e em Aracaju. “Tenho certeza que os resultados serão proveitosos com as doações das mães que têm leite em abundância”.  

 

Iran Barbosa I

O deputado estadual Iran Barbosa (PT) lamentou os números divulgados, recentemente, pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), sobre as taxas de analfabetismo no Brasil. Segundo o petista são mais de 11 milhões de analfabetos no País, atualmente, e lamentou que Sergipe, apesar de vim reduzindo os números, ainda está muito distante de um quadro aceitável.

 

Iran Barbosa II

Iran começou falando das lutas que continuam sendo travadas no País e que na próxima semana teremos uma greve nacional da Educação no dia 13. Ao tratar dos dados do IBGE, Iran lamentou que o Brasil não conseguiu superar nem os índices de países vizinhos que estão em uma condição inferior, do ponto de vista econômico. “Eles já conseguiram no final do século passado e nós ainda engatinhamos já terminando a segunda década. Não superamos determinados problemas”.

 

11 milhões analfabetos

Mais adiante, Iran reforçou o montante de analfabetos no País. “São mais de 11 milhões de pessoas que não sabem ler ou escrever. É um número muito significativo. A escrita é uma conquista humana de mais de 6 mil anos. Isso representa 6,8% da população nacional e, no Nordeste, temos as piores taxas de analfabetismo. O Brasil não atinge as metas previstas no Plano Nacional de Educação e a situação de Sergipe é desalentadora. Se no Nordeste a taxa é de 14,8%, em Sergipe são 13,9% de analfabetos”.

 

Índices elevados

“Esse número vem caindo, mas os índices ainda são muito elevados. É algo fora da realidade das metas traças no plano nacional e no plano estadual de Educação. Não fazemos o dever de casa contra o analfabetismo! Se não aumentar os investimentos, teremos mais do mesmo. Para fazer diferente, isso implica em investir mais. Sem contar que os negros são o dobro dos brancos analfabetos. Até aí percebemos a desigualdade”, lamentou o deputado do PT.

 

João Daniel I

O deputado federal João Daniel (PT/SE) recebeu homenagem do Sindicato dos Trabalhadores Federais em Saúde, Trabalho e Previdência (Sindprev-SE) pelo posicionamento em defesa dos trabalhadores e pelo voto contrário à reforma da Previdência, já aprovada em primeiro turno na Câmara. O deputado Fábio Henrique também foi homenageado.

 

João Daniel II

Diretores do Sindicato e o vereador Camilo Lula (PT) acompanharam a homenagem. O vereador de Aracaju Isac Silveira (PCdoB) também esteve presente e ressaltou a importância do Sindprev manifestar esse agradecimento aos parlamentares que ficaram ao lado do Povo não sendo favoráveis à proposta de reforma da Previdência enviada pelo governo federal à Câmara.

 

17 anos do Samu

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) realiza nesta terça-feira (6), às 18 horas, na Unit, solenidade alusiva aos 17 anos de implantação do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU 192 Sergipe), criado em Aracaju no ano de 2002. Será assinado termo de cooperação técnica com a Universidade Tiradentes (Unit) e prestadas homenagens para àqueles que contribuíram significativamente para os avanços do serviço no Estado. 

 

Alô SSP!

A ASPRA/SE (Associação de Praças Policiais e Bombeiros Militares de Sergipe) denuncia a falta de condições dignas para policiais militares que trabalham na 1ª Companhia do 4º Batalhão, sediada na cidade de Poço Redondo. Na citada companhia foram encontrados diversos problemas.

 

Deficiências registradas

Os aparelhos de ar-condicionado estão quebrados há um bom tempo e policiais militares tendo que providenciar ventilador; fiações elétricas expostas; beliche velho cuja parte de cima pode desabar a qualquer momento, inclusive com o lastro quebrado; colchões precisando serem trocados face ao tempo de uso e algumas vezes não tem colchão para todos os PMs; banheiro em situação precária e instalação hidráulica em péssimo estado; armário velho; além de infiltrações

 

Providências

Espera-se que providências possam ser adotadas pela corporação no sentido de sanar tais problemas e dar condições dignas de trabalho aos policiais militares que labutam na citada unidade.

 

Turismo

A Associação Brasileira da Indústria Hoteleira (ABIH-SE) apresentou nessa terça-feira (6), a  campanha publicitária “Turismo Forte, Todos Ganham”, voltada à importância e fortalecimento do Turismo em Sergipe, segmento essencial para a economia do nosso Estado. Também serão apresentados os números e a análise do atual quadro do setor no Estado, com perspectivas para o 2º semestre de 2019. O evento aconteceu em um café da manhã no Radisson Hotel.

 

Zezinho Guimarães I

O deputado Zezinho Guimarães (MDB)vai apresentar um requerimento no sentido de convocar o presidente da Agência Reguladora Agência de Serviços Públicos do Estado de Sergipe (Agrese), Hamilton Santana, para falar na Comissão de Economia e Finanças, sobre a questão do preço do gás em Sergipe.

 

Zezinho Guimarães II

“Me surpreendeu ter assumido na presidência da Sergás, o engenheiro Valmor Barbosa, competente, ex-secretário da Infraestrutura e no mesmo dia, a Petrobras já deu um aumento. No outro dia, ele foi ao rádio explicar o aumento da tarifa. Qual a minha surpresa, que ao ler os noticiários do nosso estado, me deparo com a informação que a Petrobras acaba de dar uma redução no preço do GNT (empresarial), entre 11% e 17%; no gás de cozinha,  entre 6,5% e 12% assim como o gás residencial. E eu não ouvi a Sergás dizer que vai haver redução, aliás, todas as vezes que há elevação de preços, a Sergás diz que é por conta do aumento do gás que a Petrobras promoveu”, ressalta.

 

Caso Sadi

Zezinho Guimarães disse lembrou o episódio em que o empresário Sadi Gitz cometeu suicídio quando da realização de um evento sobre o gás em um hotel da Orla de Atalaia, mês passado. “Para todos nós foi um choque quase que assustador, pois o empresário cometeu o suicídio por conta das dificuldades. então eu vou convocar o presidente para que venha aqui informar se a Agrese já tomou conhecimento da situação dos preços do gás em Sergipe”, completa.

 

Bertulino Menezes I

O ex-vereador de Aracaju, Bertulino Menezes (PSB), reitera que, como cidadão comum, não vai se recusar a falar sobre política, “especialmente se for para a defesa de minhas convicções e de Aracaju”. 

 

Bertulino Menezes II

“Percebemos que a orientação ao Prefeito é no sentido de que ele se afaste do PT, que, aliás, passou a ser rejeitado por boa parte dos antigos aliados e por grande parte da população. As revelações sobre os graves erros do PT já repercutiram em eleições importantes e, agora, o Partido sofre as consequências desse comportamento. Está difícil para o PT até encontrar quem o represente nas próximas eleições”, comentou o jornalista e ex-vereador. 

 

Bertulino Menezes III

Segundo Bertulino, Aracaju “está atolada em problemas”. “buracos pra todo lado, enchentes, falta de um Plano Diretor, transporte público caótico, servidores sem reposição salarial adequada, cobrança irregular de IPTU, denúncias de derramamento irregular de dinheiro na campanha passada, um sistema de coleta de lixo pouco eficiente e ainda questionado na Justiça, retrocesso e mudança caótica nas feiras livres, aproximação de Jackson Barrreto (que pode ser vice), e concorrentes de peso se posicionando como candidatos em potencial”, avaliou. 

 

CRÍTICAS E SUGESTÕES

habacuquevillacorte@gmail.com e habacuquevillacorte@hotmail.com

 

 

O que você está buscando?