Após vitória “maiúscula”, Senador Alessandro é “mais BSB” e “menos Sergipe”!

Habacuque, 30 de Agosto, 2019

Este colunista costuma cobrar dos gestores públicos sergipanos, seja ele o governador Belivaldo Chagas (PSD) ou os demais prefeitos municipais e, algumas vezes, acaba sendo mal interpretado. Se a imprensa questiona determinado agrupamento político, tornou-se comum externar a “velha máxima” que ela não está a serviço do povo, mas de quem faz oposição àquele governante. É a estratégia mais “manjada” e utilizada para rebater os críticos. Tentar jogar determinados segmentos contra a opinião pública, para uma série de interpretações subjetivas.

Mas não é só Belivaldo e Edvaldo Nogueira (PCdoB) que devem ser questionados e cobrados porque não estão cumprindo aquilo que fora assumido com a população: setores da oposição também estão na mesma linha, decepcionando, sem unidade, muitas vezes sem humildade. Foi com essa “arrogância” que os projetos políticos que estavam em construção não avançaram em Sergipe e continuam estagnados! Temos uma oposição “heterogênea”, vaidosa e extremamente desorganizada. É cada um por si e Deus por todos!

O senador Alessandro Vieira (Cidadania), por exemplo, surpreendeu em 2018, sendo eleito com uma votação expressiva. Com o discurso da “nova política”, gerou forte expectativa entre os sergipanos de uma forma geral. Justiça seja feita, o parlamentar tem tido buscado ocupar uma condição de destaque na cena política nacional, com uma postura determinada em fiscalizar o Poder Judiciário. Ganha espaços gratuitos na mídia nacional pela coragem de se posicionar contra a maior Corte do País: o Supremo Tribunal Federal (STF).

Mas como a “moeda tem dois lados”, em tempo, Alessandro Vieira tem focado seu primeiro ano de mandato apenas na capital federal, tem concentrado suas atenções para a grande mídia e esquecido um pouco que só está lá com o voto do povo sergipano. Este colunista volta a repetir: o senador não está “ferindo” suas prerrogativas constitucionais, mas sua atuação legislativa em prol dos sergipanos tem deixado muito a desejar. A CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da “Lava Toga” é algo importante sim, mas Sergipe tem no momento outras “prioridades”...

Não custa lembrar que, até 31 de janeiro, nós sergipanos tínhamos dois senadores extremamente atuantes e presentes em suas bases como Valadares (PSB) e Eduardo Amorim (PSDB). Parlamentares que, inclusive, viabilizavam, recursos para ajudar os prefeitos a administrarem seus respectivos municípios. Sobre essa “representação”, melhor nem falar na falta que André Moura (PSC) faz em BSB, “abrindo portas”, fazendo a “ponte” entre o governo federal e Sergipe. Hoje, ele exerce bem essa função como chefe do escritório de Representação do Rio de Janeiro na capital federal...

Alessandro Vieira “adota um discurso” que é bem quisto para quem está cansado com tanta impunidade no País, com decisões judiciais bastante questionadas. A “Lava Toga” lhe garante visibilidade nacional. Mas só isso não ajuda a resolver os problemas de nós, sergipanos. Vivemos em um Estado que não consegue pagar o funcionalismo em dia, que deixa muito a desejar na prestação dos serviços públicos e que acumula um déficit previdenciário assustador. Após uma vitória “maiúscula” em 2018, infelizmente o senador Alessandro hoje é “mais BSB” e “menos Sergipe”. Tenho dito...

 

Veja essa!

O “galeguinho” Belivaldo Chagas decidiu por fim às cotas de cada secretaria de Estado para concentrar todos os pagamentos a fornecedores em suas mãos. Até onde se sabe, nem um “alfinete” vai ser pago pelo governo sem um “autorizo” de Vossa Excelência. A turma que sonha em receber já teme o calote...

 

E essa!

Há quem diga que, ao invés de prejudicar os empresários que acreditam no serviço público e precisam honrar seus compromissos com funcionários e fornecedores, o governador, que tanto “foca” nos “pequenos contratos”, deveria ter era mais cuidado com as “dispensas de licitação” que vêm sendo executadas em seu governo.

 

Galeguinho, galeguinho I

Um bom exemplo: no Diário Oficial do Estado nº 28.194, de 23 de maio desse ano, foi publicado um extrato de dispensa de licitação assinado pelo diretor do Setor de Edificações Escolares da SEED, Valdir Pinto Santos, no valor de R$ 141,4 mil, contratando a empresa “Marco Antônio Garcez Mattos Filho – Eireli” para execução de serviços emergenciais de demolição e construção de muro e calçada do Colégio Estadual Profª Judite Oliveira, em Aracaju.

 

Galeguinho, galeguinho II

Como este colunista é curioso, decidiu verificar o CNPJ da empresa contratada nesta dispensa de licitação e percebeu que a mesma foi aberta menos de três meses antes do procedimento. Será que essa empresa já possui a tal “capacidade técnica e operacional” exigida pelo governo às demais concorrentes em apenas três meses? Abra do olho, cabra!

 

Riachão do Dantas I

O Ministério Público Eleitoral vai fiscalizar as eleições que vão ocorrer em Riachão do Dantas neste domingo (31). Os eleitores do município voltarão às urnas para escolher um novo prefeito e vice-prefeito para a cidade. Os novos gestores ficarão no cargo até 31 de dezembro de 2020. “Estamos acompanhado todas as fases desse novo processo eleitoral e no dia da votação, estaremos atentos para que não haja irregularidades”, explica a procuradora regional eleitoral, Eunice Dantas.

 

Riachão do Dantas II

Novas eleições vão ocorrer no município porque o MP Eleitoral conseguiu a cassação dos mandatos da prefeita Gerana Gomes Costa Silva e do vice-prefeito Luciano Goes Paul, eleitos no pleito de 2016. Eles foram condenados por abuso de poder econômico, nas modalidades: abuso dos meios de comunicação e fraude ao processo eleitoral.

 

Pesquisa irregular 

Segundo o MPE, durante a campanha, a então candidata divulgou pesquisa fraudulenta que atribuía a ela um percentual de votos bem acima da realidade. A Justiça Eleitoral havia proibido a divulgação, mas a candidata não obedeceu a decisão judicial. O resultado da pesquisa serviu para induzir o voto dos eleitores indecisos e, dessa forma, a candidata Gerana Costa ganhou as eleições com cerca de 2% de votos a mais que a segunda candidata mais votada.

 

Augusto Bezerra I

O ex-deputado Augusto Bezerra, com problemas de saúde, conseguiu junto ao Tribunal de Justiça de Sergipe (TJ/SE) o direito de prisão domiciliar, com o uso de tornozeleira eletrônica. O desembargador Roberto Porto seguiu o relatório da junta médica do TJ/SE, que constatou um quadro elevado de depressão.

 

Augusto Bezerra II

O ex-deputado ficou preso no presídio Militar por quase três meses, onde começou a cumprir pena de mais de 12 anos. Augusto Bezerra foi condenado por conta das investigações sobre a aplicação das extintas verbas de subvenção da Assembleia Legislativa.

 

Maria do Carmo I

A senadora Maria do Carmo Alves (DEM) revelou-se indignada ao constatar que após 22 anos, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) só deve concluir toda a extensão da duplicação da BR 101 (Norte a Sul de Sergipe), em 2021. Ela lembrou que inúmeras vezes esteve no Ministério dos Transportes cobrando resultados e alertando para a importância da duplicação da estrada.

 

Maria do Carmo II

Para Maria é inadmissível que, passados 22 anos do início das obras e de quase R$ 1 bilhão investidos, a estrada continue tão precária, provocando acidentes bárbaros, gerando perdas de divisas para o Estado, o que impacta diretamente na economia e no desenvolvimento de Sergipe.

 

Maria do Carmo III

“A conclusão dessa obra é importante não só por conta do deslocamento de pessoas que atravessam o Estado de Sergipe, mas também por ser o principal corredor rodoviário de escoamento dos produtos sergipanos”, disse a senadora, ao ressaltar reportagem publicada pela Agência Jornal de Notícias, “o que fez reacender a nossa indignação”.

 

BR-101

Maria do Carmo lamentou que em muitos momentos a judicialização seja o caminho para garantir a execução de uma obra tão importante sob todos os aspectos. Ela lembrou de recente decisão da  Justiça Federal determinando que Dnit e União concluíssem as obras de duplicação da BR-101, no trecho entre os municípios de Propriá e Laranjeiras, exatamente, pelo fato da obra estar paralisada  e sem sinalização, gerando transtornos e ceifando vidas.

 

Elber Batalha I

O vereador Elber Batalha (PSB) fez graves denúncias sobre a suposta isenção de IPTU proposta pela lei do prefeito Edvaldo Nogueira. De acordo com Elber, a Lei Complementar nº 167/2019 que alterou a lei de isenção do IPTU aprovada anteriormente, não aumentou o número de contribuintes isentos. Ao contrário, houve uma diminuição considerável de aracajuanos que perderam o benefício. 

 

Elber Batalha II

“Vários aracajuanos estão recebendo cartinhas da Prefeitura de Aracaju solicitando a presença na Secretaria da Fazenda para reajustar o IPTU. Na lei anterior, todos os servidores municipais e qualquer pessoa que recebesse até dois salários mínimos, eram isentos de pagar o IPTU em Aracaju. Hoje, esse mesmo servidor público, para ter a isenção, só pode ter apenas um vínculo empregatício e o contribuinte que recebe até 2 salários não pode ter o imóvel avaliado em mais de R$160mil”, explicou.

 

Bancada do Amém

O oposicionista lamentou que esse projeto tenha sido aprovado pela bancada de situação da Câmara de Vereadores de Aracaju (CMA) e afirmou que o prefeito mente ao dizer que sabe governar sem aumentar impostos. “A bancada do prefeito na CMA diz amém a tudo que ele coloca pra votar, sem ao menos observarem os prejuízos que isso pode acarretar para a população”.

 

Aumentou o IPTU

“E essa falácia de Edvaldo Nogueira de que governa sem aumento de imposto já foi por água abaixo desde o primeiro ano do mandato, lá no início, quando ele disse que revogaria o IPTU e, ao contrário do que prometeu, fez foi aumentar o imposto. Edvaldo mente e cobra mais impostos dos aracajuanos”, disse Elber.

 

Hotel Sesc

O Hotel Sesc Atalaia recebeu mais de 100 empresários e gestores de RH de empresas sergipanas interessados em conhecer os serviços de soluções estratégicas em gestão apresentados pela empresa Alelo, líder no mercado brasileiro em gestão de benefícios para empresas e colaboradores, no formato de cartões corporativos.

 

Alelo

A apresentação foi realizada pelos diretores da empresa Prime Soluções, Marlon Porto e Sandro Romay, e pelo diretor nacional da Alelo, Guilherme Mansur, que mostraram os produtos e serviços da Alelo para empresas, no processo de gestão de frota, vales-transporte, cartões de alimentação e refeição, gerenciamento de frota, pagamentos, cultura, gestão de despesas e multibenefícios. A empresa, líder de mercado em marketshare, previne desvio de finalidade dos recursos, otimização da aplicação da receita investida nos benefícios, promovendo uma economia significativa nos custos operacionais.

 

Benefícios

Todo o processo realizado pela Alelo é desenvolvido em plataforma online, que garante a segurança da informação e da gestão dos recursos para as empresas. Além disso, os serviços da Alelo são os mais aceitos nos estabelecimentos comerciais do país, com mais de 600 mil pontos de atendimento, cobrindo 100% do território nacional. Para as empresas, segundo representante da Prime, Sandro Romay, os benefícios aplicados representam economia nos custos e nos encargos.

 

PMA I

A Prefeitura de Aracaju aderiu ao Pacto Sergipano pela Alfabetização na Idade Certa, lançado pelo Governo do Estado. O Plano se constitui numa política de Estado que tem a finalidade de alfabetizar todos os estudantes da rede pública matriculados no Ensino Fundamental, com maior deficiência em leitura e escrita. O prefeito Edvaldo Nogueira participou da solenidade ao lado do governador Belivaldo Chagas e de prefeitos do interior do Estado.

 

PMA II

O programa visa garantir a melhoria do ciclo de alfabetização de crianças e jovens com ganhos maiores em Língua Portuguesa e Matemática, além de contribuir para a evolução escolar a fim de prevenir o abandono, a evasão e a distorção idade/série nos anos subsequentes à alfabetização. A expectativa é beneficiar mais de 86 mil estudantes nas escolas públicas de Sergipe.

 

Edvaldo Nogueira

“Este Pacto é muito importante, pois é a forma de todos nós darmos  as mãos, Governo do Estado e prefeituras, para buscarmos avançar na melhoria da aprendizagem nas escolas públicas e na melhoria dos índices de alfabetização. O governador Belivaldo Chagas está de parabéns por esta iniciativa”, declarou o prefeito.

 

CRÍTICAS E SUGESTÕES

habacuquevillacorte@gmail.com e habacuquevillacorte@hotmail.com

O que você está buscando?