Exclusiva! Todos aposentados poderão contribuir na Reforma de Belivaldo e Eliane

Habacuque, 15 de Novembro, 2019 - Atualizado em 15 de Novembro, 2019

“Tirem as crianças da sala”! Até o final do mês o governador Belivaldo Chagas (PSD) e a vice-governadora Eliane Aquino (PT) devem encaminhar para a Assembleia Legislativa a proposta de Reforma da Previdência do Estado, quase que nos mesmos moldes da protocolada pelo presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL), tramitada e aprovada pelo Congresso Nacional (Câmara e Senado Federal). Só que a Reforma de Belivaldo e Eliane traz um “plus” que, certamente, dará muito que falar: aposentados e pensionistas do Estado passarão a ter que contribuir com a Previdência!

Não se trata de “fake News” ou de especulações deste colunista! A informação vem de uma fonte do próprio governo e é mantida em sigilo até o projeto chegar à Alese, mas como bem disse Belivaldo em seu discurso posse, no começo do ano, após ser reeleito: “a situação é muito difícil e o remédio será amargo”. Atualmente, a Constituição Federal prevê que a contribuição deve ser paga apenas por inativos que recebem acima do teto do INSS (pouco mais de R$ 5 mil), ou seja, na prática apenas funcionários públicos são cobrados.

Até onde se tem conhecimento, a proposta do governador Belivaldo Chagas e da vice-governadora Eliane Aquino deve permitir a contribuição previdenciária de todos os aposentados e com a alíquota igual aos servidores da ativa. O impacto disso é a queda imediata na renda já sofrida dos pensionistas do Estado que, desde 2013, não têm reajustes salariais e nem reposição das perdas inflacionárias do período. Isso tende a aumentar as tensões para o projeto que será encaminhado para a Alese seja aprovado pelos deputados estaduais.

Mas isso vai depender muito da capacidade de mobilização dos movimentos sociais e entidades sindicais. É um momento decisivo para o funcionalismo público, onde a discussão girará em torno de algo que interessa a todos, ativos e inativos. O Governo vai “jogar com o regulamento”, ou seja, a lei permite que em casos de déficit previdenciário (que Sergipe se encaixa perfeitamente) o Executivo pode cobrar do aposentado que tem um salário mínimo de rendimento.

É importante recordar também um argumento que vai de encontro a certos “discursos ideológicos”: o então presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), em 2003, conseguiu aprovar no Congresso Nacional uma Reforma da Previdência que, dentre outras coisas, instituiu uma contribuição de 11% sobre o valor excedente do limite para os dependentes de servidores sem direito adquirido, futuros funcionários públicos e aposentados. No atual governo de Jair Bolsonaro se adotou a alíquota mínima de 7,5% para quem ganha um salário, mas no governo de Belivaldo e Eliane todos os servidores já contribuem com 13%.

Segundo dados oficiais do próprio Sergipeprevidência que este colunista teve acesso, temos um montante superior a 33,7 mil pensionistas em Sergipe gerando um custo da ordem de R$ 176,9 milhões. Caso a Reforma de Belivaldo e Eliane seja aprovada na Alese, hoje mais de 16 mil aposentados que não contribuem (cerca de 50%) serão atingidos e passarão a ser taxados, ou seja, é o montante que recebe abaixo do teto do INSS. Em síntese, você que é servidor inativo ou até você mesmo que vai se aposentar um dia, “apertem os cintos” porque o “Dr. Resolve” parece já ter escolhido quem vai “pagar a conta” no final: justamente quem ganha menos...

 

Veja essa!

O deputado estadual Zezinho Guimarães (MDB) comentou a chegada do Projeto de Reforma da Previdência, já discutida e aprovada pelo Congresso Nacional, ao longo dos últimos meses, e previsto para ser enviado à Alese até o final do mês. Zezinho disse que participará das discussões tranquilamente e procurando fazer o melhor para o Estado. “Sou crítico mesmo, goste quem quiser! Me tenham como aliado se quiserem! Minha consciência estará tranquila!”

 

E essa!

“Discutiremos com desenvoltura a Reforma da Previdência. Acho que quem fica nas redes sociais pregando que os parlamentares federais que votaram a favor da Reforma ficaram contra os aposentados são irresponsáveis!”. Segundo ele muitos ficam “apregoando coisas nas redes sociais”, mas não têm coragem de falar com o povo a verdade.

 

Zezinho Guimarães I

“São irresponsáveis! Ficam no ouvido do governador dizendo que precisam votar contra, mas estão no Poder a muitos anos e ajudaram a levar esse Estado à falência! Vou cobrar dessa tribuna que tenham coragem! Gostem quem quiser de mim”, disse Zezinho, reforçando que muitos aliados que são contrários a projetos polêmicos como a Reforma da Previdência apenas querem “o poder pelo poder”.

 

Zezinho Guimarães II

“Pregam uma coisa nos bastidores e outra diferente nos rádios e redes sociais. Mentem descaradamente! Eu sei a luta que o governador trava com esse tipo de gente! O povo não suporta mais, eu tenho dito a Belivaldo Chagas e não dá para ter medo de desgaste e da avaliação popular”.

 

Remédio amargo

Por fim, Zezinho pontuou que os projetos serão avaliados com responsabilidade e sensatez pelos deputados estaduais. “O próprio governador, quando assumiu, falou que o remédio seria amargo! Agora vamos ter que colher o que plantamos! Vejo o governador com coragem para fazer e disposto, até porque não tem outra medida. E esta Casa tem que ter responsabilidade para analisar e saber que atitude tomar sem se preocupar com o umbigo”.

 

Georgeo Passos

Em aparte, o deputado Georgeo Passos (Cidadania) falou da tramitação de alguns projetos na Casa, disse que tem posição favorável a alguns projetos polêmicos, mas que precisa verificar o teor “para que os pequenos não sejam prejudicados na Reforma. Vejo o Partido dos Trabalhadores que foi contra a Reforma no âmbito federal e que, aqui em Sergipe, que detém metade do governo, eu acredito que não terá como ficar contra a Reforma do governo Belivaldo. Vamos esperar a proposta chegar para a gente analisar”. disse.

 

Lagarto I

O deputado federal Gustinho Ribeiro (SD), para defender a esposa e prefeita de Lagarto, Hilda Ribeiro (SD), acusa seus adversários de conspirarem contra a administração. Nessa quinta-feira (14), em entrevista a uma emissora de rádio local, Gustinho afirmou que existe uma espécie de “aliança” entre o grupo do deputado estadual Ibrain Monteiro (PSC) e a família Reis.

Lagarto II

Antes disso, em outra entrevista, Gustinho rebateu recentes declarações do ex-prefeito Valmir Monteiro. O deputado federal fez duros ataques ao ex-aliado e o acusou de humilhar o ex-deputado “Ribeirinho”. Gustinho responsabilizou Valmir pelo processo que culminou em sua saída do comando da Prefeitura de Lagarto.

 

Eduardo Maratá I

Também nessa quinta-feira, o presidente da Câmara Municipal de Lagarto, Eduardo de João Maratá, que denunciou no parlamento ter que sido procurado por Gustinho para receber dinheiro em troca de deixar de apoiar Valmir Monteiro politicamente. “Lá em fevereiro, por diversas vezes, ele (Gustinho) chegou mim perguntando o que eu queria para colocar um projeto aqui para afastar Valmir de uma vez. Se eu fosse interesseiro como ele diz, se eu pensasse no meu bolso, pode ter certeza que eu pegava era dele”.

 

Eduardo Maratá II

Ainda no vídeo que circulou pelas redes sociais, Eduardo Maratá diz algo ainda mais grave e requer a apuração do Ministério Público e órgãos fiscalizadores: “se eu fosse interesseiro, quarta-feira, não só eu, mas como outros vereadores foram chamados com a prefeita e o secretario Adriel (Alcântara – Planejamento e Orçamento) e o termo da pergunta era ‘quanto é que se queria ou que se queria para votar o orçamento’, entendeu?”, denunciou.

 

Ibrain Monteiro I

Assim que ouviu as recentes declarações de Gustinho Ribeiro e a denúncia feita pelo presidente da Câmara de Lagarto, o deputado estadual Ibrain Monteiro (PSC) decidiu se manifestar. “Esse rapaz (Gustinho) não tem limites! Vive de fazer molecagens e hoje não apenas Lagarto, mas Sergipe inteiro já o conhece. Gustinho é a parte podre da família! Um homem que disputou a eleição de 2018, venceu é verdade e com nosso apoio, mas que não tem dignidade para andar por aí porque está devendo a muita gente”.

 

Ibrain Monteiro II

Em seguida, Ibrain seguiu “soltando o verbo”, dizendo que “Promete e não cumpre, abandonou as lideranças e amigos, traiu meu pai e deu uma rasteira no ex-deputado André Moura. É um político sem palavra que ninguém confia”, desabafou, trazendo outra informação reveladora: “Gustinho conspirou para prejudicar meu pai. Fica com esse discurso cínico que de tentou ligar, tentou contato, mas até aos advogados de meu pai ele ofereceu dinheiro para deixarem a causa, para prejudicar meu pai no processo”.

 

Ibrain Monteiro II

Ainda em tom de desabafo, Ibrain disse que Gustinho não tem grandes votações dentro de Lagarto e que quando não estava ao lado de Valmir seus resultados sempre foram “pífios”. “Elegemos Hilda Ribeiro como vice-prefeita na chapa. A esposa dele não conhece a realidade do município, não sabe nem onde ficam os povoados. É uma desconhecida para boa parte da população. E ele tem a cara de pau de dizer que a gente se aproveitou dele para limpar a imagem? Se soltar a prefeita em determinado povoado ela não sabe nem voltar para a sede!”.

 

(In)Gratidão

Por fim, Ibrain disse que mede o caráter de um homem pelo tamanho da sua gratidão. “Gustinho mente descaradamente dentro de Lagarto Qualquer avaliação pública que fazem dentro de Lagarto o nosso grupo está na frente disparado! Meu pai é querido e bem recebido por onde passa! Que desespero nós temos?”, questionou, dizendo que a gestão atual não sai do lugar, que todo mundo manda e que paralisou os serviços públicos, atrasando salários, devendo a fornecedores. “Lagarto parou no tempo! Basta percorrer a cidade e os povoados e conversar com as pessoas”.

 

Covardia

“Gustinho é uma mancha na política sergipana, um covarde que se esconde nas sombras, que faz o mal por trás e depois vem lhe abraçar como se fosse o melhor amigo. Não temos como nos aliar mais, não queremos essa aproximação, teremos uma alternativa para Lagarto. Sobre a família Reis, posso dizer que continuam nossos adversários, não temos qualquer aliança. Nós respeitamos a família lagartense que já não aguenta tanta molecagem. Até as emendas alheias Gustinho mente em dizer que são dele. Mente que  nem sente”, completou Ibrain Monteiro. 

 

Feiras livres I

Na publicação anterior, este colunista chamou a atenção do Ministério Público Estadual para a empresa LOCAZIL LOCAÇÕES E SERVIÇOS LTDA, que venceu a segunda licitação referente à concessão de serviço público para a organização e infraestrutura de comercialização dos cinco lotes de feiras livres de Aracaju. Este espaço apurou que a empresa foi criada no final de Maio desse ano, ou seja, praticamente em cima do primeiro processo licitatório, que findou sendo anulado.

 

Feiras livres II

Curioso, este colunista verificou que a empresa foi inscrita no dia 29 DE MAIO e, menos de quatro meses depois, venceu uma licitação para responder por um contrato de quase R$ 100 milhões! Também foi colocado aqui que seu proprietário é um “velho conhecido” do sistema que vai “sublocar” as feiras para os mesmos empresários que já estão explorando os espaços da cidade atualmente e com uma diferença: iriam passar a cobrar um valor ainda maior aos feirantes, ou seja, teria ficado quase tudo como antes, apenas com a saída de empresários que não têm ligação política com a PMA.

 

Bomba!

Este colunista se aprofundou ainda mais sobre o assunto e descobriu que nos próximos dias, quando o prefeito Edvaldo Nogueira assinar as ordens de serviços, a empresa “recém-criada” já tem que apresentar toda a infraestrutura necessária (e renovada) para passar a responder por todas as feiras livres de Aracaju, caso contrário, o contrato que foi objeto da licitação estará comprometido. Cenas dos próximos capítulos...

 

Alô alô MPE!

Como o objetivo deste colunista é sempre de contribuir com o Ministério Público Estadual, seria interessante que o órgão fiscalizador (a Câmara Municipal de Aracaju continua omissa para um assunto tão grave) poderia desde já requerer a ata da licitação das feiras junto à Emsurb. Acho que por aí já dá para iniciar um bom processo de investigação. Este colunista vai aguardar com um delicioso “suco de laranja”...

 

Capela I

O ex-prefeito de Capela, Ezequiel Leite (PR), voltou a lamentar que o município continue sofrendo com o que ele avalia de “desgoverno” da prefeita Silvany Sukita (PSC). Para ele, o que já estava ruim, agora tende a ficar ainda maior com a gestora dividida com a administração e questões pessoais.

 

Capela II

Segundo Ezequiel o povo capelense tem sofrido com o abandono da cidade pela prefeita, seja fisicamente, seja do ponto de vista da gestão. “Capela está toda suja, vem perdendo sua beleza. A falta de água não começou nessa gestão, justiça seja feita, mas agora falta com frequência e o pior: se qualquer aviso prévio. As pessoas ficam desassistidas do serviço e sequer são informadas. Falta respeito e consideração com as famílias”.

 

Ezequiel Leite I

Mais adiante, o ex-prefeito que a reclamação da gestão tem sido geral. Artistas locais e fornecedores reclamam da falta de pagamento; a cidade está esburacada e agora sofre com o crescimento da violência; faltam medicamentos nos postos de saúde; as demissões acontecem em massa e sem qualquer justificativa; impera no município uma “onda de perseguição política” contra quem não apoia a prefeita.

 

Ezequiel Leite II

“Em plena crise a prefeita instituiu a taxa de iluminação pública, usam veículos locados para fins particulares, sinaleiras danificadas, animais circulando e abandonados pela cidade, esgotos estourados com risco de contaminação de crianças. É muito abandono! E a prefeita? Raramente aparece na cidade e, quando fala, agora tem que dividir a gestão com problemas pessoais. O povo é quem paga com esse desgoverno”, comentou Ezequiel.

 

Desemprego

Por fim o ex-prefeito avalia que o desemprego continua em alta em Capela e que a prefeitura só contribui para aumentar o sofrimento do povo. “Quando a administração não paga a prestadores de serviços como supermercados, fornecedores e postos de gasolina, a gestão praticamente paralisa e os empresários não aguentam e têm que demitir”.

 

Cenário triste

“Quando a prefeitura não paga pelo aluguel dos ônibus, os estudantes da rede municipal e os universitários ficam fora da escola e são prejudicados. É um triste cenário o momento em que vivemos em Capela. Pior é que as pessoas ainda terão que esperar mais um ano para se libertarem desse descaso administrativo. Pior ainda é o fantasma da corrupção que voltou a assombrar o povo capelense”, completou Ezequiel.

 

Rede

Na publicação anterior este colunista trouxe a informação de que a Executiva Municipal Provisória do Rede Sustentabilidade havia sido destituída e já havia um suposto “alinhamento” com o prefeito Edvaldo Nogueira. O titular, inclusive, estranhou a informação porque, até recentemente, o partido caminhava para ter um projeto de oposição em Aracaju, no próximo ano e até tratou com certa ironia essa possível “composição” com o prefeito.

 

Direito de Resposta I

Como membro da Executiva Estadual do REDE, Professor Bosco, entrou em contato com este colunista para explicar o que estava ocorrendo. Ele explicou todo o cenário, inclusive sendo um pouco crítico ao senador Alessandro Vieira, que deixou o REDE para se filiar ao Cidadania e ainda teria levado consigo dois deputados estaduais.

 

Direito de Resposta II

“O senador Alessandro sequer foi diplomado pelo Rede. Foi para o Cidadania, cooptando dois deputados e ainda Dr. Emerson. Felizmente o vereador Américo optou por ficar no REDE. A Nacional nos chamou, nos convidou para assumir a Comissão Provisória, no último dia 10, e pediu para reorganizar o partido no Estado”, explicou o professor Bosco.

 

Direito de Resposta III

Sobre o processo eleitoral de 2020, ele disse que se Dr. Emerson for candidato a prefeito de Aracaju pelo Cidadania, o REDE não se opõe a fazer uma composição para apoiá-lo. “Nosso foco agora é eleger o maior número de vereadores possível para projetarmos candidatura a deputado federal em 2022, porque precisamos atingir a cláusula de barreira”.

 

Direito de Resposta IV

Ainda sobre 2020, o professor Bosco negou que o Rede esteja fechado com o prefeito Edvaldo Nogueira. “A verdade é que durante a reunião com os membros nós colocamos que o partido não estava impedido de manter conversações com todas as pré-candidaturas que estão postas. Não houve qualquer direcionamento para Edvaldo”, disse, ressaltando que o projeto de momento é de fortalecimento da legenda.

 

Chama o Samu!

Ninguém entendeu direito a saída de Conceição Mendonça da Superintendência do Samu. Em nota ela agradeceu a dedicação dos servidores e lamentou a “fragmentação dos serviços”, que estaria prejudicando o atendimento à população. Falou da separação da Central de Regulação de Urgência do Samu 192 Sergipe. Ela não detalhou, mas deixou claro que além de ingerências, existe muita política por trás dos serviços. Ainda mais com a proximidade das eleições municipais. E o povo pagando a conta...

 

Democratas

O presidente da Executiva Provisória do DEM em Sergipe, José Carlos Machado, recebeu o vereador Helder do município de Riachuelo, que estava acompanhado dos tios Pedro e Alex e o advogado Bezerra. Machado tem focado no fortalecimento da legenda em todo Estado e tratou de assuntos relacionados ao futuro de Riachuelo.

 

PSDB I

O PSDB Sergipe promoveu um bate-papo entre filiados e convidados para discutir as perspectivas políticas na capital em 2020. No encontro, a direção do partido, representada pela presidente do PSDB-Mulher de Sergipe, Edna Amorim, reafirmou o compromisso do PSDB de ser protagonista no próximo pleito, colocando o nome de Adriano Taxista à disposição para a disputa da Prefeitura de Aracaju, além de incentivar e fortalecer as pré-candidaturas proporcionais de filiados e novos correligionários.

 

PSDB II

Uma nova reunião ficou agendada para o mês de dezembro. Participaram do encontro os ex-vereadores Jailton Santana, Augusto do Japãozinho, Pedro Firmino e Jidenal Francisco; o vereador por Aracaju Cabo Didi; o presidente do Tucanafro Sergipe, Daniel Max; entre outros.

 

Podemos I

O presidente do Podemos em Sergipe e deputado estadual Zezinho Sobral participou, em Brasília, do Seminário Nacional de Planejamento Estratégico 2019-2022 do partido. O evento reuniu lideranças de todo o Brasil para discutir metas, ações e objetivos da legenda.

 

Podemos II

“Queremos ver o Podemos crescer em Sergipe e nos demais estados. Queremos ver o nosso povo bem assistido. A missão do partido é ser um instrumento popular para a transformação do país. Queremos consolidá-lo como referência ética de práticas democráticas, fortalecendo a representatividade e o protagonismo. A transparência, a participação efetiva das pessoas, o humanismo e a responsabilidade são os principais valores”, afirmou Zezinho Sobral.

 

Progressistas I 

O encontro “Fortalecendo o Futuro” tem como objetivo estimular a participação da mulher na política e por isso foi realizado em Sergipe pelo Progressistas, por meio do Movimento Mulheres Progressistas com um grande ato de filiação de mulheres que aconteceu no Cotinguiba Esporte Clube, em Aracaju. “Nós queremos mulheres atuantes, fortes, dedicadas a política, mulheres que farão a transformação que a política precisa. O Progressistas investe forte nisso porque acredita nisso”, enfatizou o deputado federal e presidente de honra do Progressistas, Laércio Oliveira.

 

Progressistas II

“O Progressistas tem realizado ações em vários municípios e bairros de Aracaju com o intuito de buscar melhores para participar da política sendo ou não candidatas. As mulheres precisam buscar e saber mais dos seus direitos e deveres, essa é a nossa ideia. Então esse encontro veio com esses objetivos trazendo pessoas dos diversos cantos do estado de Sergipe para que elas comecem a participar e entender que o lugar da mulher é em qualquer lugar, inclusive na política”, enfatizou a coordenadora Estadual do Mulheres Progressistas, Glória Sena.

 

Mulheres em alta

No Progressistas em Sergipe, quase a metade dos filiados são mulheres e somente nesse evento de filiação partidária foram mais 900 mulheres que vieram fazer parte do time com o intuito de fazer uma política diferente no estado.

 

“Os Engavetados”

O deputado estadual Georgeo Passos (Cidadania) voltou a questionar os projetos de lei, de sua autoria, que não estão tendo a devida tramitação na Casa. O parlamentar instituiu a série “Os Engavetados” para externar sua contrariedade. Georgeo disse que não quer que suas propostas sejam apreciadas “por piedade”, mas que se forem positivas que sejam aprovadas ou, se forem negativas, que as rejeitem. “O que a gente não aceita é que os projetos fiquem na gaveta! Hoje eu trago duas proposituras de 2016, algo simples na minha visão”.

 

Escrutínio secreto

O primeiro projeto defendido por Georgeo é para adequar a Assembleia Legislativa ao Congresso Nacional quanto à alteração do artigo 64 da Constituição Estadual. Ele defende que não se faça mais por escrutínio secreto a apreciação de vetos. “Aqui sempre foi secreto e esperamos que a Casa possa analisar, designar um relator e pautar para que ele tramite nas respectivas Comissões. É um texto de apenas um parágrafo que o relator pode tranquilamente analisar a compatibilidade. É uma matéria de abril de 2016 que anda não foi apreciada pelo plenário até hoje”.

 

Levantamento

O deputado sugeriu que se fizesse um levantamento dos projetos dos 24 parlamentares e, tranquilamente, verificar o que pode ser aprovado com mais agilidade antes do encerramento das atividades em 2019. “Precisamos dar uma resposta à sociedade! O governo tem maioria e, se entender que o projeto é ruim, que derrube, mas é preciso que se cumpra o processo legislativo. Não dá para ficar dentro de uma gaveta! Nem que a gente tenha que chamar um chaveiro para abrir essa gaveta”.

 

Outro projeto

Georgeo também trouxe à discussão outro projeto de 2016 e que estava previsto para ser apreciado nessa quarta-feira (13), criando o Programa “Empresa Amiga da Educação”. “Aqueles empresários que tenham interesse de, voluntariamente, contribuir para a melhoria da infraestrutura das nossas unidades estaduais, doando material de construção para pequenas reformas, e materiais para serem utilizados por alunos e professores, receberiam um certificado para que pudesse usar no seu marketing que estavam contribuindo com a Educação do Estado”.

 

“Amiga da Educação”

O deputado disse que o governador sempre defende parcerias e seria uma grande contribuição do empresariado, em especial, no interior do Estado, onde geralmente demora as obras de reforma das escolas. “Muitos diretores, sem ter o recurso em caixa, vão poder dialogar com o comércio local. Infelizmente esse projeto também se encontra engavetado aqui na Alese”.

 

Rodrigo Valadares I

Em aparte, o deputado Rodrigo Valadares se somou ao clamor de Georgeo e criticou o que ele entende de “boicote” aos projetos dos parlamentares na Casa. “Estamos prestes de completar um ano de legislatura e eu confesso que isso é muito frustrante! Deixamos o conforto das nossas profissões para apostar na política, com um grau de dedicação que não tem comparação, e nossos projetos não andam”.

 

Rodrigo Valadares II

Rodrigo disse ainda que por várias vezes a oposição foi parceira na Casa, ajudando nas votações, dando o quórum necessário e até votando a favor de proposituras do Executivo.  “Ontem votamos em todos os projetos porque entendemos que eram positivos. Agora a gente só serve para dar quórum? Só serve para apoiar? Queremos os nossos projetos aprovados para a gente fazer o bem à sociedade”.  

 

Rodrigo Valadares III

“Estão mais preocupados com o nosso eleitorado do que nós mesmos! Eu fui eleito para fazer bem o meu trabalho e nem pautados os nossos projetos são!. Eu não fui eleito apenas para aprovar requerimentos! Somos parceiros, mas nossa parceria nunca é reconhecida! É frustrante porque só pensam em política, em palanque!”, lamentou o deputado.

 

Palhaço Soneca I

Uma emenda do deputado federal Fabio Mitidieri (PDT), no valor de R$ 565 mil, vai beneficiar alunos da escola jornalista Orlando Dantas, no bairro Veneza, em Aracaju. O recurso foi conquistado após o vereador Palhaço Soneca (sem partido) apresentar ao deputado fotos e vídeos sobre a situação precária da instituição de ensino. “A verba vai servir para construir uma quadra e oferecer atividades esportivas a centenas de alunos”, comemorou o vereador.

 

Palhaço Soneca II

Soneca relembra que visitou a escola jornalista Orlando Dantas em 2017 a convite dos próprios professores. “Eles me procuraram porque sabia que eu morava na comunidade e estava disposto a ajudar. Logo, percebi que muita coisa precisava ser feita no local, inclusive a construção de uma quadra poliesportiva, já que os estudantes necessitavam de uma área para praticar esportes”, contou.

 

Boa relação

Na semana seguinte, utilizando a boa relação com a família Mitidieri, Palhaço Soneca procurou o deputado federal e solicitou ajuda. “Na época Fábio disse que iria ajudar, pois conhecia as dificuldades dos moradores do bairro Veneza. Felizmente, a verba vai chegar num bom momento. Ano que vem deve estar pronta”, disse o vereador em tom de agradecimento ao deputado.

 

Moto Fest

Em nota pública, a organização do Aracaju Moto Fest vem a público lamentar a atitude da Polícia Militar do Estado de Sergipe, que na noite da última quinta-feira (14), ocupou a entrada do evento com praticamente um batalhão de policiais. Segundo a nota os policiais “realizaram uma fiscalização desnecessária no público que veio de todas as partes do Brasil para prestigiar o Moto Fest”.

 

Tradição

Ainda na nota a organização lembra que o Aracaju Moto Fest é um evento tradicional que acontece na capital sergipana movimentando o turismo e a economia, há 18 anos, e em nenhuma edição “esse transtorno foi causado na entrada do evento”.

 

Mais transtornos

“Outro fato lamentável foi o fechamento de um dos estacionamentos da orla mais próximos do kartódromo onde acontece o evento. Causando assim transtornos não só para os motociclistas, como também para os pedestres e visitantes da festa. Uma situação lamentável onde a organização do Aracaju Moto Fest pede desculpas a todos os que se sentiram lesados e vem a púbico pedir que o Comando Geral da Polícia Militar do Estado de Sergipe tome providências para resolver esta situação”, cobrou a organização em nota.

 

Fábio Henrique I

O deputado federal Fábio Henrique (PDT) apresentou um requerimento que obriga ao ministro de Minas e Energia – Bento Costa Lima Leite, e o presidente da Petrobrás – Roberto Castello Branco, a explicar e justificar na Câmara Federal o porquê do fechamento da Petrobrás no Nordeste. O fechamento da unidade administrativa de Sergipe está previsto para o dia 1º de março de 2020.

 

Fábio Henrique II

Pelo requerimento, o ministro e o gestor geral da Petrobrás terão 30 dias para apresentar as justificativas. “Na audiência Pública da Comissão de Fiscalização Financeira e Controle, no dia 08 de outubro, eu questionei e o presidente Roberto Castello Branco garantiu que o fechamento da estatal em Aracaju não estava em discussão . Mas a notícia foi confirmada em reunião pelo gerente regional em Sergipe, Paulo Marinho”, informou o deputado Fábio Henrique.

 

Fábio Henrique III

O deputado sergipano disse não entender porque Sergipe é considerado referência em exploração e produção de petróleo em águas profundas e ultraprofundas. “Solicito informações sobre a real definição do desligamento. A Petrobrás deixará de existir administrativamente e a região servirá apenas para que a estatal continue amealhando recursos. Se for pensar em privatização, sou contra e ressalto a importância que a Petrobrás tem na história de Sergipe e do nosso país”, declarou o pedetista.

 

Bancada unida

O deputado Fábio Henrique votou a cobrar a necessidade de união da bancada nordestina, dos governadores e da sociedade contra o fechamento da Petrobrás. “É preciso que haja a união da bancada sergipana contra o fechamento da Petrobras em Sergipe. Mas é preciso que os governadores do Nordeste, com os deputados federais, com os senadores e com a sociedade lute contra o desmonte da Petrobras que será em toda a região”, disse o deputado sergipano.

 

Marlene Calumby I

Leitora assídua desta coluna, a educadora Marlene Alves Calumby lançou, recentemente, o livro “Passagens de uma vida”, na Academia Sergipana de Letras. Marlene disse que foi incentiva pelo colega da Associação Sergipana de Imprensa, Cleiber Vieira a escolher o título da obra. Ela agradeceu a todos os amigos que a ajudaram, direta ou indiretamente, na confecção da obra.

 

Marlene Calumby II

O novo livro de Marlene Calumby traz alguns artigos e crônicas de pessoas que são ligadas a ela e que conhecem sua trajetória profissional, além de depoimentos de suas filhas. Sua proposta com a obra é de estabelecer uma reflexão sobre a necessidade do ser humano dar o melhor de si durante sua “passagem no mundo terrestre”. “O trem está seguindo e somos passageiros do tempo”, explica.

 

FAMES I

Secretários municipais de Administração e servidores públicos que lidam com a pasta na gestão pública poderão participar de um curso de qualificação realizado pela Federação dos Municípios do Estado de Sergipe (FAMES) em parceria com o CNM Qualifica, sobre o coeficiente do censo 2020. 

 

FAMES II

À convite da Federação, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) estará passando informações a respeito do coeficiente para o próximo ano e a possível mudança de acordo com a classificação em que se enquadram os municípios. Os participantes serão treinados pelo IBGE, para que não sofram com a falta de recenseamento dos habitantes, o que gera prejuízo na arrecadação do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) e, caso haja a coleta correta dos dados da quantidade de cidadão habitante no município, o coeficiente aumenta e beneficia os cofres públicos. 

 

Christiano Cavalcante

“No último Censo, quase todos os municípios reclamaram que muita gente não foi recenseada, e isso é preocupante, pois afeta a arrecadação. Capacitar a área administrativa das cidades é importante, pois são profissionais que conhecem o território local e saberão conduzir o IBGE”, ressalva o presidente da Fames, Christiano Cavalcante. 

 

Capacitação

A capacitação será uma oportunidade para que os gestores mudem o coeficiente e melhorem o desenvolvimento municipal. Inscrições através do site www.cnmqualifica.cnm.org.br . O curso acontecerá no dia 18 de novembro, na sede da Fames, localizada na Rua Engenheiro Jorge de Oliveira Neto, 650 - Coroa do Meio, Aracaju. 

 

APAE I

A APAE Aracaju terá representante na 11ª edição do Festival Nossa Arte. O assistido Samuel Correia estará na categoria pintura em tela, num evento que, além de incentivar a integração entre as Apaes, promove a inclusão social. Sendo um dos maiores eventos organizados pela Federação Nacional das Apaes (Fenapaes), o Festival Nossa Arte acontece a cada 3 anos, quando a instituição convida artistas com deficiência intelectual e múltipla atendidos pelas Apaes de todo o país para a edição nacional.

 

APAE II

A sede desta vez será a cidade de Manaus, no estado do Amazonas, entre os dias 19 e 21 de novembro, no Centro de Convenções Studio 5. Serão apresentados trabalhos artísticos em sete modalidades: Dança, Música, Artes Cênicas, Dança Folclórica, Artes Visuais, Artes Literárias e Artesanato. A expectativa é que representantes de 26 estados brasileiros participem do evento e mais de 1.100 artistas com deficiência intelectual e múltipla se apresentem. Viajando para o Norte, Samuel Correia, da APAE Aracaju, mostrará suas telas coloridas por tinta de tecido e pintadas com os pés. 

 

Acese I

A Associação Comercial de Sergipe, através do Núcleo Centro Forte, em parceria com a CDL-Aracaju, Fecomércio-SE, SEBRAE-SE e Banese Card, lança na próxima terça-feira (19), a partir das 7h, a Campanha Promocional “Natal no Centro Premiado” e dará início às ações de fim de ano na região do Centro Comercial de Aracaju.

 

Acese II

Segundo o presidente da ACESE, Marco Pinheiro, as ações têm por objetivo atrair clientes para a região e incentivar o comércio no Centro de Aracaju. “O Núcleo Centro Forte planejou toda a ação com o objetivo de fazer de toda a região do Centro o que ela foi pensada em se tornar, um verdadeiro shopping a céu aberto, onde você encontra de tudo. Além disso, os lojistas já se uniram para que possam, pela segunda vez, garantir ao seu cliente uma série de vantagens”, explicou.

 

CRÍTICAS E SUGESTÕES

habacuquevillacorte@gmail.com e habacuquevillacorte@hotmail.com

O que você está buscando?