Atos revelam Bolsonaro “muito vivo” e deixam a oposição em alerta para 22

Habacuque, 17 de Março, 2020 - Atualizado em 17 de Março, 2020

Este colunista não vai entrar na discussão nacional sobre a participação do presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), nos atos realizados no último domingo (15), de apoio ao seu governo, em meio à pandemia do coronavírus. Há uma recomendação das autoridades sanitárias no sentido que não se promovam eventos aglomeração de pessoas e o próprio presidente havia orientado seus apoiadores a não participarem do protesto. Há uma preocupação generalizada com a propagação da doença que tem vitimado muitas pessoas pelo mundo afora e que começa a “ganhar corpo” aqui no Brasil.

Do ponto de vista “sanitário”, o presidente cometeu um equívoco, ao ponto dele já ter reconhecido e se manifestado neste sentido. Mas olhando o aspecto político, analisando o cenário, independente do COVID-19 (que não é um “vírus eleitoral”), as manifestações do domingo, em todas as regiões do País, de apoio ao modelo de gestão que vem sendo colocado em prática pelo governo Bolsonaro, já em seu segundo ano, ascenderam sim uma “luz amarela” entre os que fazem oposição ao presidente.

Os principais adversários políticos do governo foram surpreendidos com os atos realizados, sobretudo na região Nordeste, onde teoricamente Bolsonaro seria “minoria”. A força da manifestação do domingo, propagada nas redes sociais pelo próprio presidente e condenadas por setores da imprensa, revelam um cenário totalmente diferente do que vem sendo pregado por alguns setores, que inclusive chegando a falar publicamente em impeachment.

Isso (cassação de um presidente) geralmente “ganha musculatura” quando falamos de um governo impopular, mas está claro que há uma “divisão” no País, que a polarização que ficou marcante no processo eleitoral de 2018, continua muito forte tanto para as disputas municipais de 2020 e, principalmente, para quem está de olho nas próximas eleições presidenciais. De um lado, a esquerda que se sustenta com os discursos de entidades sindicais, movimentos sociais e setores da imprensa; do outro, apoiadores declarados e muita gente revoltada e desiludida com tanta omissão, corrupção...

Está claro que não vão derrubar o presidente da República “no grito”! O Congresso Nacional, através dos seus dirigentes, “ensaiou” entrar no “jogo” contra Bolsonaro, mas não obtém respaldo popular e, bem lá no fundo, há sim uma espécie de receio que a população se rebele ainda mais. Ao ponto do presidente da Câmara Federal, deputado Rodrigo Maia (DEM/RJ) já ter recuado nas críticas ao governo para defender a “unidade” na luta contra o coronavírus.

Os atos do domingo “pesaram” favoravelmente ao governo e a resposta foi tão imediata que o eterno presidenciável, Ciro Gomes (PDT), veio à tona para chamar o presidente de “irresponsável” para não respeitar as orientações médicas de isolamento, mas esse mesmo Ciro mês passado disse que o “desfecho seria pior” se ele estivesse no incidente “responsável” da retroescavadeira que seu irmão (CID) tentou jogar contra os militares cearenses. O ex-presidente Lula, então, está “desaparecido”! Oposição entrou em alerta para 22! Bolsonaro continua “muito vivo” politicamente...

 

Veja essa!

O anúncio feito pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, nessa segunda-feira (16), incomodou (e muito) setores da oposição ao governo. Foi apresentado um conjunto de medidas para amenizar os impactos econômicos causados pela disseminação do vírus, algo que inicialmente supera os R$ 147 bilhões.

 

E essa!

O Governo Federal disponibilizará R$ 83,4 bilhões para a população mais vulnerável (idosos) R$ 59,4 bilhões para a manutenção de empregos. O ministro anunciou a antecipação da segunda parcela do 13º salário para aposentados e pensionistas do INSS, para maio, num incentivo para a economia de R$ 23 bilhões. Os valores não sacados do fundo PIS/Pasep serão transferidos para o FGTS, injetando R$ 12,8 bilhões no consumo dos brasileiros, ou seja, exatamente o que a oposição criticava do governo.

 

Bolsa Família

Outra medida anunciada por Guedes e que “desmorona” o discurso da oposição é o reforço ao programa Bolsa Família, com a possibilidade de inclusão de 1 milhão de novos beneficiários, com a qual o governo espera um impacto de R$ 3,1 bilhões.

 

Empregos

Para fomentar a manutenção de empregos, o governo anunciou o adiamento do prazo de pagamento do FGTS e do Simples Nacional, cujos impactos somam, respectivamente, R$ 30 bilhões e R$ 22,2 bilhões. O pacote também contempla a disponibilidade de R$ 5 bilhões em crédito para micro e pequenas empresas e a redução das contribuições para o Sistema S por três meses, que desanuviarão a economia em R$ 2,2 bilhões.

 

Mais crédito

O governo também facilitará as exigências para a obtenção de crédito e a dispensa de documentação para renegociação das dívidas. Também promete facilitar a exportação de insumos e matérias-primas industriais.

 

Contra o Corona

Como medidas para o combate à pandemia, o ministro prometeu destinar os R$ 4,5 bilhões em recursos do fundo DPVAT para o SUS e a extinção de impostos de importação para produtos de uso hospitalar e médico até o final do ano. Isentou ainda de IPI os produtos importados que sejam necessários para o combate da doença, além da desoneração temporária de insumos produzidos no Brasil que também estejam listados como essenciais para os tratamentos.

 

Outras medidas

Além dos anúncios dessa segunda (16), o governo já havia anunciado a suspensão da prova de vida do INSS por 120 dias e a preferência tributária de produtos de uso hospitalar, além da antecipação da primeira parcela do décimo terceiro para o mês que vem.

 

Em Sergipe

O Governo do Estado editou um decreto de situação de emergência na saúde pública no Estado de Sergipe, contendo novas medidas de enfrentamento do Covid-19. Com isso, ficam suspensos todos os eventos públicos de quaisquer natureza que participem mais de 50 pessoas em ambientes fechados, ou 100 em ambientes abertos, ainda que previamente autorizados, tais como eventos desportivos, shows, passeatas, feiras, eventos científicos ou escolares, comícios, dentre outros.

 

Sem cinema e teatro

Ficam suspensas, também, atividades coletivas de cinema, teatro e afins; visitação a presídios e a centros de detenção para menores, pelos próximos 15 dias; atividades educacionais em todas as escolas, universidades e faculdades, das redes de ensino pública e privada, pelos próximos 15 dias.  O secretário de Estado da Saúde regulamentará a visitação a pacientes internados com diagnósticos de coronavírus.

 

Sem aulas

Também estão suspensas as atividades educacionais em todas as escolas públicas, universidades e faculdades, das redes de ensino pública e privada, pelos próximos 15 dias. O decreto suspende também a visitação a presídios e a centros de detenção para menores pelo mesmo período.

 

Escolas particulares

Após a confirmação nessa segunda-feira (16) de que agora são cinco casos em Sergipe de pessoas infectadas com o coronavírus, algumas escolas particulares decidiram anunciar que vão respeitar o decreto do Governo do Estado que será publicado no Diário Oficial desta terça-feira (17) e, para evitar a disseminação do vírus COVID-19, já estão confirmando a suspensão das atividades escolares.

 

Unit

No início da noite dessa segunda-feira, em nota, a Universidade Tiradentes suspende as atividades acadêmicas em todos os seus campi e polos a partir desta quarta-feira (18) até 29 de março. O mesmo se aplica para as atividades externas dos campi da Unit SE (incluindo as Clínicas de Odontologia, Estética e Cosmética, Fisioterapia, Psicologia, Biomedicina, NAF e NPJ).

 

Fanese e Pio Décimo

A Fanese faz praticamente o mesmo, suspendendo suas aulas por 15 dias, de 18 de março a 1º de abril, inclusive no período noturno e aos sábados; o Grupo Pio Décimo também suspendeu suas aulas, pelo menos, até o dia 29 de março de 2020, quando novas medidas podem ser adotadas, em respeito às orientações dos órgãos oficiais competentes.

 

Arqui e Amadeus

Uma das escolas mais tradicionais de Aracaju, o Colégio Arquidiocesano suspendeu suas atividades pedagógicas a partir desta quarta (18) até o dia 31, anunciando que um plano de ação será apresentado, inclusive com a possibilidade das plataformas digitais serem utilizadas para o envio de materiais; já o Colégio Amadeus também suspendeu por 15 dias, mas lembrando que nesta terça (17), haverá uma reunião da Fenen (Federação das Escolas Particulares de Sergipe);

 

Módulo e Salesiano

O Colégio Módulo também confirma a suspensão e anuncia a reunião da Fenen, como também dos seus coordenadores e apela para os pais “ficarem atentos aos comunicados oficiais em seus canais de informação”; já o Colégio Salesiano Aracaju também suspende as aulas por 15 dias. “Temos a certeza de que essa decisão será fundamental no sentido de coibir o avanço do vírus e que, por meio de uma ação conjunta e coordenada, conseguiremos retornar às atividades o quanto antes”;

 

Salvador e Babylândia

O Colégio do Salvador também confirmou a suspensão de suas atividades a partir de quarta-feira; o Jardim Babylândia ratificou a paralisação por 15 dias, com retorno previsto para o dia 31. “Estaremos em alerta e acompanhando o desenrolar dos acontecimentos, sempre seguindo as orientações dos órgãos competentes. Solicitamos a todos que sigam as orientações do Ministério da Saúde, já divulgadas pela mídia, objetivando conter o avanço dessa nova gripe”.

 

 

Alô Seduc!

“Coisas estranhas” continuam acontecendo dentro da Seduc. Encontra-se em andamento uma forte investigação, inclusive já com a suspeita de má utilização de recursos públicos, em licitações realizadas na Secretaria, por conta de supostos direcionamentos, pagamentos (medições de serviços realizados), jogo de planilha (pagando serviços com preços bons e desconsiderando os mesmos serviços com preços inferiores), dentre outras irregularidades.

 

Abra do olho, sujeito!

Não é de agora que este colunista alerta para o chefe de engenharia Valdir Pinto, que teria o respaldo do presidente da Comissão de Licitação (Euler). A turma faz o que quer apostando nos vínculos político/familiar, mas no final da investigação quem poderá “pagar a conta” é o atual secretário de Educação. Há quem diga que o rapaz assina “até sentença de morte” sem conferir, pelo grau de confiança que tem nos subordinados.

 

Exclusiva!

Ainda sobre esse assunto este colunista tomou conhecimento que algumas “irregularidades” já foram devidamente detectadas por integrantes da fiscalização, que perceberam incongruência nas licitações/contratações. A informação é que sempre são as mesmas empresas “no jogo” e as investigações já apontam outros nomes, como um fiscal de obra, por exemplo.

 

Entenda!

Até onde este colunista apurou, quando a Secretaria publica uma licitação e permite um maior número de participantes, essas empresas ofertam um preço equivalente a até 60% do preço do órgão; no entanto quando as mesmas empresas são contratadas por dispensa de licitação, com a indicação e formalização de Valmir e Euler, estranhamente os preços contratados chegam a 98% do preço da Seduc. A resposta? Qualquer dia desses no Gloro Repórter ou no Fantástico...

 

Bomba!

O Ministério Público Eleitoral emitiu um parecer junto ao TSE rejeitando todos os recursos apresentados pela defesa da chapa Belivaldo Chagas e Eliane Aquino e ainda reafirmou o pedido de cassação, mantendo a decisão do Tribunal Regional Eleitoral de Sergipe (TRE/SE).

 

Tramitação normal

Havia uma forte especulação em Sergipe de que o processo “demoraria” em BSB, mas, pelo visto, segue a tramitação normal, inclusive com o MPE imputando provas contundentes. Restam apenas o parece do relator do processo, que deverá sair em breve, e a consequente votação em plenário.

 

Pesquisas desconsideradas

Em seu relatório, o Ministério Público Eleitoral diz que o argumento de Belivaldo não liderar a disputa eleitoral no início da campanha não pode ser aceito “para afastar a gravidade do ato abusivo” porque o resultado baseia-se em pesquisas eleitorais “que não constituem fonte precisa e inquestionável sobre a preferência do eleitorado”.

 

Exclusiva!

“Os atos imputados ao recorrente Belivaldo Chagas comprometeram a normalidade e a legitimidade do pleito, maculando a isonomia e a paridade de armas entre os candidatos, motivo pelo qual é de rigor reconhecer a prática de abuso de poder. Diante do exposto, o MPE manifesta-se pelo improvimento dos recursos ordinários”, assina o vice-procurador-geral Eleitoral, Renato Brill de Góes.

 

Feiras livres

O total descumprimento do contato das feiras livres de Aracaju poderá levar a atual gestão municipal do prefeito Edvaldo Nogueira ao caos. Nas próximas edições este colunista trará dados concretos de um suposto “protecionismo” para a empresa contratada que vem descumprindo as cláusulas do contrato, bem como a demonstração concreta da falta de capacidade técnica, operacional e, principalmente, financeira para o atendimento das obrigações.

 

Faça sua aposta

A turma que gosta da Bolsa de Valores está apostando um para mil que, antes de 2030 (quando supostamente estaria concluído o prazo dos contratos atuais entre a Emsurb e a empresa constituída em Maio de 2019 para ser contratada) as 25 feiras de Aracaju ainda não estarão implantadas.

 

Olha o leão!

A Receita Federal já foi e já está operacionalizando, para saber de onde estão vindo os poucos recursos que já foram aplicados, por conta de uma empresa que não tem origem dos recursos e supostos sócios laranjas!

 

Alô Simão Dias!

De Simão Dias chega a informação que o PSC deverá apresentar o nome do empresário Epifânio Rocha para disputar a prefeitura do município este ano. Pelo visto o atual vice-prefeito Aloízio Viana está ficando fora da disputa. Vem aí mais uma disputa entre os “Capa Bodes” do PSB e PSC na cidade...

 

Adriano Bandeira

O presidente do Sinpol dispara nas redes sociais: “A Polícia Civil de Sergipe precisa tomar providências emergenciais em relação ao Coronavírus. Além do baixo efetivo, temos diversos policiais plantonistas com idade superior a 60 anos, em delegacias na capital que parecem minipresídios. Não somos imunes”, cobra o líder sindical.

 

Vai explodir!

Um servidor de um órgão público do Estado, que já passou por outras empresas/entidades e deixou seu rastro, está sob investigação por ter trabalhado durante um bom período para o Estado de Sergipe, recebendo pelo órgão e simultaneamente por uma empresa terceirizada!

 

Não se toca!

Petulante o rapaz ainda não se tocou com os avisos que recebeu e continua aprontando! Acreditando que tem armas para a luta, continua achando que vai deitar e rolar! Só esqueceu dos velhos ditados: quem avisa amigo é e quem dúvida paga pra ver!

 

Quebra-cabeça

Monte se for capaz: o que existe em comum entre as Prefeituras de Barra dos Coqueiros e Nossa Senhora das Dores, a Emsurb de Aracaju e a empresa Santa Clara Construções? Quem conseguir “desvendar” o “mistério” favor entre em contato para ganhar um “picolé de graviola”...

 

Alô Amparo!

Definida a chapa para prefeito e vice em Amparo do São Francisco: o atual presidente da Câmara, vereador Clélio Vieira vai disputar o comando do município e o vice será Roberto do Quilombo. A chapa tem o apoio do senador Rogério Carvalho (PT).

  

Capela I

O ex-prefeito de Capela, Ezequiel Leite, recebeu no início da noite dessa sexta-feira (13), em sua residência, alguns amigos e aliados políticos, além do presidente do Diretório do PSD em Sergipe, deputado estadual Jeferson Andrade. Na oportunidade, o parlamentar abonou a ficha de filiação de Ezequiel na nova legenda e assegurou que seu agrupamento terá candidato a prefeito do município em 2020.

 

Capela II

Acompanharam Ezequiel no ato de filiação diversos amigos e pré-candidatos a vereador, como José Edirani dos Santos, Ninho da Renovel, dentre outros. “Este foi apenas o nosso primeiro passo. Era preciso definir nossa posição política, nossa filiação partidária. Está feito, estou muito feliz no PSD, agradeço ao presidente Jeferson Andrade pela visita, pela atenção com o nosso agrupamento”.

 

Capela III

Ezequiel definiu como meta agora a estruturação do PSD em Capela já visando as eleições municipais que se aproximam. “No nosso partido não temos vereadores com mandatos. Estamos filiando amigos e pessoas que têm serviços prestados ao povo de Capela e que podem contribuir e ajudar uma futura administração no município. Até o dia 3 de abril o objetivo é montar uma chapa forte com pré-candidatos a vereador”.

 

Ezequiel Leite I

Sobre seu projeto político, Ezequiel disse apenas que ainda é cedo para qualquer anúncio, mas confirmou que seu agrupamento terá sim candidato a prefeito de Capela em 2020. Ele não quis antecipar se será o pré-candidato escolhido. “Mais para frente nós vamos reunir o grupo para definir o candidato. Feito isso, nós faremos uma grande festa de lançamento da pré-candidatura”.

 

Ezequiel Leite II

“Capela precisa de gestão, precisa de uma alternativa que tire, definitivamente, o nosso município das páginas policiais ou das polêmicas e baixarias nas redes sociais. A Prefeitura precisa reconquistar a confiança do servidor, efetivo e comissionado, que vai trabalhar ciente que o salário não vai atrasar; da população que terá os serviços públicos funcionando a contento; e dos fornecedores que vão prestar o serviço com a certeza que vão receber, sem qualquer interesse obscuro”, completou Ezequiel Leite.

 

DNIT

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Luciano Bispo (MDB), e o líder do governo na Alese, deputado estadual Zezinho Sobral (Podemos) estiveram reunidos, na sede do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes em Sergipe (DNIT), quando na oportunidade trataram sobre a duplicação da BR-101, em andamento sob a responsabilidade do governo federal.

 

Luciano Bispo

Os dois parlamentares também fizeram questionamentos sobre a situação em que se encontra a BR-235. Há uma luta do deputado Luciano Bispo no sentido que ela seja duplicada de Aracaju até Itabaiana. Luciano tem dito que espera por essa obra há 30 anos e não descarta a possibilidade de se formalizar uma parceria público-privada para que este sonho se concretize.

 

Zezinho Sobral I

Por sua vez, Zezinho Sobral explicou que durante a reunião, o superintendente os convidou para a liberação de nove quilômetros da via duplicada no trecho que liga Malhada dos Bois até Propriá na BR-101, incluindo o trevo de Cedro de São João, que era um pleito antigo da comunidade. “Serão nove quilômetros, que somados aos outros trechos, completam 20 quilômetros de trecho duplicado ininterrupto”, celebra o líder do governo. 

 

Zezinho Sobral II

Zezinho Sobral reforça ainda que o DNIT tem o compromisso firmado e tem recursos para as obras em andamento. “Esta é uma vitória a mais, pois já ultrapassa a metade das obras de pista de rolamento previstas. É uma notícia positiva depois de tantos anos de atraso e sofrimento para quem trafega diariamente pela BR 101. Vamos continuar atentos e acompanhando de perto esse pleito que é de todos nós sergipanos!”.

 

Cidadão Aracajuano

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Luciano Bispo, é o mais novo Cidadão Aracajuano. Recebeu a Comenda na sexta-feira (13), outorgada pelo presidente da CMA, vereador Josenito Vitale, o “Nitinho”. Luciano se emocionou durante seu discurso, falou de improviso, relembrou fatos históricos dos bastidores da política de Sergipe e da participação e influência de seus familiares em sua trajetória. Solenidade concorrida para um político pacifista que carrega consigo (algo raro hoje em dia) o dom da “palavra dada, palavra empenhada”. Um presentão para Aracaju!

 

 

Lagarto I

O ex-prefeito de Lagarto, Valmir Monteiro, desafiou a atual gestão a fazer a primeira substituição de casa de taipa por alvenaria. Segundo ele, a prefeitura não aceitou o desafio e nem enviou um membro da SEDEST (Secretaria de Assistência Social) para dar qualquer explicação. 

 

Lagarto II

Diante da negativa da Prefeitura de Lagarto, Valmir anuncia que, ao lado de amigos, está iniciando a construção da casa do morador conhecido por Zé de Eliza. “A ideia é a mesma da qual fazíamos em nossa gestão: construir para proteger toda a família antes dos períodos de chuvas. Para isso, conseguimos o apoio de diversos amigos, aliados e até de adversários políticos. Minha missão sempre foi cuidar dos lagartenses mais necessitados, ajudando de algum jeito, o que é diferente da atual administração municipal”.

 

Alô Rosário!

O ex-vice-prefeito de Rosário do Catete, César Rezende, filiou-se ao PDT, que tem na presidência estadual o deputado federal Fábio Henrique. “Hoje demos um passo importante para a concretização da nossa proposta de mudança, que visa garantir dias melhores para população de Rosário do Catete. Agradeço a confiança do partido e firmo aqui o compromisso de construir um projeto inovador para o nosso município. Vamos em frente!”, disse César Rezende. 

 

Fábio Henrique

Durante o ato de filiação, Fábio  Henrique afirmou que o pré-candidato tem todo apoio do PDT na disputa eleitoral que acontece no mês de outubro. “A eleição de César é uma prioridade do PDT.  Estaremos ao lado de dele para ajudá-lo a promover a mudança que Rosário tanto precisa”, destacou.

 

CRÍTICAS E SUGESTÕES

habacuquevillacorte@gmail.com e habacuquevillacorte@hotmail.com

O que você está buscando?