Belivaldo deve consultar chefes de Poderes sobre calamidade pública em Sergipe

Habacuque, 20 de Março, 2020

Sem querer despertar pânico para a população sergipana, mas bastante preocupado com o avanço da pandemia do novo coronavírus em todo o Brasil, e como não vivemos em uma ilha, o governador Belivaldo Chagas (PSD) estará reunido com os chefes de Poderes do Estado nesta sexta-feira (20), por volta das 10 horas, no Palácio de Despachos, quando abordará os números de pessoas infectadas com o vírus e pacientes sendo monitorados e, possivelmente, consultará a todos sobre a necessidade de se decretar situação de calamidade pública.

Antes que algum aliado do governo ou “adulador” mesmo tente descaracterizar este comentário, Sergipe tem seis casos confirmados, mas o Maranhão, que não tem nenhum registro oficial ainda, acaba de decretar situação de calamidade. É bem verdade que por lá chove muito e os maranhenses também estão sendo alvo do vírus H1N1. Mas sobre o coronavírus, mesmo sem nenhum caso confirmado, segundo dados da Secretaria de Estado da Saúde de lá, 205 pacientes já estão sendo monitorados.

E se esta é a realidade do Maranhão, na Bahia, nosso vizinho aqui do lado, já são 31 casos confirmados e o governo local já confirma que três casos foram vítimas de transmissão comunitária, ou seja, muito perto de Sergipe o vírus já começa a se propagar com uma intensidade bastante perigosa. Nosso outro “vizinho”, Alagoas, tem quatro casos confirmados (todos importados) e 38 casos sob suspeição. Lá, com em Sergipe, não existe “pânico”, mas há uma preocupação concentrada das autoridades.

O governo do Estado ainda não falou em decretar situação de calamidade pública, mas o iminente fechamento de shoppings, de lojas no comércio, em um cenário de escolas sem aulas, de órgãos públicos com serviços cada vez mais reduzidos e profissionais sendo orientados a produzirem em “home office” (à distância), o decreto de calamidade é algo quase que inevitável. Certamente passa pela cabeça do “galeguinho” a preocupação com a saúde dos sergipanos, mas também com a situação econômica dos micro e médios empresários.

Se confirmar a intenção de decretar calamidade pública, da mesma forma como fez o presidente da República, Jair Bolsonaro, Belivaldo terá que submeter seu pedido à Assembleia Legislativa para, só depois, o decreto passaria a ter validade. O governo federal decidiu ir para o enfrentamento ao coronavírus e não tem medido esforços e nem valores. Bilhões de reais estão sendo investidos de várias formas para ajudar a combater a doença e para minimizar o sofrimento de muitas pessoas que estão impedidas de trabalhar ou que tendem a ficar desempregadas.

O povo sergipano espera muito mais do governador Belivaldo Chagas e de sua vice, Eliane Aquino (PT), que, diga-se de passagem, precisa se impor mais, sair da “zona de conforto” e justificar a confiança do povo sergipano nas urnas. Ambos, evidentemente, não são responsáveis pela pandemia do coronavírus, mas são corresponsáveis na gestão da Saúde estadual, que precisa ser preparada para este “combate”. Vidas estão em jogo e é isso o que mais importa neste momento. Chegou a hora “de resolver”, galeguinho...

 

Veja essa!

Este colunista tem conversado com diversos micro e pequenos empresários sergipanos que estão profundamente preocupados com os efeitos do coronavírus. Os rumores de fechamento dos dois principais shoppings de Aracaju e até de lojas do comércio já preocupam a turma do ponto de vista financeiro.

 

E essa!

Antes de mais nada é evidente que todos estamos preocupados com os riscos da doença, mas a turma que emprega, que gera emprego e renda e que movimenta a economia local está assustada. Há quem estude anunciar férias coletivas de suas empresas; há quem pense em demitir o máximo possível; e outros estudam outras formas.

 

Desemprego e crise

É bem verdade que os efeitos da doença ainda são “primários” em Sergipe, mas este colunista faz um alerta para os trabalhadores, sobretudo para a famosa “arraia-miúda”: o momento é de muita oração e fé, de cuidado com a saúde e de preservação do emprego. Muitos empresários não sabem nem se terão condições de manterem seus negócios no “pós-Corona”. É “um olho no peixe e outro no gato”...

 

Bom exemplo!

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), garantiu a isenção da tarifa de contas de água para família de baixa renda do estado. Serão contempladas as famílias que se enquadrarem na Tarifa Social da Sabesp. A cobrança será suspensa por 90 dias a partir de primeiro de abril, até o fim de junho. E aí, Belivaldo?

 

Exclusiva!

Em meio à pandemia do Coronavírus, o vereador de Aracaju, Cabo Amintas (PTB), está protocolando na Câmara Municipal uma indicação para o prefeito Edvaldo Nogueira suspender a cobrança do IPTU dos aracajuanos enquanto perdurarem os sintomas da doença. Ele também vai requerer o bolsa-merenda para os alunos da rede municipal que estão sem aulas e sem merenda temporariamente.

 

Alese

Além das medidas de prevenção já anunciadas pela Mesa Diretora da Assembleia Legislativa para evitar a propagação do coronavírus, como a restrição ao acesso de pessoas ao prédio da Alese e a decisão de que somente ocorrerão às sessões ordinárias deliberativas, há um entendimento do presidente, deputado estadual Luciano Bispo (MDB), no sentido que na pauta da próxima votação (prevista para quarta-feira – 25), qualquer propositura que tenha relação com a prevenção ao coronavírus será priorizada pelo parlamento.

 

Igor Albuquerque I

O subsecretário-geral da Mesa Diretora, Igor Albuquerque, explica que há uma preocupação do presidente Luciano Bispo com o risco de propagação da pandemia e que todas as iniciativas que tragam sugestões para combater o vírus devem ser avaliadas com atenção. Os projetos de lei que buscarem estabelecer medidas de prevenção e combate à propagação do coronavírus terão prioridade na pauta.

 

Igor Albuquerque II

“Para a próxima votação serão pautados os projetos que estão em tramitação na Casa, mas há uma sensibilidade do presidente Luciano em priorizar tudo o que for proposto e tiver relação com o coronavírus. O presidente não se furtará em priorizar, em ser parceiro do Estado, ainda mais neste momento de enfrentamento à pandemia da Coronavírus. É um momento delicado, medidas já foram tomadas pela Casa e a nossa intenção é de prevenir o contágio e unir forças”, explica o subsecretário-geral.

 

Diálogo aberto

Por fim Igor Albuquerque avalia como positiva a abertura do presidente Luciano Bispo ao diálogo com os demais membros da Mesa Diretora, com os parlamentares e diretores do Poder. Ele ressaltou a responsabilidade de Luciano e da Alese com o povo sergipano. “Tudo o que chegar será analisado e votado com prontidão. Esse diálogo aberto pelo presidente Luciano Bispo também se estende aos líderes parlamentares”.

 

Almeida Lima I

Para o pré-candidato a prefeito de Aracaju, Almeida Lima, acerca do coronavírus, é preciso excluir o HUSE como referência para qualquer ação referente a coronavírus. “Não compliquem o HUSE mais do que se encontra. Isolar a Área Azul é tentar cobrir um santo, já descobrindo outro. Isso vai criar problemas na Rede Básica que, embora seja responsável por 70% de quem para ali vai, nunca assumiu a obrigação, e não deve ser agora, num momento de pandemia que se deve mexer nisso”.

 

Almeida Lima II

Segundo Almeida, que já foi secretário da Saúde, o HUSE não tem leitos de UTI suficientes para a demanda em situação normal, imagine com calamidade. “A necessidade de hospital para paciente portador de coronavírus é basicamente de UTI. Mesmo que o isolamento da Ala Azul seja para instalar UTI, não é adequado por não assegurar um ambiente isolado a exemplo da Hildete Falcão e do Hospital da Polícia que ficariam exclusivos”.

 

Hildete é a opção

Para Almeida a opção correta é a Hildete Falcão. “Lá existe UTI para 15 leitos e espaço para mais 30. Basta que a COPANEST, uma contratada da SES, faça as instalações e os gases medicinais dêem suporte. O paciente de coronavírus com complicação pulmonar precisa da UTI a fim de ser entubado”.

 

“Restrições restritivas”

Almeida ainda coloca que aos profissionais de saúde envolvidos deve-se garantir toda a  indumentária necessária para não se contaminar. “Quanto às ruas é preciso que seja restritivo agora, enquanto é cedo. Vigilância sanitária nas rodoviárias, aeroporto, feiras, shoppings, praias, igrejas, bares e restaurantes”.

 

Combate à influenza

Um leitor assíduo da coluna defende a vacinação contra influenza em “Drive Thru” de vacinação (Postos de vistorias do Detran, Postos em grandes estacionamentos, etc...) para diminuir o movimento nos postos de saúde e filas.

 

Olha o Rei!

Aposentado da vida pública, vez ou outra, Reinaldo Moura ressurge com uma novidade. “Ingratidão é o pior sentimento que a pessoa deva praticar”, diz ele, criticando o “desprezo” ao Marco de Inauguração (lado da Barra) da maior obra executada por João Alves Filho em seu último governo. “A foto mostra o que sobrou do CHAPÉU DE COURO que ficava na praça de acesso à BARRA/PIRAMBU/ATALAIA NOVA”.

 

Ainda ele

Falando em Reinaldo Moura, ele ainda acrescenta dizendo que as fotos forma feitas quando estavam reformando a praça. “A reforma foi concluída e o marco não foi nem recuperado e nem recolocado no lugar (vizinho ao Marco da BÍBLIA). É muita ingratidão! Se a BARRA é NOVA E BELA agradeça a JOÃO ALVES FILHO. Prefeito! Cadê o CHAPÉU DO NEGAO?”.

 

Sukita no Republicanos

Depois de “namorar” o PSD e “tentar ficar” com o PT, enfim Sukita achou um “ninho” onde ele se encontrou ideologicamente: está filiado ao Partido Republicanos, liderado em Sergipe pelos ex-deputados Jony Marcos e Heleno Silva. O partido está definido e Sukita garante que será candidato em 2020. Resta combinar com a Justiça Eleitoral...

 

Jackson sendo Jackson

JB lutou muito para assumir a presidência do MDB em Aracaju e, por muito pouco, não levou Everton Souza, seu pré-candidato a vereador para o PROS de Róbson Viana; agora declara apoio a Edvaldo Nogueira, mas com duas condições: não abre mão do “Lula Livre” (ou seja, aliança com Ciro Gomes é chance zero) e nem admite falar mal do também pré-candidato a prefeito Márcio Macedo (PT). Quem “joga” bem é ele...

 

Fala Coronel Rocha!

Pré-candidato a prefeito de São Cristóvão, o Coronel Rocha (Cidadania), em meio ao coronavírus, questiona nas redes sociais: “será que o governador irá se redimir do abandono, por anos, do nosso Hospital da Polícia Militar (HPM)? Temos UTI’s subutilizadas, profissionais qualificadíssimos! Belivaldo a hora chegou! Salve o HPM para salvar nosso povo”.

 

Zezinho do Bugio

O vereador de Aracaju, Zezinho do Bugio (PTB), faz um “balanço” de seu mandato até agora registrando que foram 52 projetos de lei, 204 requerimentos, 947 indicações e cinco moções. “O compromisso firmado desde o dia em que recebi a missão dada pelo povo”.

 

Adriano Taxista I

Para atender às medidas de prevenção ao Coronavírus (COVID 19), taxistas precisam limpar o carro diversas vezes ao dia. Com a redução do número de passageiros, por conta do isolamento social, necessário nesse momento de pandemia, não há como manter o equilíbrio das contas que são pactuadas em diárias.  “Sem auxílio, a categoria corre o risco que não conseguir atender a população de acordo com as orientações das autoridades sanitárias para assegurar a proteção à saúde coletiva”.

 

Adriano Taxista II

Por isso, ex-vereador Adriano Oliveira, conhecido como Adriano Taxista, vem em nome de toda a categoria de táxi do município de Aracaju, “pedir ao Superintendente da SMTT, Renato Telles, e ao prefeito Edvaldo Nogueira, para que possa disponibilizar máscara e álcool gel para os taxistas, uma vez que a categoria está com dificuldade de contrair novas despesas”.

 

ABIH I

Em reunião do Conselho de Desenvolvimento de Aracaju, com a presença do prefeito Edvaldo Nogueira, a ABIH-SE reforçou a necessidade de medidas fiscais para diminuir as consequências negativas no setor hoteleiro de Sergipe em virtude das restrições de circulação de pessoas para conter o avanço do novo Coronavírus. 

 

ABIH II

A vice-presidente da ABIH-SE, Daniela Mesquita, apresentou duas pautas principais que foram encaminhadas por ofício ao prefeito: suspensão do parcelamento do IPTU e reprogramação do pagamento; e suspensão do ISS com reprogramação do parcelamento.  Ela também solicitou uma ação junto aos colaboradores dos hotéis de vacinação contra a gripe, uma vez que eles são considerados grupo de risco, e um maior rigor dos órgãos de saúde na chegada das pessoas pelo aeroporto e rodoviária. 

 

Edvaldo Nogueira

O prefeito Edvaldo Nogueira ouviu atentamente as reivindicações e afirmou que irá analisar o pleito da ABIH-SE, retornando em breve. Ele mostrou-se sensível à situação do setor hoteleiro, que amarga uma enorme baixa na taxa de ocupação após a pandemia do COVID-19.

 

Rodrigo Valadares

O deputado estadual e pré-candidato a prefeito de Aracaju, Rodrigo Valadares (PTB) sugere ao governador a utilização do Fundo de Combate a Pobreza para minimizar os danos das pessoas com maior vulnerabilidade; Quem tiver CNH vencida não seja punido em Blitz; Entrega em domicílio dos medicamentos do CASE e Rede Básica, para pessoas que estão dentro do grupo de vulnerabilidade; zerar ICMS para Energia Elétrica, pois as pessoas têm que ficar em casa; cobradores e motoristas de ônibus que estão dentro dos grupos de vulnerabilidade fiquem em casa em quarentena remunerada.

 

Falando nele

Este colunista tomou conhecimento que Rodrigo Valadares confidenciou para pessoas próximas e familiares que ficou mais decidido a disputar a PMA depois da manifestação de um seguidor. Tratava-se de um homem que teria trabalhado por um bom tempo na casa da família de Rodrigo, que agradeceu muito e que, apesar das críticas contra o deputado, acredita no seu potencial porque conhece sua história de luta, em especial após o acidente com o ex-deputado Pedrinho Valadares (in memoriam). A manifestação feita em um grupo de whatsApp emocionou o parlamentar.

 

Alô Socorro!

Diante de todas as medidas para o controle da pandemia do coronavírus, a presidente da Câmara Municipal de Nossa Senhora do Socorro, Maria da Taiçoca, vem a público reconhecer o empenho dos vereadores e servidores da  Casa Legislativa, pelos esforços que vem fazendo para dar andamento aos projetos de lei de real interesse dos servidores públicos municipais e da população socorrense.

 

Maria da Taiçoca I

Entres os diversos projetos de leis, “podemos citar os que tratam de; garantias salariais para diferentes categorias de servidores municipais, bem como, o que resguarda o pleno funcionamento da saúde pública municipal, através do sistema SUS, sobretudo, no que diz respeito à preservação da vida da população”.

 

Maria da Taiçoca II

Vale destacar, acrescentou Maria, “os trabalhos de todos os membros das Comissões Permanentes da Câmara, pelas apreciações prévias e emissão de pareceres aos Projetos de Lei em tramitação. Em um momento de dificuldades e cuidados como este, o esforço  coletivo é de fundamental importância, pois a união faz a diferença”, concluiu a presidente da Câmara de Vereadores de Socorro.

 

Grupo Pinheiro I

Por conta do Coronavírus, o Grupo Pinheiro modifica funcionamento para garantir a saúde e segurança de colaboradores,  de clientes e sociedade, assim como de seus valores institucionais de respeito e comprometimento, inclusive com a saúde e segurança da sociedade.

 

Grupo Pinheiro II

O atendimento ao público via meios eletrônicos está mantido em todas as empresas: O Infante (Centro de Formação de Vigilantes, Pinheiro Sistemas de Monitoramento, Pinheiro Vigilância e Clube de Tiro Pinheiro). Para as atividades ininterruptas de segurança, o grupo operacionalizou todas as condições imprescindíveis de higiene, medicina e segurança do trabalho para os colaboradores escalados, conforme orientação dos órgãos de saúde, em conjunto com os tomadores de serviço.


InTCC

O Instituto de Terapia Cognitivo Comportamental (InTCC) está com vagas abertas para psicólogos, médicos psiquiatras, psicopedagogos e estudantes do 10º período de psicologia que desejam se especializar em Terapias Cognitivo-Comportamentais na Infância e Adolescência.

 

Curso

A especialização é ministrada pelos coordenadores gerais Renato Caminha e Marina Caminha, autores e coautores de literatura na psicologia, e Luiz Carlos Prado e Adriana Zanonato, que são especialistas voltados para a área familiar. O curso conta com materiais didáticos e bibliográficos produzidos especificamente para infância e adolescência. A especialização terá duração de dois anos com aulas ministradas uma vez ao mês.

 

Agregar conhecimento

Em Aracaju, o curso será coordenado pelas psicólogas Fabiana Lemos e Milena Rocha. “A função da especialização nesta área é agregar mais conhecimentos aos profissionais que atuam em clinicas. Serão momentos de adquirir habilidades trazidas por pessoas experientes e que são referências nacionais e internacionais, escritores e autores de muitos livros e instrumentos utilizados na prática clínica”, ressalta a psicóloga e coordenadora local do curso, Fabiana Lemos.

 

OAB I

A OAB/SE por conta do COVID-19 e, a partir das suspensões de prazos da Justiça, levou em consideração o prejuízo do recebimento de honorários dos advogados sergipanos e decidiu transferir as parcelas de pagamento da anuidade da instituição, aquelas dos meses de março, abril e maio, para os meses de outubro, novembro e dezembro deste ano, sem cobranças de correção monetária, juros e multa referente ao pedido.

 

OAB II

Além disso, os advogados e advogados que contraírem o COVID-19, mediante apresentação de documentação médica comprobatória, ficarão isentos das parcelas que tenham vencimentos nos meses de março, abril e maio do ano corrente. A decisão foi publicada pelo presidente da seccional, Inácio Krauss de Menezes.

 

CRÍTICAS E SUGESTÕES

habacuquevillacorte@gmail.com e habacuquevillacorte@hotmail.com

 

 

O que você está buscando?