Com o PSD compondo o governo Bolsonaro, Sergipe pode ser beneficiado!

Habacuque, 12 de Junho, 2020 - Atualizado em 12 de Junho, 2020

O Governo de Sergipe tem agora uma grande oportunidade para se aproximar, politicamente, do governo do presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido). Enquanto a “grande mídia” condena a escolha do deputado federal Fábio Faria (PSD/RN) para o novo Ministério das Comunicações, há aqui no Estado quem esteja “vibrando” com a possibilidade de o novo auxiliar “abrir portas” nos demais ministérios e órgãos federais para facilitar o repasse de recursos federais e investimentos em obras estruturantes.

No governo do ex-presidente Michel Temer (MDB), Sergipe tinha como líder do Congresso Nacional, o então deputado federal André Moura (PSC), que conseguiu viabilizar para o nosso Estado um montante superior a R$ 1,5 bilhão. Isso para a menor unidade da Federação, em dimensões territoriais, e que é muito dependente da ajuda do governo federal. Sem André Moura em BSB, os sergipanos perderam a “referência” junto ao Palácio do Planalto. Não custa lembrar, ainda, do ex-governador Marcelo Déda (in memoriam) nos governos do ex-presidente Lula (PT)...

Alvo de críticas por este colunista, a atual bancada federal de Sergipe deixa muito a desejar em relação às anteriores, sobretudo, quanto o volume de recursos viabilizados junto ao governo federal. Agora, com o PSD compondo o governo de Jair Bolsonaro, com um ministro com bom poder de diálogo com o Congresso Nacional, pode ser que o governador Belivaldo Chagas (PSD) e até o deputado federal Fábio Mitidieri (PSD) consigam fazer esse trabalho de articulação em Brasília para que nosso Estado volte a ter uma relação administrativa bastante amistosa com o Planalto.

Não custa lembrar que, em plena pandemia do novo coronavírus (COVID-19), dezenas de respiradores que chegaram a Sergipe foram enviados pelo governo federal e que, somente nos primeiros dias de Junho, como forma de ajuda por conta da queda da arrecadação estadual, já foram repassados mais de R$ 200 milhões, dinheiro que já entrou no caixa do Governo sergipano, que aproveitou e pagou o restante da folha do funcionalismo público, ativos e inativos. O agora ministro Fábio Faria pode viabilizar ainda mais ajuda neste momento difícil, quando nossa saúde está em colapso...

O governador Belivaldo Chagas, justiça seja feita, não tem se deixado levar pelo posicionamento ideológico e “malfadado” do Consórcio Nordeste e não tem feito oposição ao governo federal. Pelo contrário! Tem reconhecido, publicamente, toda a ajuda que vem de BSB. É hora de reunir a bancada federal do nosso Estado, mesmo que remotamente, apresentar projetos e discutir possíveis sugestões. Tem que aproveitar a participação do PSD na base do presidente e buscar sim uma aproximação. Os sergipanos, em geral, é que serão beneficiados...

 

Veja essa!

O presidente da Executiva Estadual do DEM, José Carlos Machado, tem intensificado as tratativas na oposição para a composição de uma chapa competitiva para enfrentar o prefeito Edvaldo Nogueira (PDT), que buscará a reeleição este ano.

 

E essa!

Machado tem conversado com o presidente estadual do PODEMOS, deputado estadual Zezinho Sobral, sobre a possibilidade de uma composição. Em 2016 Zezinho foi convencido pelo então governador Jackson Barreto a recuar de seu projeto para apoiar Edvaldo, mas findou esquecido pelo atual prefeito.

Pode surpreender

Apesar de ser o líder do governo de Belivaldo Chagas na Assembleia Legislativa, Zezinho Sobral tem independência para se posicionar em Aracaju e, se receber o “sinal verde” da Executiva Nacional de seu partido, pode aparecer como “surpresa” na eleição municipal, em uma possível composição com o DEM.

 

Luciano Pimentel I

Durante a sessão remota da Alese, com a presença da secretária de Estado da Saúde, Mércia Feitosa, o deputado estadual Luciano Pimentel (PSB) parabenizou o Governo de Sergipe pelo trabalho desempenhado no enfrentamento ao novo coronavírus, mas não deixou de fazer suas críticas à Prefeitura de Aracaju.

 

Luciano Pimentel II

Já sobre a PMA, o deputado disse que “no Brasil tomamos conhecimento do primeiro caso de Covid no mês de fevereiro. Já estamos em junho e a Prefeitura de Aracaju não conseguiu nem colocar esse controverso hospital de campanha para funcionar em sua integridade. Dos 152 leitos anunciados pela gestão, somente 60 estão ativos”.

 

Luciano Pimentel III

De acordo com Luciano Pimentel, enquanto Aracaju possui mais de cinco mil casos confirmados do coronavírus, o prefeito Edvaldo Nogueira utilizou uma regulamentação de seis anos atrás, que atribui ao Estado a regulação de UTIs, para justificar o fato da capital sergipana ser uma das poucas da região nordeste em que a Prefeitura não montou uma unidade de terapia intensiva para ampliar o atendimento à população.

 

Pessoas morrendo

“As pessoas estão morrendo e ele falando em protocolo de 2014. Isso é inadmissível em um município que concentra cerca de 50% dos casos de Covid”, lamentou. Para o parlamentar, essa inércia da gestão municipal ainda coloca em risco a estruturação de qualquer plano para retomada da economia sergipana.

 

“Pôncio Pilatos”

“Acho que a Prefeitura precisa, urgentemente, agir de forma mais eficiente. Parece que o prefeito está como Pôncio Pilatos, levando as mãos para fugir ou eximir-se de sua responsabilidade. Questiono-me se ele está preocupado com o quadro da saúde ou apenas com a questão eleitoral”, concluiu Luciano Pimentel. Com a palavra a prefeitura de Aracaju...

 

Ezequiel Leite I

“Sukita brincou a vida toda de mamulengo em Capela. Enganou o povo enquanto pode, até ser condenado e ir parar na cadeia! Lá é o lugar de bandido da mão mole, gente que desvia o dinheiro do povo, que faz política em cima da miséria do pobre. O rei da ostentação fez escola! Agora o irmão também está preso! É uma maldição que paira sobre este rapaz! Tudo o que ele toca, até reluz ouro, mas cheira mal porque é podre por dentro”.

 

Ezequiel Leite II

O desabafo é do ex-prefeito de Capela e atual pré-candidato, Ezequiel Leite (PSD), que decidiu comentar as mais novas e irresponsáveis acusações de Sukita, tentando responsabilizar o empresário na operação da Polícia Civil que resultou na prisão do ex-presidente da Câmara Municipal da cidade, José Adaltro Santos, mais conhecido como “Adaltro Sukita”.

 

Operação Mamulengo

O Departamento de Crimes contra a Ordem Tributária e Administração Pública (Deotap) deflagrou a “Operação Mamulengo” para desarticular uma associação criminosa responsável por suposto desvio de recursos públicos e que tem como base a Câmara Municipal de Capela. Foram cumpridos mandados de prisão preventiva e busca e apreensão em Aracaju, Capela e Propriá. Dois empresários que participavam do suposto esquema também foram alvos da investigação.

 

Mente muito

“Agora ele (Sukita) surpreende até o povo de Capela com mais uma acusação em torno do meu nome. É desespero puro! Não tenho nada a ver com essa prisão e se o irmão dele cometeu algum crime, que responda por seus atos praticados. Sukita pare de ser irresponsável! Ele mente tanto, que talvez já não engane nem a si mesmo! Ninguém acredita neste rapaz! E ainda fica acusando as pessoas! Parece que ainda está ‘tonto’ dos dribles que andou tomando da vida”, ironizou o ex-prefeito.

 

Só vexame

Ezequiel disse ainda que o povo de Capela merece respeito e cansou de tanta imoralidade. Ele enfatiza ainda que o município não sai das páginas policiais, e que alguns políticos não param de passar vexame. “É mala de dinheiro pra lá, mala de dinheiro pra lá; é recurso que vai e volta; é preso em quadrilha de desmonte de carro; é traição, agressão, xingamentos e exposição de dramas pessoais. Tem de tudo na política do nosso município”.

 

Só saúde

Por fim, Ezequiel lembra que estamos diante da pandemia do novo coronavírus (COVID-19) e no momento em que o povo mais precisa, algumas pessoas insistem na politicagem. “O momento é de se preocupar com a saúde, em salvar vidas. Agora não é hora de pensar em si ou no bolso! A polícia que investigue e a justiça que julgue. Espero que o povo de Capela tenha juízo e não dê ouvidos a essa molecagem e nem para a turma da ‘fábrica de doces’!”, concluiu.

 

Andréa Macedo I

Leitora assídua da coluna, Andréa Macedo realizou sua apresentação de TCC para o curso de Psicologia pela Faculdade Pio Décimo, e com muita dedicação foi aprovada. Além de dedicada aos estudos, Andréa é uma mãe exemplar e é viúva do saudoso amigo e jornalista Macedo Filho (in memoriam), que por décadas fazia a cobertura dos trabalhos na Assembleia Legislativa de Sergipe.

 

Andréa Macedo II

Macedo Filho que, por várias vezes, aconselhou este colunista e passou muito de sua experiência nos bastidores do Poder. Com a aprovação no TCC, Andréa enche de orgulho seus filhos Oscar e Iara, pelo sucesso e conquista neste desafio concluído. Fica a certeza que Macedo Filho, mesmo não estando presente, infelizmente, estaria orgulhoso por ela ter chegado até aqui. Sucesso para a nova psicóloga!

 

Emília Corrêa I

Durante mais uma Sessão Extraordinária remota (online) da Câmara Municipal de Aracaju (CMA), a vereadora Emília Corrêa (Patriota), solicitou a discussão e votação do Projeto de Lei (PL) 60/2020, de sua autoria, que prevê como prática abusiva o aumento desenfreado dos preços de produtos alimentícios, farmacêuticos, de higiene (entre outros) no período de pandemia.

 

Emília Corrêa II

Os comerciantes que não obedecerem ficarão sujeitos a multa administrativa. Ressaltou que o momento é crítico em vários aspectos e requer compreensão, respeito e empatia tanto dos gestores quanto dos empresários com a população.

 

Lixo de Aracaju

Pré-candidato a prefeito de Aracaju pelo partido Democracia Cristã, o delegado Paulo Márcio, usou suas redes sociais para criticar Edvaldo Nogueira. “Prefeito Edvaldo Nogueira, Aracaju inteira sabe que a licitação do lixo foi direcionada para beneficiar a Torre. Eu não ando roubando para pagar R$ 36.500,00 a gestor incompetente. Nos veremos na Justiça!”. Com a palavra o prefeito da capital...

 

Maria do Carmo I

A senadora Maria do Carmo Alves (DEM) destacou a importância do Junho Vermelho dedicado a estimular Governos e sociedade a adotarem ações que visam o aumento de doação de sangue. “O isolamento social tem impactado nesse processo de doação, pois as pessoas precisam e devem permanecer em casa para evitar contágio pelo Covid-19, porém, manter essa corrente para salvar vidas é imprescindível”, afirmou a senadora.

 

Maria do Carmo II

A parlamentar destacou que as instituições responsáveis pela coleta têm reforçado todos os procedimentos necessários para garantir a segurança dos funcionários e dos doadores que precisam de cuidados redobrados nesse período de pandemia. Maria lembrou que os hospitais de todo o país continuam recebendo pacientes, muitos em situações graves, que necessitam de sangue, mas os gestores das unidades têm revelado preocupação ao perceberem que os estoques estão baixando consideravelmente.

 

Junho Vermelho

“Normalmente, o mês de junho especialmente no nosso Nordeste, há um aumento no número de doadores por ser um período junino, onde se registra grande número de queimados, bem como de pessoas com problemas respiratórios por conta da fumaça e dos fogos. Esse ano, as tradicionais festas juninas não ocorrerão para que não haja aglomerações, mas existem pacientes internados pelos mais diversos motivos que precisam de sangue para continuar vivendo”, frisou Maria do Carmo.

 

João Daniel I

O deputado federal João Daniel (PT/SE) apresentou na Câmara, o requerimento 607/2020, solicitando informações ao ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, sobre as atividades de exploração e produção de óleo/gás, na plataforma continental, em Sergipe.

 

João Daniel II

As informações solicitadas referem-se às concessões denominadas Farfan, Moita Bonita, Barra, Muriú, Poço Verde e Cumbe, em fase de planos de avaliações de descobertas, todas localizadas em região de lâmina d’água profunda a ultraprofunda. Os resultados promissores nesses novos campos foram anunciados pela própria estatal em webcast com investidores na primeira quinzena do mês de maio, durante apresentação dos resultados de desempenho da empresa no primeiro trimestre deste ano.

 

Alô São Cristósvão! 

Em entrevista concedida ao Jornal da 105 FM, apresentado pelo jornalista Bob Júnior, a pré-candidata a prefeita de São Cristóvão pelo PSC, Gedalva Umbaubá, desmentiu boatos de uma possível chapa política para vice com o atual gestor Marcos Santana. “Estou pré-candidata a prefeita e o meu compromisso é com o povo de São Cristóvão”, esclareceu.

 

Segue na oposição

Gedalva disse que está como oposição e que desde o ano de 2017 tem tido essa conduta. A pré-candidata afirmou, ainda, que o seu adversário político é o atual prefeito, e que não existe possibilidade de conversa com o gestor para uma formação de chapa política. “Não existe essa hipótese, a minha pré-candidatura é para prefeita do município”.

 

Laércio Oliveira I

Em reunião online da Frente Parlamentar para o Desenvolvimento Sustentável do Petróleo e Energias Renováveis, o deputado federal Laércio Oliveira pediu para o presidente da Câmara Rodrigo Maia que seja votada o quanto antes no Plenário da Câmara dos Deputados a urgência da Lei do Gás. Laércio é relator do projeto, que é a base do choque de energia barata do governo federal, importante para incentivar uma reindustrialização do país. Rodrigo Maia informou que antes deve haver um debate com alguns líderes e ouvir as pessoas.

 

Laércio Oliveira II

A reunião contou ainda com a participação dos deputados federais Paulo Gamine e Cristino Áureo, do diretor do Departamento Nacional de Águas e Energia Elétrica - DNAEE do Ministério de Minas e Energia, José Mário Miranda Abdo e investidores. Laércio estava acompanhado na reunião do superintendente da Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Sergipe, Marcelo Menezes.

 

TCE I

A Associação dos Membros dos Tribunais de Contas do Brasil (Atricon), publicou nota técnica, acerca da competência dos Tribunais de Contas do Brasil quanto à fiscalização dos recursos repassados pela União, a título de auxílio financeiro, aos Estados, Distrito Federal e Municípios, no âmbito do enfrentamento à Covid-19. No caso de Sergipe, o entendimento é de que caberá ao TCE/SE fiscalizar a aplicação dos recursos recebidos pelos entes jurisdicionados locais, assim como ocorrerá nas jurisdições dos demais Tribunais de Contas estaduais e municipais.

 

TCE II

“O que temos vivenciado com esta pandemia é um cenário adverso, com consequências que recaem sobre as contas públicas e afetam a atuação do sistema tribunais de contas, de forma que o trabalho de fiscalização e controle que já fazemos habitualmente terá esse incremento e certamente iremos corresponder”, comentou o conselheiro Luiz Augusto Ribeiro, presidente do TCE/SE.

 

Alô Propriá!

Durante entrevista ao radialista Patrício Lessa, o pré-candidato a prefeito de Propriá, Dr. Valberto, realizou declarações que provocaram reações na classe política propriaense. Dentre os inúmeros adjetivos utilizados, inicia-se: “Eles estão preocupados com a minha presença em Propriá, esses borra-botas. São uns borra-botas e, ficam enchendo de besteiras”, afirmou.

 

Mais polêmicas

Em outro trecho da entrevista-desabafo, Dr. Valberto direcionou críticas ao atual líder do prefeito Iokanaan Santana na Câmara Municipal, vereador Júnior do Povoado São Miguel (PL). “Esse é um coitado, a única pessoa que pode resolver o problema dele é o criador. Que pode colocar em um tacho e desmanchar para nascer outro melhor Ele irá morrer do jeito que estar e, a tendência é piorar”, destacou Valberto de forma categórica.

 

“Baboseira”

Continuando com críticas ao líder, Valberto foi contundente: “É capaz de botar no liquidificador, triturar e colocar pra frente para se locupletar. Tô ligado nele”, revelou. Durante entrevista, Valberto frisou que não tem nada mais com o parlamentar. Que, segundo ele, de vez em quando solta uma “baboseira” porque não tem o que falar na Câmara. 

 

Mudança de postura

E Valberto ainda questiona, na entrevista, a mudança de postura do vereador. “Pois, após passar anos e anos colocando o cacete no atual gestor e, de repente aparece abraçado. Qual o problema? Quais os motivos? Só eles sabem!”, conclui.

 

Maria Mendonça I

A Assembleia Legislativa aprovou indicação da deputada estadual Maria Mendonça (PSDB) solicitando ao Governo do Estado a adoção de esforços para garantir a testagem de idosos, bem como funcionários de asilos e casas de apoio no âmbito do Estado de Sergipe, com o objetivo de identificar possíveis infectados pelo Covid-19.

 

Maria Mendonça II

De acordo com a propositura aprovada, além da testagem o Governo, também, deverá adotar ações educativas e de prevenção junto aos trabalhadores e moradores desses ambientes, disponibilizando equipamentos de proteção pessoal, como máscara e álcool em gel, por exemplo.

 

Anderson de Tuca I

O vereador Anderson de Tuca (PDT) protocolou um requerimento na Câmara Municipal de Aracaju (CMA) direcionado ao Laboratório Central de Saúde Pública de Sergipe (Lacen), cobrando providências quanto à divulgação de informações em relação ao número total de pessoas testadas em função do novo coronavírus (Covid-19) em Sergipe.

 

Anderson de Tuca II

O vereador questiona o retardamento destas informações e diz que o Lacen deve assumir uma postura célere diante da publicação dos resultados destes testes, pois, o atraso gera inquietações em indivíduos suspeitos, os quais realizaram a testagem e ainda não sabem se estão com a doença ou não.

 

Demora nos resultados

“Se o problema é falta de insumos, que o Lacen seja o mais breve possível em cobrar a matéria-prima para o Ministério da Saúde. O povo não pode esperar mais. Um resultado que antes saía em 24 horas, agora demora cerca de 10 dias para chegar na mão do paciente e também para as estatísticas”, disse o parlamentar.

 

Inconsistências

Além disso, o Anderson acredita que o retardo no processamento dos resultados gera inconsistências no número geral de casos divulgados pelo Estado, pois, a capacidade do Laboratório foi reduzida na metade do que poderia divulgar em 24h – passando de 800 testes à 400.

 

Confusão nas estatísticas

“Isso gera confusão tanto para os testados, quanto para as estatísticas do número total de casos suspeitos, confirmados e descartados diante da redução da capacidade do Lacen. É preciso que o órgão assuma uma postura ágil o quanto antes, pois, o problema está crescendo, as pessoas estão aderindo cada vez menos ao isolamento social e isso só dificulta o cenário em que estamos”, disse o vereador.

 

Pesar I

O senador Alessandro Vieira (Cidadania), em nome dos demais membros de seu partido, encaminha nota de pesar para lamentar o falecimento de José Lúcio Alves Costa e prestar solidariedade aos seus familiares e amigos. “Lúcio Alves, como nós o conhecíamos, além de um dos mais atuantes Conselheiros Estaduais de Saúde em nosso Estado,  sempre foi uma grande referência na luta pelos renais crônicos e transplantados em Sergipe”.

 

Pesar II

“Que Deus, em sua infinita misericórdia, possa neste momento difícil trazer a paz e o conforto a todos os  impactados com essa inestimável perda, especialmente sua esposa, filhos, irmãos e sua querida mãe. Esses são os sinceros votos de todos os integrantes do Cidadania em Sergipe”, completa a nota o senador.

 

Kitty Lima I

Os parlamentares sergipanos aprovaram, na sessão remota dessa quarta-feira (10) da Assembleia Legislativa, a indicação da deputada estadual Kitty Lima (Cidadania) solicitando ao prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira (PDT), o cumprimento das determinações judiciais que dizem respeito a solução de problemas de drenagem e esgotamento sanitário da zona de expansão da capital.

 

Kitty Lima II

Ao justificar sua indicação, a parlamentar voltou a outubro de 2019, quando a juíza titular da 1ª Vara Federal da Justiça Federal de Sergipe, Telma Maria Santos Machado, julgou parcialmente procedentes os pedidos formulados pelo Ministério Público Federal  em litisconsórcio ativo com o Ministério Público Estadual e o Conselho das Associações de Moradores dos bairros Aeroporto e Zona de Expansão de Aracaju (Combaze).

 

Zona de Expansão

“A magistrada assegurou à população que a Prefeitura de Aracaju, em conjunto com as entidades e órgãos das esferas estadual e federal, deverá dar solução aos problemas de drenagem e esgotamento sanitário da zona de expansão. Aquela região apresenta dificuldade natural de escoamento de águas pluviais”, reforça a parlamentar.

 

Plano de drenagem

Por fim, Kitty Lima lembra na indicação que as águas das chuvas se acumulam nas lagoas e que é preciso um plano emergencial de drenagem da região. “A ausência de uma rede de esgotamento levou a população a adotar ações alternativas, o que vem contaminando o lençol freático. A população vem sofrendo com a falta de infraestrutura, em especial, aqueles dos povoados mais afastados que necessitam de maior presença do poder público”.

 

CRÍTICAS E SUGESTÕES

habacuquevillacorte@gmail.com e habacuquevillacorte@hotmail.com

 

 

O que você está buscando?