Cada vez mais longe do PT e de Ciro, Belivaldo pode se aproximar de Bolsonaro!

Habacuque, 12 de Agosto, 2020 - Atualizado em 12 de Agosto, 2020

O processo natural de renovação política que começa a acontecer em Sergipe tem requerido, por parte deste colunista, fortes reflexões sobre a formação de novos grupos, dentro dos mais variados cenários. Os “velhos líderes” ou já se foram ou estão praticamente “fora de combate” e muita gente “nova” ainda está “patinando”, achando que sabe ou entende o que significa “ser político” ou “fazer política”! A prova maior é que determinados alinhamentos partidários que existem no Estado não se repetem no plano nacional e vice-versa.

Como já fora dito por este colunista, na próxima segunda-feira (17) já existe grande expectativa para uma visita oficial do presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido) a Sergipe. Além de eventos já previamente confirmados, é possível que o chefe do Executivo nacional também cumpra algum tipo de agenda política. Pela postura que Bolsonaro vem adotando em alguns Estados, possivelmente ele não fará qualquer associação sobre a disputa municipal de Aracaju. Um “agenda política” nem sempre é uma “agenda eleitoral”.

Diferente do que ocorreu em outros Estados do Nordeste, como no Ceará, por exemplo, onde o governador não acompanhou o presidente da República em recente visita na inauguração de um trecho das obras de transposição de parte das águas do rio São Francisco, mesmo garantindo o abastecimento de municípios cearenses, em Sergipe existe uma perspectiva que o governador Belivaldo Chagas (PSD) terá uma postura mais “diplomática” e fará sim a recepção na segunda-feira.

Se trata de um ato meramente administrativo sim, mas “recheado” de aspectos políticos. Aliados do governador, talvez por conta própria, trabalham acertadamente por uma aproximação. Ela é importante para um Estado tão refém dos recursos federais como Sergipe. Belivaldo fez campanha e votou contra o político Bolsonaro, mas do ponto de vista administrativo não ganhou nada com isso! O PT, que já fez história e que já deu sua contribuição, boa ou ruim, não vai ajudar o governador sergipano a tirar nosso Estado do “fundo do poço”!

O PT, que Belivaldo levantou a “bandeira”, hoje faz oposição dura e irrestrita ao presidente da República e ao governo. O governador não deve e talvez nem queira seguir nesta linha. O mesmo vale para o PDT do eterno presidenciável Ciro Gomes que, sempre muito mal nas pesquisas e levantamentos, tenta criar fatos políticos ou antecipar o pleito de 2022. O deputado Capitão Samuel (PSC), por exemplo, defende abertamente que na visita de Bolsonaro lhe seja conferido o Título de Cidadão Sergipano. Esta não é uma “agenda eleitoral”, mas não deixa de ser uma pauta política...

E, além de tudo do que já foi dito aqui, tem outro “argumento” que aproxima ainda mais o “galeguinho” do presidente da República: seu partido, o PSD, compõe o governo federal, tem um ministro atuando e, parte de sua bancada no Congresso, já está na base de Bolsonaro. Do ponto de vista administrativo, não há nem o que pensar sobre esta oportunidade de aproximação junto ao presidente; do ponto de vista político, Belivaldo não tem direito à reeleição, possivelmente não deverá disputar mandatos eletivos em 2022 e, se olhar as pesquisas eleitorais, vai perceber que PT e PDT não vivem um bom momento...

 

Veja essa!

Este colunista já colocou e vai repetir, mesmo parecendo “cansativo”: o marketing do candidato à reeleição Edvaldo Nogueira (PDT) já está atuando abertamente para tentar dividir a oposição em Aracaju, inclusive através de setores da imprensa. Há uma espécie de “manipulação das informações” evidente...

 

E essa!

As pessoas não estão compreendendo que estamos vivendo em “novos tempos” e que, com a velocidade das informações, com as redes sociais, fica difícil de se impor “mentiras” diante da realidade. O povo está mais atento...

 

Alô Rodrigo!

O deputado estadual Rodrigo Valadares (PTB) ascendeu rapidamente e tem tudo para prosperar politicamente, para seguir o legado do pai, o amigo deste colunista Pedrinho Valadares (in memoriam). Mas precisa aprender que, na política, tem horas que é preciso falar menos e ouvir mais...

 

O que ganha Rodrigo?

Talvez não esteja sendo “maldoso” ou “mal intencionado”, mas o ataque frontal que fez ao ex-senador Eduardo Amorim (PSDB) foi desnecessário. Seu pai, por exemplo, tinha uma relação muito amistosa com o grupo que em Sergipe chegou a ser liderado pelos irmãos Amorim. O embate com o tucano só trará “feridas”, sem qualquer ganho político ou eleitoral. Talvez seja a juventude...

 

Está sendo usado?

Este colunista não é defensor de Amorim e nem advogado, mas faz aqui um alerta para Rodrigo Valadares: diferente do que possa parecer, a leitura que se faz é que o deputado está apenas sendo usado, politicamente, por quem melhor convém suas críticas e ataques. O primeiro passo do amadurecimento é construir uma imagem própria, moderna, propositiva e sem agressividade...

 

Bomba!

A coluna está apurando, e se trata de mais uma das investigações do “detetive virtual”, mas a prefeitura de Capela contratou, por dispensa de licitação, uma empresa de software do Espírito Santo, pagando uma “bagatela”! Trata-se da NUSA DO ESPÍRITO SANTO LTDA.

 

Exclusiva!

Este colunista não vai antecipar nada, por enquanto, e vai esperar os dados do “detetive virtual” José Edirani, que costuma fazer “pesquisas de campo”! Mas, como perguntar não ofende nunca, e mais precisamente à prefeita Silvany: será quem em Sergipe não existe empresa com esta especialidade para ser contratada por dispensa?

 

Alô SMTT!

A reclamação vem dos usuários do transporte coletivo, em especial a turma que trabalha na região das praias e que frequenta o terminal da Zona Sul, na Atalaia: a turma fica de 30 a 40 minutos, se aglomerando e esperando um ônibus nos finais de tarde, enquanto uma empresa que diz ser “MODELO” mantém dois ou três veículos no “repouso”! Alô Euza Missano! Um “prato cheio” para o coronavírus! Aqui o “povão” tem voz...

 

Alô Emurb!

Este colunista vai colaborar com a Prefeitura de Aracaju: o endereço é a Rua José Araújo Neto, próximo do Colégio Barão de Mauá, ali no Conjunto Orlando Dantas. O trecho retrata a “buracaju” que vivemos! Dia desses, sob forte chuva, um motoboy sofreu um acidente no local, que poderia ter sérias consequências, por conta de uma “cratera” que logo vai comemorar “aniversário” no local! Os moradores apelam por reparos. Querem ver o retorno do valor pago do IPTU...

 

Alese

A Assembleia Legislativa de Sergipe retomou suas atividades em plenário, na manhã dessa terça-feira (11), mas com a adoção do sistema misto (com parte dos parlamentares presentes no plenário e parte em acesso remoto). Desde meados de março, por conta da pandemia do novo coronavírus (COVID-19) que os trabalhos vem ocorrendo em ambiente virtual, respeitando os decretos governamentais e as regras de isolamento social.

 

Formato misto

Permanecem válidas as normas da Resolução 6/2020 (art. 3, parágrafo único), quanto a acesso ao plenário, considerando as medidas sanitárias para a proteção de todos, sendo admitidos apenas no plenário os deputados e servidores da Secretaria-Geral da Mesa Diretora e que são indispensáveis à sessão. Neste formado misto, os parlamentares que optarem pelo acesso remoto, permanecem sob as regras atuais.

 

Seguem remotas

É importante enfatizar que as sessões permanecem regidas, também, pela Resolução n. 7/2020, que trata do SDR (Sistema de Deliberação Remota), ou seja, não haverá pequeno e grande expediente, nem explicação pessoal; haverá somente Ordem do Dia, e, logo após, o presidente pode franquear a palavra aos deputados que desejarem.

 

Pauta de votação

Na sessão dessa terça-feira foram apreciadas e aprovadas indicações dos deputados estaduais Luciano Bispo (MDB), Talysson de Valmir (PL) e Iran Barbosa (PT). Do presidente da Alese foi aprovada a indicação onde ele solicita ao governador o CEASA da cidade de Itabaiana seja denominado “Capitulino Alves dos Santos”.

 

Talysson de Valmir I

Do deputado Talysson de Valmir foi aprovada uma indicação onde ele solicita ao governador para viabilizar o turismo religioso no município de Nossa Senhora Aparecida, considerando o fluxo de fiéis católicos que visitam o município durante todo o ano, especialmente na romaria da Santa, que ocorre anualmente no mês de outubro.

 

Talysson de Valmir II

Também de Tallysson foi aprovada a indicação onde ele solicita que o D.E.R. viabilize reparos urgentes na ponte sobre o rio Jacoca, na SE-175, entre os municípios de Ribeirópolis e Nossa Senhora Aparecida; do mesmo parlamentar foi aprovada a indicação onde também solicita ao D.E.R. no sentido que se promova a instalação de um redutor de velocidade na rodovia estadual SE-175, nas proximidades da localidade conhecida como “Curva do Salgadinho” em Nossa Senhora Aparecida, devido ao considerável número de acidentes ocorridos no trecho.

 

Iran Barbosa I

Do deputado Iran Barbosa foi aprovada a indicação onde ele solicita governador do estado e ao presidente do Ipesaúde, para que promovam a realização de estudos pertinentes, visando alternativas legais para a renovação e realização de novos convênios a serem assinados entre o Ipesaúde e os diversos municípios de Sergipe.

 

Iran Barbosa II

Também de Iran foi aprovada a indicação onde ele apela ao diretor-presidente do D.E.R. pela recuperação da malha asfáltica da rodovia SE-160, no trecho que liga as cidades de Itabaianinha e Tomar do Geru; em outra indicação ao D.E.R. o petista pede a recuperação da malha asfáltica da rodovia SE-385, no trecho que liga as cidades de Itabaianinha e Arauá; ainda de Iran, e também ao D.E.R. foi aprovada a indicação onde ele solicita a recuperação da malha asfáltica da rodovia SE-339, no trecho que liga as cidades de Capela e Nossa Senhora das Dores.

 

Zezinho Guimarães I

O deputado estadual Zezinho Guimarães (MDB) participou da sessão mista realizada, na manhã dessa terça-feira (11), no plenário da Assembleia Legislativa, e aproveitou para destacar a tramitação da Reforma Tributária no Congresso Nacional. Na oportunidade, o parlamentar sugeriu que o Governo do Estado e a Prefeitura de Aracaju tenham uma atenção especial com as micro e pequenas empresas nesse processo de retomada da economia.

 

Zezinho Guimarães II

O parlamentar não escondeu seu contentamento com o início da tramitação da Reforma Tributária que, segundo ele, “é um sonho do povo brasileiro”. “No Rio Grande do Sul, temos o primeiro Estado que encaminhou para a sua Casa Legislativa uma proposta, algo que me parece ser extremamente importante para o desenvolvimento do Estado. São pontos que devemos tratar sobre uma Reforma Tributária Estadual, algo que precisa ser encarado neste momento de retomada do setor produtivo”.

 

Zezinho Guimarães III

Zezinho lamentou que Sergipe tenha, oficialmente, por conta da pandemia, 21 mil pessoas desempregadas. E ele externa sua preocupação sobre um possível crescimento desse quantitativo agora, com a retomada da economia. “A gente não sabe quais empresas continuarão funcionando! É preciso que sejam tomadas algumas medidas, é preciso que o poder público, tanto o governo do Estado quanto a Prefeitura de Aracaju tenham uma atenção especial com as micro e pequenas empresas”.

 

Exemplo de Salvador

Segundo ele o prefeito de Aracaju deveria tomar conhecimento do que está sendo realizado pelo prefeito de Salvador (BA). “Lá (Bahia) foram mais de 103 medidas propostas pelo prefeito para ajudar as pequenas empresas que estão, literalmente, em dificuldades! A gente não quer ver a morte de pessoas, mas também não quer a morte das empresas! Vamos analisar com mais profundidade, precisamos de uma reforma tributária justa, onde quem ganha mais, paga mais e quem ganha menos, paga menos. É a hora de se fazer justiça fiscal”.

 

Luciano Bispo

O presidente da Alese, deputado estadual Luciano Bispo (MDB), se somou ao discurso de Zezinho Guimarães, favorável às Reformas que estão em tramitação no parlamento brasileiro. “Todo mundo cobra melhor saúde e educação, mas a realidade é que faltam recursos nos Estados e Municípios e sobra para o governo federal”.

 


Pequenas empresas

Por fim, Zezinho Guimarães citou o imposto que existe em Sergipe, conhecido como “Imposto de Fronteira”, onde o comerciante compra a mercadoria fora e, ao entrar no Estado, antes mesmo de comercializar aquele produto, ele já paga um imposto. “É preciso encontrar uma fórmula de ajuda para os pequenos negócios do nosso Estado. Estive visitando alguns amigos no município de Itabaiana e muito da produção de algumas empresas está estocada, sem saída. Tem que reduzir as alíquotas do ICMS, flexibilizar mais, não fazer a antecipação do Imposto. Tem que ajudar”.

 

Turismo

Atendendo a um requerimento de convite do deputado estadual Capitão Samuel (PSC), o secretário de Turismo do Estado, José Sales Neto, participará da sessão no plenário da Alese, nesta quarta-feira (12), para tratar sobre “O Turismo Pós-Pandemia”. Ao justificar o convite, Samuel explicou que seu objetivo é abrir uma ampla discussão para a geração de emprego e renda no Setor. “No mundo inteiro quem mais gera emprego e renda é o turismo e aqui em Sergipe mão é diferente”.

 

Capitão Samuel

Em seguida, Samuel pontuou que esta será uma grande oportunidade para se verificar o que está sendo elaborado pela Secretaria de Turismo neste momento de retomada da atividade econômica e quais as ideias que estão sendo discutidas pela secretaria. “Os deputados também terão a oportunidade de apresentar ideias que ajudem a Sergipe, através do turismo, a gerar emprego e renda. Temos diversos bares, restaurantes e outras atividades econômicas ainda fechados e precisamos discutir formas para ajuda-los a saírem desta situação”, sugere Samuel.

 

Ibrain Monteiro I

O deputado estadual Ibrain Monteiro (PSC) celebra os encaminhamentos que começam a ser dados pelo Governo do Estado, através da Secretaria de Estado da Segurança Pública, no sentido de se instalar no município da Grande Aracaju uma Delegacia Especializada no Atendimento de Grupo Vulneráveis, com equipe majoritariamente feminina, diante do aumento drástico do número de casos de violência.

 

Ibrain Monteiro II

Recentemente na Assembleia Legislativa de Sergipe foi aprovada uma indicação de Ibrain Monteiro neste sentido, quando fazia um apelo ao governador Belivaldo Chagas (PSD). O parlamentar ficou bastante entusiasmado após a reunião realizada, nessa segunda-feira (10), com representantes da Polícia Civil que estão articulando a implementação de uma Delegacia na cidade, mais voltada para à população vulnerável, como mulheres, crianças, adolescentes, idosos, deficientes, população LGBTQIA+, população negra e vítimas de intolerância religiosa.

 

Ibrain Monteiro III

“Sou filho de Lagarto, mas como deputado estadual tenho compromisso com todos os 75 municípios sergipanos. São Cristóvão, em especial, é uma terra que sempre acolheu bem a mim e a meu pai, Valmir Monteiro. Desde antes da pandemia que eu vinha recebendo apelos por essa Delegacia, com as pessoas nos procurando em nosso gabinete. Fico feliz por ter proposto e aprovado a indicação na Alese, e mais ainda por ver este projeto sair do papel”, celebra o deputado.

 


Alô São Cristóvão!

Na reunião a Coordenadora de Polícia Civil da capital, Rosana Freitas, confirmou que, em decorrência da quantidade de registros e pelo quantitativo populacional da cidade, a ideia é que a delegacia comece a funcionar já no próximo mês de setembro e no Conjunto Eduardo Gomes. “A instalação dessa delegacia não é uma vitória do nosso mandato apenas, mas de todos os grupos vulneráveis do município. Quero agradecer a sensibilidade do governador, do secretário de Segurança Pública e de todos os envolvidos neste projeto”, celebra Ibrain.

 

Márcio Macedo I

O pré-candidato a prefeito de Aracaju pelo Partidos dos Trabalhadores (PT), Márcio Macêdo, voltou a tecer duras críticas contra a forma que, segundo ele, a gestão de Edvaldo Nogueira tem lidado com a pandemia da covid-19. Com 30.795 casos confirmados e 618 mortes, a capital sergipana segue, em seu entendimento, massacrada pela ineficiência de ações do poder municipal.

 

Márcio Macedo II

Sem mascarar o que pensa sobre a “falta de responsabilidade com povo”, Márcio Macêdo voltou a reforçar sobre a inexistência de ações específicas para a população vulnerável. “Tem muitos irmãos e irmãs na periferia de Aracaju, neste momento, passando fome. Custava fazer uma renda básica, independente de valor, para ajudar quem tem passado fome. Por que não criou programas de vale-gás e cestas básicas? Tem que diminuir os gastos das pessoas neste período, então, por quais razões ele não agiu suspendendo o IPTU dos mais necessitados? Por que não fez convênio com a Energisa e Deso para suspender a cobrança de água e energia?”, disse.

 

“Falta liderança”

“A resposta para isso tudo é simples: falta liderança. Falta gostar de sentir o cheiro do povo. Cuidar da gente que precisa. Por conta disso, ele entregou o povo a morte. E, atrás de cada uma delas, tem a dor das famílias que aqui ficam. A gestão de Edvaldo provou ser uma grande máquina de fake news. Fruto do marketing estratégico de Carlos Cauê”, afirmou.

 

Alô Glória!

A empresária e pré-candidata a prefeita de Nossa Senhora da Glória, Luana Oliveira (PSD), concedeu entrevista ao programa Fala Sertão, comandado pelo radialista Carlos Dias na FM Boca da Mata. Falando publicamente ao povo gloriense pela primeira vez desde o término do seu mandato como prefeita, em 2012, Luana demonstrou disposição e afirmou estar preparada para dar continuidade ao projeto de crescimento da Capital do Sertão.

 

Chapa pronta

Ao lado da pré-candidata a vice, Vaneide de Nivaldo (PSD), do irmão e ex-prefeito Sérgio Oliveira (PSD), do prefeito Chico do Correio (PT) e da vice-prefeita Adriana de Ancelmo (PR), Luana Oliveira explicou a importância de manutenção do legado iniciado pelo seu pai, o ex-prefeito Sebastião Lopes (In memoriam), em prol do município.

 

Luana Oliveira

“Foi uma decisão que tomei, como filha de Sebastião, por entender que não poderia encerrar esse ciclo agora, diante de todo o legado da nossa família e de tudo que já fizemos para a sociedade desta cidade que moro, que acredito e que quero ver crescendo cada vez mais. Aceitei esse desafio e estou disposta, preparada e com boas intenções para a nossa sociedade”, exaltou.

 

Escolha da vice

“Fiquei muito feliz por ter uma vice-prefeita tão atuante como Vaneide. Conheço ela há muitos anos, conheço sua história e o brilhante trabalho que faz na política de Glória. Assim como eu, começou cedo na política e tenho certeza que tudo que faz também é com amor e com respeito pela sua comunidade. É uma parceria muito boa e muito bem-vinda como pré-candidata a vice-prefeita”, ressaltou. 

 

UFS I

Na permanente defesa da democracia na Universidade Federal de Sergipe, a Comissão Eleitoral da Consulta Pública para a Reitoria e Vice-Reitoria da UFS anuncia a retomada do protagonismo da comunidade acadêmica na definição da escolha para a próxima gestão da Universidade.

 

UFS II

Em 16 de julho, um dia após a reunião do Colégio Eleitoral Especial que não é reconhecido por docentes, estudantes e servidores técnico-administrativos, a Comissão Eleitoral afirmou em Carta Pública que “enquanto houver chapas interessadas em seguir o processo eleitoral tradicional e recorrer ao voto de toda a comunidade para legitimar não somente a sua candidatura, mas o seu projeto de gestão, estaremos sempre dispostos a realizar a nossa tão importante consulta paritária”.

 

UFS III

Nesse sentido, a continuidade da Consulta Pública confirma a disposição das entidades representativas da comunidade acadêmica em não permitir que medidas autoritárias alterem a tradição de participação popular na UFS. Considerando a grave evolução da pandemia de covid-19 no Brasil e em Sergipe, todas as etapas da Consulta Pública serão agora realizadas pela internet.

 

Novas datas I

No dia 17 de agosto, a Comissão Eleitoral disponibilizará a lista de votantes às chapas inscritas. Já no dia 20 de agosto, haverá um Debate público online, a ser transmitido pelas redes sociais da ADUFS e SINTUFS. Nos dias 24 e 25 de agosto haverá a votação da Consulta, por meio de site a ser divulgado posteriormente pelos meios de comunicação da ADUFS e SINTUFS.

 

Novas datas II

Ainda no dia 25 terá início a apuração, com resultado divulgado imediatamente ao final. Até o dia 27 de agosto, as chapas poderão interpor recursos. Caso não haja recursos, a divulgação do resultado definitivo será feita no dia 27. Havendo recursos, o resultado final ocorrerá em 28 de agosto, por meio das redes sociais da ADUFS e SINTUFS.

 

CRÍTICAS E SUGESTÕES

habacuquevillacorte@gmail.com  e habacuquevillacorte@hotmail. com

O que você está buscando?