Gente Sergipana – Professor João de Deus Souza

Por Antônio Samarone

Antonio Samarone, 20 de Julho, 2019

Uma cultura acima da aldeia. Em pouco tempo, os livros da biblioteca Dom José Thomaz não chegavam para quem queria. O Beco Novo começou a ler.

Quem era esse gênio? Era o filho do professor Cícero do Zanguê e de Dona Maria Josina, que migrou aos 11 anos para ser padre salesiano, no Recife. E muito tempo depois, não virou padre, mas voltou sabido. Tenho na memória as redações de João Deus, as análises literárias, a imensa sabedoria do mestre, que impressionava os pequenos tabaréus da Vila de Santo Antônio e Almas de Itabaiana.

Ontem, na Academia Itabaianense de Letras, João de Deus fez uma conferência. Cantou e encantou, tocou violão, recitou poesias (de Castro Alves a Camões), falou da arte e da literatura, falou de sua vida, dos seus sonhos e de suas realizações. O professor João de Deus está alquebrado (76 anos), doente, mas continua dando aulas no Seminário de Itabaiana. Levou os alunos, para que ninguém duvidasse.

O professor João de Deus não perdeu a alegria, nem a fé nos livros e na educação. Parabéns, professor!

Antônio Samarone.

O que você está buscando?