Gente Sergipana – Seu João...

Por Antônio Samarone

Antonio Samarone, 19 de Otubro, 2019

João Quintino de Moura (93 anos), nasceu no Tauá, em Siriri. Filho do Seu Cícero e Dona Maria Lali. Trabalhou duro na enxada, para ajudar o pai, depois foi carreiro, puxador de boi.

Em 1945, Seu João veio para Aracaju com a família. Foi operário na Fábrica de Tecidos Confiança, e ajudante de pedreiro, na construção da Rodoviária Velha. Serviu ao Exército Brasileiro.

Penou na vida até os 25 anos, até arrumar um emprego federal, virou o motorista da Estação Experimental de Aracaju, um órgão do Ministério da Agricultura. Aí viveu, trabalhou, fez amizades e criou os seus filhos. Nas horas vagas, era taxista em Aracaju.

*A Estação Experimental era um belo coqueiral de 100 hectares, onde se fazia pesquisas sobre o coco. Depois de muita gente tirar um pedaço, a Estação Experimental foi reduzida aos atuais 40 hectares do Parque da Sementeira (por enquanto).*

*Seu João se casou com Dona Maria Barreto e tiveram oito filhos. Moravam numa casinha na Estação Experimental. Sempre prestativo, sorridente, Seu João a todos cativava.

Em 1973, o Governo Federal extinguiu o DNPEA, onde o Parque da Sementeira estava vinculado, e criou a EMBRAPA.

Conheci hoje o Seu João, na feira do Sinhazinha. Simpático, memória afiada. Um homem simples, educado, honrado e
admirado por todos.

Um grande homem!

Antônio Samarone.

O que você está buscando?