Malas prontas...

Por Antônio Samarone

Antonio Samarone, 13 de Novembro, 2019

Como eu tinha dito, vou ao Raso da Catarina no feriadão. Conhecer terras estranhas.

O Raso é o deserto da caatinga.

A dona da pensão me obrigou a uma difícil escolha. Me mandou o cardápio para eu escolher antecipadamente o que vou almoçar no sábado. As opções: pirão de galinha, buchada ou bode assado. E agora? Perguntei se não podia ser um pouco de cada. A resposta foi seca, não!

Alguém pode ajudar?

Foi lá no Raso que Lampião se escondeu com segurança.

Como cantava Gonzagão: vou “dormir ao som do chocalho/ E acordar com a passarada/ Sem rádio e nem notícia/ Das terra civilizada.

Amigos e inimigos, frades e confrades, vou em busca de descanso, em busca de poesia.

Antônio Samarone.
(foto: Ricardo Nunes)

O que você está buscando?