A Melhor Idade. (por Antonio Samarone)

Antonio Samarone, 13 de Janeiro, 2020 - Atualizado em 13 de Janeiro, 2020

A Melhor Idade. (por Antonio Samarone)

Estamos envelhecendo rapidamente. Os idosos no Brasil já representam 14,3% da população; em 2060, chegaremos a 32,2% do total.

Vejam o gráfico.

Como será o Brasil com tantos idosos?

Chamo a atenção para um problema: quem cuidará desses idosos quando eles perderem a autonomia ou tiverem doenças incapacitantes, como as demências?

Cuidar dos idosos era tarefa das famílias, eramos poucos. Os sem famílias eram depositados em asilos.

E agora?

Poucas famílias ainda podem cumprir essa missão.

Não existem políticas públicas para os idosos, nem sinal.

A filantropia e a caridade são raras.

Quem cuidará dessa imensa legião de idosos?

A Ministra Damares está propondo a adoção dos idosos, tratá-los como crianças. As famílias que não dão conta dos seus idosos (pai, mãe, avô, avó...), irão adotar outros idosos?

A quem cabe cuidar os idosos: o estado, com políticas públicas universais; a filantropia; o voluntariado, os credos religiosos, as famílias ou o mercado?

Uma pergunta: no Brasil, os que defendem o estado mínimo, os neoliberais, acreditam mesmo que os cuidados aos idosos devem ser entregues ao mercado?

A questão do envelhecimento não é discutida no Brasil, não está em pauta. Caminhamos para uma anunciada tragédia humanitária!

Antonio Samarone.

O que você está buscando?