ABBTUR Nacional faz reunião extraordinária para levantar necessidades do Turismologos e Profissionais de Turismo por conta do COVID-19

Profissionais do Turismo são os mais afetados

Ellen Carvalho, 04 de Abril, 2020 - Atualizado em 04 de Abril, 2020

A ABBTUR Nacional promoveu uma reunião extraordinária com suas seccionais, para uma avaliação do cenário nacional vivido pelo momento do corona vírus. A principal preocupação é entender melhor quais são as dificuldades enfrentadas pelos profissionais turismologos e de turismo. Esses que exercem importantes papéis na cadeia produtiva do setor turístico, sabe se da importância do turismo para o poder público e privado. A ABBTUR gostaria de deixar claro, que sem os profissionais não existe turismo, neste caso um dos setores que mais cresce, ao mesmo tempo um dos que mais será impactado pela pandemia e este impacto ainda é difícil de se mensurar. Participaram da reunião os Estados de Rio Grande do Sul,Santa Catarina, São Paulo,Rio de Janeiro, Sergipe, Goiás, Amapá, Distrito Federal, Ceará, Espírito Santo e Pará. A presidente da ABBTUR Nacional, Lenora Schneider  pontuou que, " mesmo com todos eventos sendo adiados para o segundo semestre de 2020, entendemos que o turismo não pode parar ,temos que ter estratégias práticas e criativas para encontrar soluções breves para nossos profissionais."

A presidente da ABBTUR Sergipe, Ellen Carvalho reforçou " os Turismologos e Profissionais de Turismo de todo Brasil, sentem fortemente esta pandemia e são uns do que mais vão sofrer, precisamos urgentemente fazer algo para minimizar esta crise para eles."

A presidente da ABBTUR Ceará, Silvia Guimarães sugeriu " conhecer sobre como aqueles que fazem parte do Turismo Brasileiro, de modo especial seus afiliados, como estão lidando com a atual situação e o que projetam para o futuro? Com o sentimento de cooperação e união sugeriu ação conjunta da Abbtur Nacional e demais seccionais na aplicação de um questionário online para identificarmos a situação de cada profissional e juntos possamos nos integrar e trabalhar em parceira para enfrentar o maior desafio que o setor já passou.

A pesquisa deve começar na próxima semana. Em paralelo a essas ações, pedimos que os profissionais nos procurem e sejam cada vez mais unidos, pois somente assim poderemos mostrar a força da categoria.

O que você está buscando?