Sou nordestino com muito orgulho, afirma Deputado Fábio Henrique

Redação, 22 de Julho, 2019

O Brasil vive um dos momentos mais preocupantes da sua historia! Diariamente, o discurso do ódio tem sido incentivado, e o que mais preocupa é que o incentivo a essa disputa entre os brasileiros está partindo por quem teria o dever de trabalhar para unir o nosso país. A disputa deveria ser pela geração de empregos e renda, pelo crescimento, na diminuição das desigualdades sociais e regionais.

Antes de qualquer questionamento; não sou do PT e tambor não sou radical de esquerda. Sou filiado e militante de um partido de centro esquerda, sem radicalismo, e que tem feito uma oposição consciente e propositiva.

É muito preocupante saber que o Brasil está governado por um radical de direita, absolutamente despreparado e que governa como se estivesse em campanha eleitoral. O nosso presidente, mesmo que não teve o meu voto, mas foi eleito para trabalhar por todos, vem disseminando o ódio e o preconceito. Infelizmente, ele não entendeu a importância do cargo que ocupa. Dia 19 de julho ficará conhecido como o dia das bobagens. Quanto mais ele fala, saem mais bobagens, inverdades e discriminação do ódio.

Fiquemos com duas de suas tristes declarações recentes. A primeira ao afirmar que no Brasil não tem fome, essa é uma prova de ignorância da realidade brasileira e sobretudo de insensibilidade com o sofrimento de tantos irmãos brasileiros e brasileiras que sofrem diariamente a dor da fome e da miséria. O segundo desastre, ao chamar os estados nordestinos de “Paraíba”, uma antiga e preconceituoso expressão utilizada no passado pelos cariocas para classificar todos os nordestinos de “Paraíba”; além da discriminação e do preconceito com uma região do Brasil, o presidente ainda determina que nada deve ser feito para o estado do Maranhão. Uma discriminação, perseguição, não os governador, mais ao povo do Estado do Maranhão. Aonde vamos parar?

O presidente foi eleito sob o manto do combate à corrupção e das novas práticas políticas. Para não delongar muito, fiquemos em casos específicos, a indicação de do deputado Eduardo Bolsonaro para a mais importante embaixada do mundo, ou seja “o filé para meu filho”, nada mais antigo. E continuamos com o que se viu na votação da reforma da Previdência foi a mais absoluta troca de favores, o famoso “toma lá da cá”. Essa atitude tanto criticada por Bolsonaro e seus aliados, considerada prática mais antigas a anti-republicanas. Se antes era assim, infelizmente nada mudou! Alias, piorou!

Que Deus esteja a cima de todos, que Deus ilumine os que governam o Brasil. Na luta para tirar o PT do poder, os brasileiros elegeram um despreparado; um homem que foi deputado por 28 anos, sem praticamente nada produzir para o Brasil; e ainda foi eleito com o discurso do NOVO. Realmente, estamos diante de um caso claro de que o ódio cega. E viva o Brasil!

Fábio Henrique Santana de Carvalho

Radialista, Policial Rodoviário Federal e está Deputado Federal

O que você está buscando?