Bolsonaro “escolhe” Dino como adversário para 2022 e esquerda “morde a isca”!

Habacuque, 23 de Julho, 2019

É inegável o começo turbulento do mandato do presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL). Talvez ele não estivesse realmente preparado para a função, sem contar que seu governo continua se comunicando muito mal, além do próprio e seus filhos, sempre dando boa margem para os críticos. Não há qualquer boa vontade com o presidente por conta de seus adversários políticos e, muito do que tem sido dito, rapidamente é “combatido e destruído”, quando não é completamente invertido.

Justiça seja feita, Bolsonaro tem dado repetidas “caneladas” quando vai se pronunciar publicamente. Geralmente com declarações fortes e polêmicas, faz a “festa” da esquerda brasileira e de setores da imprensa nacional que não são mais contemplados a contento.  Mas analisando “friamente” a cena política, não custa lembrar que em 2020 teremos eleições municipais em todo o País e, dois anos depois, uma nova sucessão presidencial, com o Capitão reformado podendo fazer uso do direito de disputar a reeleição.

Em suas recentes declarações sobre o Nordeste, mais precisamente os “governadores de Paraíba”, sim, o presidente da República foi infeliz. Ele foi eleito pela maioria para governar para todos, e não apenas para quem é militar ou da “extrema direita”. Sua postura em determinados momentos só alimenta uma espécie de “3º turno” da eleição de 2018, quando seus defensores e críticos se “digladiam” nas famílias, no trabalho, entre os amigos, nas redes sociais.

Setores da imprensa, esquerdistas, políticos adversários e outros segmentos da sociedade vêm criticando com intensidade o presidente desde o início de seu mandato. Tratam Bolsonaro, em sua maioria, como se fosse um homem despreparado, instável, inseguro e completamente “manipulável”. Mas este colunista consegue analisar um “outro lado” do presidente: estrategista! Não deixa de ser uma teoria, mas quando colocadas em prática, elas (teorias) às vezes se tornam realidade.

Se este colunista estiver certo, Bolsonaro “jogou politicamente” duas vezes recentemente e foi certeiro: primeiro retirou Estados e Municípios do texto da Reforma da Previdência, “dividindo” os desgastes assumidos com governadores, prefeitos e parlamentares que também precisam se manifestar; segundo porque o presidente “escolheu” o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), como potencial adversário para 2022 e, através da mídia, a Esquerda parece ter “mordido a isca”...

Quando “escolhe” Flávio Dino, Bolsonaro automaticamente “divide” a oposição que no Nordeste tem como líderes o eterno presidenciável Ciro Gomes (PDT), além dos governadores da Bahia, Rui Costa (PT); de Alagoas, Renan Filho (MDB); e do Piauí, Wellington Dias (PT). Sem contar que, ao dimensionar um nome do PCdoB, nas críticas, também empurra para um segundo plano o competitivo Partido dos Trabalhadores. Em meio a tantas “declarações infelizes”, talvez o presidente esteja “jogando” politicamente...

 

Veja essa!

Lendo e ouvindo algumas críticas às declarações do presidente Jair Bolsonaro sobre a suposta negativa da liberação de recursos federais para o governador do Maranhão, por este ser adversário político, este colunista não se conteve e recordou de algo parecido que acontece em Sergipe.

 

E essa!

Muitos jornalistas e políticos que criticaram o presidente – acertadamente, diga-se de passagem, simplesmente silenciam sobre o tratamento desigual dado pelo governador sergipano a quem faz oposição. Até para aprovar um requerimento pedindo informações só com muita reza. Como diria Tio Vavá, “olha pro rabo, macaco!”.

 

Edvaldo “contempla”

Se Belivaldo trata a oposição com “frieza”, já o prefeito Edvaldo Nogueira tem um perfil diferente. Ele contempla! Trouxe para seu lado democratas históricos como os vereadores Nitinho (PSD) e Tiaguinho Batalha (PMB), além de ter (um luxo) como líder na CMA, o vereador Vinícius Porto (DEM). Agora quem não “rezar na cartilha”, aí já sabe...

 

Lula fez com João

Não custa lembrar o episódio onde o ex-presidente Lula (PT), determinado a fazer a interminável transposição de parte das águas do rio São Francisco para o Nordeste Setentrional. Lula, idolatrado por muitos sergipanos, simplesmente bloqueou a liberação de recursos federais para o então governador João Alves Filho (DEM).

 

João parou o Congresso

Muita gente que hoje faz o discurso “vitimista” apenas para jogar a sociedade contra Bolsonaro, simplesmente silenciou quando o ex-presidente Lula vetou o repasse de recursos para Sergipe. João Alves denunciou a perseguição ao Congresso Nacional e conseguiu um feito inédito para o Estado: “trancou” a pauta da Câmara e do Senado até que o dinheiro fosse liberado.

 

João estava certo

Estudioso sobre o assunto, e uma das poucas “vozes do Nordeste” que se levantou contra Lula, João Alves defendia abertamente a revitalização do rio São Francisco. Dizia, repetidas vezes, que o Velho Chico era um “paciente na UTI que estavam levando para doar sangue”. A obra se arrasta e não acaba. João estava certo...

 

O galeguinho não é bobo!

Enquanto setores da política de Sergipe encheram as redes sociais de críticas ao presidente Jair Bolsonaro, o governador Belivaldo Chagas assinou a carta de protesto dos chefes de Executivo da região e ponto final. O “galeguinho” busca a liberação de recursos para o Estado e não quer entrar neste confronto com o governo federal.

 

Situação já é difícil

Certamente o governador de Sergipe fez a leitura que a situação financeira de seu governo já é ruim e, muito pior, pode ficar se buscar um conflito com o presidente da República. O “galeguinho” não parece se incomodar com os críticos. Parece focado em sua gestão...

 

Capitão Samuel I

O deputado estadual Capitão Samuel (PSC) recorreu às redes sociais para ironizar a postura do governador da Bahia, Rui Costa (PT), que não vai participar da solenidade de inauguração do aeroporto de Vitória da Conquista, nesta terça (23), por conta da presença do presidente da República.  

 

Capitão Samuel II

“Normal, governadores do Nordeste eram acostumados a inaugurar obras com verba do governo federal e nem citavam o verdadeiro ‘pai da criança’. Parabéns Capitão Jair Bolsonaro. O povo estará do seu lado”, respondeu Samuel à postura do governador da Bahia. A obra do aeroporto contou com mais de 70% de recursos federais...

 

Capitão Samuel III

Em seguida, ainda no twitter, o deputado Capitão Samuel foi ainda mais crítico aos opositores do presidente da República. “O dinheiro dos brasileiros não pertence a Rui Costa, Dilma ou Lula. Inauguração é para o povo e o governo federal, eleito democraticamente pelo voto popular, deve fazer. Vamos lá”.

 

O PT e Aracaju

Em entrevista na Nova Brasil FM, para os jornalistas André Barros e Priscila Andrade, o senador Rogério Carvalho praticamente “cravou” uma pré-candidatura do PT em Aracaju, no próximo ano. Não confirmou, mas quem ouvia sentiu que a legenda terá um projeto independente de Edvaldo Nogueira.

 

Belivaldo à vontade

Durante a mesma entrevista, Rogério foi questionado sobre a postura do governador Belivaldo Chagas que já declarou apoio a Edvaldo Nogueira. O senador petista não polemizou, mas minimizou a situação dizendo que “o governador pode ficar a vontade sobre sua posição”. Para bom entendedor...

 

Cancão na cola I

Já em entrevistas concedidas ao radialista Gilmar Carvalho, na FM Jornal, o presidente do Sepuma (Sindicato dos Servidores Públicos de Aracaju) e o presidente do Dieese, Nivaldo Fernandes e o economista Luiz Moura, respectivamente, denunciaram que o prefeito Edvaldo Nogueira não vem cumprindo o mínimo constitucional a ser aplicado em Educação (25%).  

 

Cancão na cola II

Sepuma, inclusive, “estourou” quando revelou gastos impressionantes da gestão de Edvaldo Nogueira com cargos comissionados. Na gestão de João Alves muitos eram “fantasmas” e o assunto foi parar na Justiça, mas agora, estranhamente, o Ministério Público silenciou. Com a palavra o procurador-geral Eduardo D’Ávila...

 

Cancão na cola III

Gilmar Carvalho disse que vai fiscalizar de perto os gastos com cargos comissionados na PMA e prometeu protocolar representações para verificar se o prefeito realmente não vem cumprindo o repasse do mínimo constitucional para a Educação. Na entrevista, o representante do sindicato dos Profissionais do Ensino de Aracaju (Sindipema) também confirmou que o desrespeito à CF já vem se arrastando por alguns anos...

 

Bomba!

O representante do Sindipema, na entrevista que concedeu a Gilmar Carvalho, antecipou que a categoria vai se reunir durante o mês de agosto, nas férias da rede municipal, para decidir em conjunto se vão ou não retomar as atividades no início de setembro, quando se reinicia o ano letivo. A insatisfação com a gestão da PMA chama a atenção...

 

Exclusiva!

O conselheiro do Tribunal de Contas do Estado, Carlos Pinna, teria sido vítima de fake News e já acionou toda a sua assessoria jurídica para que todas as providências sejam tomadas nos próximos dias. A informação é que o membro do TCE pretende levar o caso para a tramitação no Poder Judiciário. Há quem diga que é “fogo-amigo”. Será?

 

“Laranja podre”

Quem é leitor deste colunista, há algum tempo, já deve ter percebido a preocupação dele com uma “laranja podre” que encontrou no Tribunal de Contas do Estado. Horas “azeda”, horas “amarga”, ela sempre tenta contaminar os outros. Em tempos de decisões importantes, este colunista sugere um pouco de água com limão, para combater a “acidez” do estômago...

 

Falando no TCE

Mais dois prefeitos de municípios sergipanos assinaram o Termo de Ajustamento de Gestão (TAG) junto ao Tribunal de Contas do Estado (TCE/SE) com o intuito de aprimorar o setor de controle interno das suas gestões. São eles: Adinaldo Nascimento, de Indiaroba; e Marcell Souza, de Campo do Brito. Ambos os acordos foram formalizados no gabinete da conselheira Susana Azevedo, que é a autora da ação. Até então, também já haviam assinado o TAG na área do controle interno os prefeitos dos municípios de Carmópolis, Pacatuba e Malhador. 

 

Marcell Souza

No documento constam exigências como a necessidade de lotar um número mínimo de servidores no setor com formação compatível com as ações de revisão e fiscalização dos procedimentos e processos. “Vamos estruturar melhor o setor de controle interno, para que o erário seja ainda mais valorizado, com transparência e responsabilidade", colocou o prefeito Marcell Souza, acrescentando que as medidas previstas podem evitar eventuais desperdícios: “cuidando do erário, todos saem ganhando, principalmente a população”, concluiu.  

 

Susana Azevedo

As necessidades de cada município foram apuradas em relatório de auditoria da equipe técnica da 1ª Coordenadoria de Controle e Inspeção (CCI), onde são analisados os processos sob relatoria da conselheira. “Temos observado a preocupação do Tribunal de Contas em normatizar, dar prazos, e isso para a gente é muito importante; com esse acordo temos bem definidos prazos e ações, o que nos dá uma segurança jurídica”, concluiu Adinaldo Nascimento. As assinaturas dos TAGs tiveram ainda participação do procurador Luis Alberto Meneses, do Ministério Público de Contas (MPC).

 

ICMS

Os municípios sergipanos têm até o próximo dia 31 para apresentar impugnação junto ao TCE/SE a respeito dos índices percentuais provisórios de ICMS referentes ao ano de 2020, desde que devidamente comprovada alguma incorreção nas informações prestadas pelos contribuintes. A data corresponde ao final do prazo de 30 dias, contados a partir da publicação dos índices provisórios no Diário Oficial do Estado (DOE).

 

Carlos Alberto Sobral I

Relatado pelo conselheiro Carlos Alberto Sobral, vice-presidente do TCE, o Ato Deliberativo que estabelece os índices percentuais provisórios, foi aprovado pelo colegiado do TCE no Pleno do dia 27 de junho. Conforme o Ato, os maiores percentuais são destinados aos municípios de Aracaju, Nossa Senhora do Socorro, Estância, Laranjeiras, Lagarto, Canindé de São Francisco, Itabaiana e Itaporanga d'Ajuda. 

 

Carlos Alberto Sobral II

Segundo o conselheiro relator, as impugnações deverão ser entregues em papel e meio magnético, conforme disciplina a Portaria nº 323, da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz). O ICMS é um tributo cuja arrecadação é do Estado, mas, por mandamento legal, parte do produto dessa arrecadação é entregue aos municípios, proporcionalmente à participação de cada um no movimento geral das operações de entrada e saída realizadas em todo Estado.

 

Alô Porto da Folha!

Um dos assuntos que estão movimentando as rodas políticas do município foi o encontro dos que fazem oposição na cidade. Estavam presentes o senador Rogério Carvalho (PT), o deputado federal João Daniel (PT), o deputado estadual Luciano Bispo (MDB) e os ex-prefeitos Manoel de Rosinha e Júlio Santana, além de um grupo de vereadoes.

 

Alese fez sua parte

Diante das dificuldades financeiras que o País atravessa, e como o Governo do Estado também é parte, a Assembleia Legislativa de Sergipe aprovou recentemente, por unanimidade, nas Comissões Temáticas e em plenário, a proposta de iniciativa do próprio Poder Executivo requerendo autorização para a contratação de operação de crédito junto ao Banco Daycoval S/A, no valor de até R$ 80 milhões para capitalização do Fundo Financeiro de Previdência do Estado (Finanprev/SE).

 

R$ 80 milhões

Deputados de situação e de oposição se debruçaram sobre o tema, promoveram diversos debates sobre o tema, mas entenderam que deveriam dar essa contribuição ao Poder Executivo e aprovaram o empréstimo por unanimidade. O líder da bancada de oposição na Casa, deputado Georgeo Paassos (Cidadania), chegou a fazer alguns questionamentos, sugeriu apresentar uma emenda ao projeto, mas mediante entendimento com o bloco governista, decidiu retirá-la e a votação procedeu sem interrupções.

 

Antecipação de receitas

Para tomar esse volume de recursos o governo deu como garantia a antecipação parcial de receitas estaduais futuras provenientes dos royalties e das participações especiais sobre o resultado da exploração de petróleo e do gás natural, a ser recebida pelo Estado de Sergipe no período de 36 meses. Estiveram reunidos os membros das Comissões de Constituição e Justiça; Economia, Finanças, Orçamento e Tributação; e Educação, Cultura e Desporto.

 

Já foi publicado

O texto aprovado pela Assembleia Legislativa também já foi sancionado pelo governador Belivaldo Chagas (PSD) e publicado no Diário Oficial do Estado. O Executivo aguarda com expectativa pela liberação desse volume de recursos para garantir a estabilidade financeira necessária para garantir o pagamento das aposentadorias e pensões do Regime Próprio de Previdência Social (RPPS).

 

Alô Santa Luzia do Itanhy!

Proposta do deputado estadual Zezinho Guimarães (MDB), o Governo do Estado já publicou a Lei que declara as comemorações da Semana Santa, no município de Santa Luzia do Itanhy, como Patrimônio Imaterial e Cultural do Estado e as inclui no Calendário Turístico de Eventos Religiosos de Sergipe.

 

Zezinho Guimarães I

Segundo o parlamentar as comemorações da Semana Santa em Santa Luzia têm muito significado para os cristãos e, acrescentando ainda que já é uma forte tradição o santuário da cidade receber turistas de todo Sergipe, além de visitantes de diversos Estados do País.

 

Zezinho Guimarães II

“As festividades começam no Domingo de Ramos quando os fiéis vão benzer seus ramos com o pároco local, que proclama o evangelho da entrada de Jesus em Jerusalém. O mesmo Cristo que foi aclamado como Rei, no domingo, na sexta-feira Santa findou sendo crucificado”, historia o deputado.

 

As comemorações I

Zezinho Guimarães cita ainda a tradicional “procissão do encontro”, sempre realizada às quartas-feiras da Semana Santa, onde os homens saem do santuário de Santa Luzia com uma imagem de Jesus Cristo e as mulheres partes da Rua Jackson de Figueiredo com a imagem de Nossa Senhora das Dores.

 

As comemorações II

O “encontro” se dá na Praça do Cruzeiro onde, tradicionalmente, também é celebrada uma Missa para os fiéis. Na quinta-feira Santa acontece a Missa do Lava-Pés no interior da Igreja de São Sebastião, no povoado Botequim, um dos momentos mais marcantes do período, quando se leva os pés de 12 discípulos.

 

As comemorações III

Na sexta-feira Santa, com Jesus Crucificado, o santuário de Santa Luzia recebe diversos fieis católicos para a realização do Ato da Paixão do Senhor. “Após a celebração, os presentes caminham pelas ruas do município com a imagem do Senhor Morto. No sábado tem a vigília Pascal a partir das 19 horas no santuário”, destaca Zezinho.

 

Patrimônio

Por o deputado também citou que as comemorações prosseguem no domingo da Páscoa com a celebração de missas no santuário e nos povoados Castro, Priaupu, Botequim e Areia Branca, além do povoado Rua da Palha, onde a noite os jovens da comunidade realizam a encenação da Peça Teatral Paixão de Cristo.  

 

1ª Caminhada da SR

Mais de 50 bancários, entre eles, muitos gestores e o superintendente da Caixa em Sergipe, Diego Carrara, reuniram-se numa manhã em contato com a natureza, para praticar esporte, caminhada, ginástica funcional, contando com o apoio e a estrutura do APCEF/SE Run Club.

 

Fábio Reis I

Estimular as micro e pequenas empresas é uma alternativa viável para fazer o país enfrentar sua maior crise financeira e social, na qual onde mais de 13 milhões de pessoas estão sem emprego. A opinião é do deputado federal Fábio Reis (MDB), que defende a implantação de uma política prioritária no Congresso Nacional para estimular esse modelo de negócio.

 

Fábio Reis II

“Não podemos dar às costas a esse setor, que emprega cerca de 70% da mão-de-obra que trabalha em empresas privadas. São mais de 50 milhões de brasileiros. São pessoas que sobrevivem com rendimentos obtidos por empreendimentos de menor porte”, relata o parlamentar. Há ainda 24,7 milhões de trabalhadores informais, à espera de colocação, e que vivem de pequenos bicos. Esse enorme conjunto de trabalhadores responde por 27% do Produto Interno Bruto (PIB) e gera 54% da massa salarial.

 

Pacto Nacional

Para Fábio Reis, é preciso estabelecer um pacto nacional de apoio aos micro e pequenos empreendedores. “Temos uma enorme burocracia fiscal, alta carga tributária e dificuldades imensas para conseguir financiamento a juros baixos para essa categoria. Existem várias propostas em Brasília para mudar essa realidade, mas elas precisam ser condensadas e colocas em prática”, afirma.

 

Acese

A Associação Comercial e Empresarial de Sergipe (ACESE) anunciou que seu cartão de benefícios, com 100 empresas parceiras em diversos setores que oferecem até 40% de desconto em produtos e serviços, o ACESE TOTAL. O desconto, inclusive, já está valendo para usuários cadastrados no serviço por meio de suas empresas, associadas à ACESE.


Marco Pinheiro

A iniciativa, segundo o presidente Marco Pinheiro, busca estimular a economia, sem custo ao empresário. “Buscamos estimular a economia por meio de ações efetivas, que não gerem ônus ao empresário mas que surtam efeito real, como foi a ação do Centro da capital e como será o Cartão ACESE Total. São até 40% de desconto em produtos e serviços não apenas para o empresário, mas também para o colaborador da empresa”, explicou o presidente, otimista com a implementação do cartão de benefícios.


Fasouto

Para Juliano César, da FASOUTO, a iniciativa será um diferencial para a economia sergipana. “Este trabalho, do Cartão ACESE Total, realmente será um diferencial no comércio de Sergipe, agregando e fazendo uma sinergia pelos produtos e serviços gerando o crescimento para a economia. Está de parabéns o presidente Marco Pinheiro e toda a sua diretoria por esta iniciativa”, afirmou o empresário.


Idosos I

Um projeto que irá homenagear os idosos avôs e avós, dia 27 de julho foi escolhido por um motivo especial. No dia 26 – dia anterior ao projeto – é comemorado no Brasil e em Portugal o Dia dos Avós. Em Aracaju, 180 idosos em 6 instituições vão comemorar com os voluntários mirins a data especial com apresentações de peças teatrais, musicais, lanches e a entrega de kits de higiene pessoal e fraldas.

 

Idosos II

No Conjunto Bugio, 80 idosos da associação de Moradores participarão do evento. Crianças desenharam, pintaram e escreveram cartas para os idosos, eles entregarão um kit contendo uma caneca, toalhinha de rosto e outas lembrança. Será apresentado um show de talento preparado pelas crianças e um coro mirim e no final será servido também um delicioso lanche.

    

CRÍTICAS E SUGESTÕES

habacuquevillacorte@gmail.com e habacuquevillacorte@hotmail.com

 

O que você está buscando?