Caso Itabaiana: “tudo não passou de uma tentativa de golpe”, conclui a AOI

A diretoria estava investigando denúncia de possível jogador irregular no Ituano

Katiane Peixoto, 26 de Julho, 2019

Após uma semana da ligação que denunciava a possível participação de um jogador irregular no time do Ituano/SP, no jogo de ida contra o Itabaiana pelas quartas de final da Série D do campeonato brasileiro, a diretoria da Associação Olímpica do Itabaiana informou que tudo não passou de um golpe.

A nota emitida pela diretoria do tricolor informa que o caso já está encerrado. “A diretoria do Tricolor da Serra chegou à conclusão de tudo não passou de uma tentativa de golpe, tentativa de extorsão. O confronto entre Itabaiana e Ituano foi decidido dentro de campo e sem nenhuma irregularidade. Resta ao Tricolor, aceitar o resultado e focar nas próximas competições que estão por vir”.

O caso:

Na última sexta-feira, 19, o vice-presidente da Associação Olímpica de Itabaiana, Olivério Chagas, recebeu uma ligação informando que o Ituano havia entrado em campo com um jogador irregular na partida ocorrida no Novelli Júnior no sábado, 13, onde ganhou por 3 a 1. “Na ligação, o denunciante me disse que um jogador havia se passado por outro. Eu achei a situação muito esquisita e disse que pensaria e daria um retorno”, descreveu Olivério.

Se a denúncia fosse confirmada, o Ituano perderia pontos e automaticamente o Itabaiana se classificaria para a série C. Agora, com a informação de que tudo foi uma tentativa de golpe e a situação permanece a mesma para os times. “Os sentimentos são apenas de missão cumprido pela grandiosa campanha no Campeonato Brasileiro Série D e de gratidão à torcida tricolor que não esteve longe do time em nenhum instante.

O que você está buscando?