Decisão do Governo de Sergipe gera mal-estar na imprensa esportiva

Trocar os locais da Tribuna da Imprensa pelo “Camarote da Superintendência”

Redação, 27 de Julho, 2019 - Atualizado em 27 de Julho, 2019

A decisão repentina da Superintendente dos Esportes, Mariana Dantas, em trocar os locais da Tribuna da Imprensa pelo “Camarote da Superintendência”, gerou uma insatisfação generalizada na crônica esportiva de Sergipe, que há cerca de 40 anos ocupa o espaço ora requerido. 

A Tribuna da Imprensa, localizada na Arena Batistão, é administrada pela Associação dos Cronistas Desportivos de Sergipe e serve para acomodar os profissionais da imprensa especializada, que fazem observações e anotações para a produção de suas respectivas matérias. Além do mais, dotada de equipamentos apropriados, acomoda e serve lanche para os profissionais (associados e visitantes) que trabalham durante os jogos realizados naquela Praça de Esportes.

A superintendente Mariana Dantas disse que decidiu trocar o camarote da superintendência pelo da ACDS e vice-versa, que são divididos apenas por uma parede, “por entender que o espaço da ACDS tem mais espaços para receber os convidados do governo”. Ela citou, por exemplo, que no domingo passado, 21,  no jogo entre  Confiança e Imperatriz, um dos convidados era o reitor da Universidade Tiradentes (Unit), Jouberto Uchôa, e  sua esposa Amélia Uchôa.

“Minha intenção não é prejudicar a ACDS, tanto que a associação ficou com uma boa estrutura. Quando se trata de futebol, não tem essa de profissão, mas da paixão que une a todos. E o Estado precisa de um espaço mais adequado para os convidados. E entendi que o camarote que era da ACDS teria condição melhor de oferecer isso”, reforçou Mariana Dantas.
Ela disse, ainda, que ficou surpresa com a polêmica nas redes sociais, por ter feito apenas uma troca de camarote. Segundo a gestora, o esporte sergipano é maior que essa polêmica e há projetos importantes sendo tocados pela superintendência para todas as praças esportivas sergipanas.

Ao longo desses 40 anos, os radialistas se reuniam no camarote da ACDS para acompanhar os jogos no Baptistão. Nas redes sociais, jornalistas e radialistas estão se manifestando contra a decisão de Mariana Dantas e já anunciaram que vão procurar o secretário estadual de Comunicação, Sales Neto, para que o assunto chegue até o governador Belivaldo Chagas para ele resolver.

 

O que você está buscando?