Guerra em Itabaiana, paz na Alese: breves considerações sobre Luciano, Maria e Talysson

Por Aparecido Santana, da redação 93 Notícias.

Aparecido Santana, 29 de Julho, 2019

É fato que Itabaiana, hoje, possui três grupos políticos. A rivalidade entre os agrupamentos do pato, do jegue e da deputada Maria – que ainda não definiu animal para mascote – é notada no tom agressivo nas rádios, nas conversas nas ruas ou em debates travados nas redes sociais. Mas, os mesmos grupos convivem em clima de harmonia na Assembleia Legislativa de Sergipe (ALESE).

O deputado Luciano Bispo vem de uma sequência de dois mandatos legislativos fazendo parte da bancada do governo, foi o único a subir no palanque de Belivaldo Chagas na última campanha, e mantém à postura na Casa Legislativa. Mas, Maria Mendonça e Talysson, estranhamente, parecem seguir a mesma linha, votando sempre nos projetos do governo.

Após à reeleição, Maria Mendonça emitiu uma nota informando que iria ficar neutra entre Belivaldo e Valadares Filho, no segundo turno, no entanto, à postura da parlamentar na Assembleia tem sido cada vez menos combativa, comparado aos mandatos passados. Já o deputado Talysson, que também não anunciou apoio oficialmente no segundo turno, nunca usou os microfones da Alese para fazer sequer uma crítica ao atual governo.

Em regimes de governo multipartidários, a cada eleição, os partidos dividem-se em partidos de situação, oposição e independente. De acordo com o deputado, Rodrigo Valadares, o seu grupo denominado G4, é a oposição, tendo outros três integrantes, Georgeo, Kitty e Samuel Carvalho, e nem um dos itabaianenses participa do grupo, mas preferiu não opinar sobre os colegas.

O que você está buscando?