Operação policial apreende cem toras de madeira de Mata Atlântica e fecha serraria clandestina

Crimes ambientais tinham como alvo madeiras nobres, como Jequitibá e Coração de Negro

Redação, 08 de Agosto, 2019

Em uma operação durante toda esta quarta-feira (07), a Polícia Civil das cidades Umbaúba e Indiaroba e a Superintendência Estadual do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) realizaram diligências após uma série de denúncias sobre a existência de grandes quantidades de madeira extraídas de uma reserva de Mata Atlântica, localizadas no assentamento Sabão, no município de Indiaroba.

Segundo o delegado Antônio Francisco, foram investigados galpões, propriedades rurais, garagens e ainda o interior da Mata Atlântica. Em vários destes locais, as equipes encontraram madeira recentemente extraída. O alvo principal dessa quadrilha está nas madeiras mais nobres, a exemplo do Jequitibá e do Coração de Negro, chegando a custar aproximadamente R$ 3.500 o metro cúbico destas madeiras.

Na operação de hoje, cerca de cem toras de madeira foram apreendidas. “A operação atingiu seu objetivo, pois foram identificados os autores das infrações. Eles foram devidamente autuados pelos fiscais do Ibama e intimados pelas Delegacias de Umbaúba e Indiaroba para responderem os procedimentos pelos crimes ambientais”, explicou o delegado Antônio Francisco.

Por: Ibama

O que você está buscando?