Alunos do IFS Itabaiana participam de campeonato nacional de Drones em Minas Gerais

Itabaiana está entre as duas equipes representantes do Nordeste

Katiane Peixoto, 08 de Agosto, 2019 - Atualizado em 08 de Agosto, 2019

Os alunos do curso de Manutenção e Suporte em Informática (Integrado e Subsequente) do Instituto Federal de Sergipe – campus Itabaiana, participaram do campeonato SAE Brasil Fórmula Drone que aconteceu entre os dias 02 e 04 deste mês na Universidade Federal de Itajubá (UNIFEI) em Minas Gerais. Ao total, 41 equipes estavam inscritas e somente duas representaram o Nordeste. Destas, somente Itabaiana representou Sergipe.

Intitulada “Falcon P1”, a equipe de Itabaiana contou com a participação de seis estudantes e de um professor responsável. O troféu da competição ficou para a equipe de Piracicaba, São Paulo, mas Sergipe voltou para casa com um dos maiores prêmios: receber a menção honrosa por se destacar no quesito Resiliência e Superação.

De acordo com o professor de Física Dárcio Hersch, responsável pela Falcon P1, foram 38 horas de viagem de ônibus, dividindo espaço com os estudantes da Bahia, percorrendo 2.035.6 km para chegar até Itajubá. “Essa competição foi a prova de que quando se quer algo, não existem obstáculos”, relatou o professor.

Além de ser a equipe de maior distância de toda a competição, outras dificuldades foram enfrentadas. Com o corte de verbas do Governo Federal, os envolvidos tiveram que conseguir recursos próprios para arcar com a viagem. “Tinha equipes do sul e sudeste que estavam totalmente equipadas, bem estruturadas... nós estávamos com a garra e a força de vontade, coisa que conquistou e garantiu a torcida de todos”, disse Darcio.

Drone montado pela equipe Falcon P1

Os alunos tiveram um ano para a montagem do Drone e, nessa competição, tiveram a oportunidade de mostrar do que são capazes. “Nós montamos um Drone padrão e essa foi a nossa primeira experiência. Foi muito importante pra gente ver o que é, ter uma noção do nível de capacidade que cada um está”, disse o estudante Saulo Thiago.

No ano passado uma outra turma do Instituto também participou, sob o comando do Professor Paulo Pereira Lima, que faleceu em Itabaiana aos 54 anos no dia 30 de maio. “Eu era muito amigo de Paulo, sempre vi o seu empenho e estimular os nossos alunos. Eu, enquanto professor, não poderia deixar isso morrer”, relatou o professor.

Equipe do ano passado, sob o comando do Professor Paulo Pereira (In memorian)

Darcio conta que a competição foi bastante educativa, mas o que mais chamou a atenção, foi a união entre os participantes. “A junção de vários garotos, com sotaques diferentes, um torcendo pelo outro”, disse. Agora, de volta a Itabaiana, não falta estímulo para a próxima competição e, de quebra, ainda garantiram os minutos de fama em participação no programa Como Será, da rede globo.

Professor Dárcio junto com o Repórter Alexandre Henderson, repórter do Como Será. 

O que você está buscando?