Quadras de futsal da Orla de Atalaia são recuperadas pelo Governo do Estado

Redação, 09 de Agosto, 2019

Os trabalhos de recuperação das quadras de futebol de salão, nas proximidades do Corpo de Bombeiros, na Orla de Atalaia, Zona Sul da capital, estão a todo vapor. Após algumas semanas interditadas por conta da ventania que derrubou parte da estrutura, bem como dos atos de vandalismo que contribuíram para a sua deterioração, o Governo de Sergipe, por meio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Urbano e Sustentabilidade (Sedurbs), reiniciou os serviços.

Segundo o secretário estadual do Desenvolvimento Urbano, Ubirajara Barreto, os serviços são essenciais para o funcionamento da área de lazer. "A reforma visa atender aos pedidos dos praticantes da modalidade esportiva que frequentam o local e também faz parte das ações de manutenção daquele espaço público pelo Governo do Estado. Além do desgaste natural em razão da maresia, as quadras sofreram ações dos vândalos que derrubaram partes das muretas, furtaram os tubos de sustentação e arrancaram o restante do alambrado que foi danificado por um vendaval ocorrido há cerca de dois meses, explica.

Desde o início desta semana, os trabalhos se mantêm céleres. "Iniciamos a recuperação, porém, com as constantes chuvas tivemos de suspendê-la, uma vez que os serviços iniciais consistiam na soldagem dos tubos, processo esse executado com o auxílio de energia elétrica. Com o tempo menos chuvoso, concluímos essa etapa, recuperamos partes das muretas e agora estamos fazendo o assentamento dos tubos".  

A recuperação inclui, ainda, a aplicação de galvite (pintura fixa), instalação de alambrados e aplicação de massa plástica nas rachaduras do piso, em seguida será feito o lixamento e, por fim, a pintura geral, para só então liberar o espaço para o uso.  
      
Outros serviços

De acordo com Ubirajara Barreto, na última semana a Sedurbs realizou uma série de reparos em diversos trechos. "Trocamos 32 assentos de madeira das gangorras dos dois parques infantis, as correntes dos balanços do Mundo Maravilhoso da Criança e pintamos 16 bancos e oito lixeiras no calçadão do estacionamento da Passarela do Caranguejo. Além disso, fizemos a substituição de lâmpadas, luminárias, refletores e dos suportes deles em diversos postes de iluminação em toda a extensão da orla sob a responsabilidade do Governo do Estado", ressalta.

Paralelo aos procedimentos de jardinagem, varrição e limpeza, executados diariamente pela Sedurbs, os serviços de manutenção e reparos nesta semana, também contemplam o conserto de uma parte do piso da calçada do estacionamento na Passarela do Caranguejo, a poda dos coqueiros que margeiam o calçadão e a pintura de todo o guarda-corpo da pista de patinação.

Vandalismo

Na contramão dos serviços executados regularmente, os atos de vandalismo nos equipamentos da orla continuam recorrentes. "As despesas mensais com manutenção e reparos na orla variam de R$ 150 a R$ 200 mil, investimentos esses que poderiam ter outros destinos não fossem a depredação contínua no lugar. Fizemos a pintura dos bancos e lixeiras na semana passada e a maioria deles já estão pichados. Dos novos assentos instalados nas gangorras, alguns parafusos já foram arrancados, muitos coqueiros tiveram os olhos e palhas arrancadas, ações estas que aceleram a morte da árvore. Às vezes tem-se a impressão de que estamos enxugando gelo, fazemos o reparo num dia e no outro os vândalos já danificaram novamente", avalia o secretário.

Morador da cidade de Umbaúba, no Território Sul Sergipano, Denis Santana, 30 anos, se mostra contra os atos praticados contra o patrimônio público. "Sempre venho à Orla e concordo plenamente com a manutenção feita pelo Governo do Estado no espaço, pois o deixa mais bonito. No entanto, é desagradável ver essas ações feitas por pessoas terríveis que ao invés de preservar, fazem é destruir um bem que é de todos", lamenta.

Fonte: Sedurbs

O que você está buscando?