Correios esclarece questionamentos sobre instalação de caixa de correspondências em Itabaiana

Redação, 13 de Agosto, 2019 - Atualizado em 13 de Agosto, 2019

Moradores de Itabaiana estão relatando que, desde segunda-feira (12), vêm recebendo panfletos e visitas de representantes de uma empresa que comercializa e instala caixas de correspondências residenciais. Diante dos questionamentos que estão sendo feitos pelos clientes, os Correios esclarecem que não vendem esse tipo de material e que ninguém está autorizado falar em nome da estatal.

Não há nenhuma exigência nova em relação à instalação ou substituição de caixas de correspondências. Entretanto, a Portaria Interministerial Nº 4.474, que elenca as condições mínimas para que os Correios realizem a distribuição domiciliária de objetos postais, estabelece que os imóveis devem dispor de caixa receptora de correspondência, localizada na entrada, em local seguro e de fácil acesso.

O normativo acrescenta que, caso essa condição não seja atendida, a entrega pode ou não ser efetuada de outras formas. “Essa orientação não é nova. Quando uma residência não possui caixa de correspondência, o carteiro pode optar por não fazer a entrega.”, explica a gerente de Atividades Externas dos Correios em Sergipe, Ítala da Costa Melo.

A instalação fica a critério dos moradores, mas o equipamento, de fato, auxilia e agiliza o trabalho de distribuição realizado pelos carteiros, protege as correspondências das intempéries e da ação de terceiros, além de evitar que os carteiros sejam mordidos por cães. As caixas podem ser adquiridas em casas de material de construção. “É importante lembrar que os Correios não comercializam nem instalam esses equipamentos”, reforça Ítala.

Assessoria de Imprensa dos Correios

O que você está buscando?