SSP ainda não identificou ossada de mulher vítima do borracheiro

Momento em que agentes periciam o local onde corpos foram encontrados

Redação, 29 de Agosto, 2019

A Secretaria de Estado da Segurança Pública ainda não identificou a ossada da mulher vítima do borracheiro Josenaldo dos Santos Silva, acusado pelo assassinato e ocultação de cadáver de quatro pessoas. Os restos mortais de três vítimas já foram identificados: Maria Aparecida da Conceição, José Batista Sobrinho e Denilson Manoel dos Santos. O borracheiro foi preso em flagrante no mês de maio deste ano, confessou os crimes e indicou o local onde os corpos foram enterrados: no fundo da borracharia dele, no município de Nossa Senhora do Socorro.

A última ossada encontrada permanece sem identificação. Mas a Secretaria de Estado da Segurança Pública já identificou o perfil antropológico dos restos mortais localizados em um outro imóvel de propriedade do acusado, também em Nossa Senhora do Socorro. Pelos estudos da SSP, conclui-se que essa última vítima encontrada teria sido enterrada há cerca de sete anos.

De acordo com informações da assessoria de imprensa da SSP, os procedimentos relativo às investigações já foram encaminhados ao Poder Judiciário. Ficando pendente, no Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP) apenas um desses inquérito, que investiga o episódio que envolve essa mulher cujo corpo foi enterrado há cerca de sete anos.

Segundo a assessoria, a SSP continua trabalhando para identificar a vítima e o DHPP continua aguardando o laudo pericial para concluir o inquérito policial.

por SSP

O que você está buscando?