Henri Clay poderá ser candidato a prefeito de Aracaju pelo PDT

O advogado foi candidato ao Senado Federal em 2018

Redação, 01 de Setembro, 2019

 

O advogado Henri Clay Andrade não esconde de ninguém sua vontade de disputar a Prefeitura de Aracaju. Em 2018, foi candidato ao senado pelo pequeno PPL, quando poucos acreditavam, ele mostrou sua densidade eleitoral na capital. Sendo a uma das maiores surpresas do último pleito.

O então candidato Henri Clay, terminou a corrida eleitoral com a 2ª maior votação na capital. Sendo votado por 52.303 aracajuanos. Ficando à frente de grandes nomes da política sergipana, como o homem forte do governo Temer André Moura, o então Senador Antônio Carlos Valadares e o quase imbatível na capital Ex-governador Jackson Barreto.

Claro que não se trata de um estranho, já foi presidente da OAB e deu grande visibilidade à instituição, e seu estilo em defesa do trabalhador pode casar muito bem com o Partido Democrático Trabalhista – PDT.

Não se enganem não! Henri Clay é advogado operário, já foi filiado ao PDT e pode ser a saída ideal que o deputado federal Fábio Henrique se consolide como grande liderança da Grande Aracaju; além, é claro, do processo de fortalecimento pelo qual passa o partido no Estado.

O PDT tem o projeto de uma candidatura própria em Aracaju; bem como uma em Nossa Senhora do Socorro – Fábio Henrique; em São Cristóvão – Adilson Júnior; e na Barra dos Coqueiros. O partido também terá candidatura com chances reais de vitória em Maruim, Laranjeiras, Riachuelo, Cristinápolis, Santa Rosa e brigará pela prefeitura em outros dez municípios.

Andamento

O PDT de Aracaju já esteve quase nas mãos do prefeito Edvaldo Nogueira, que com sua agilidade de tartaruga está deixando o partido escorregar pelos seus dedos e cair no colo de Henri Clay. O presidente nacional da sigla, Carlos Lupe, sempre tem dado liberdade a Fábio Henrique e afirmou que o partido não está para esperar, que tem que partir para frente já visando as eleições de 2022, quando Ciro Gomes deverá ser a principal oposição ao Governo Bolsonaro.

Vamos nos analisar os fatos: no acordo firmado entre os cinco vereadores de Aracaju, que deverão ir para o PDT, foi definido como exigência de que o partido terá candidatura própria. Edvaldo está deixando o tempo passar e poderá ser tarde demais. Henri Clay foi entrevistado no Balanço Geral da Rádio Jornal FM, no dia 02, onde foi muito acariciado pelos irmão Jason Neto e Fábio Henrique.

De repente, na segunda feira-seguinte, dia 5, aparece uma foto do deputado Fábio Henrique tomando um delicioso cafezinho no escritório da Advocacia Operária. Já no dia 13 de agosto, durante a entrevista a FAN FM, Henri Clay assumiu a possibilidade de ser candidato a prefeito pelo PDT, com a alegação de que o partido tem uma vertente semelhante ao seu pensamento. Pelo que estamos vendo, as conversas estão adiantadas e, segundo uma fonte do PDT, as definições não chegam ao final de setembro. Meia palavra basta!

O que você está buscando?