Aprovado na Câmara de Malhador projeto de criação e reestruturação de cargos

Prefeita diz que projeto é apenas "reorganização e renomeação de alguns cargos".

Aparecido Santana, 04 de Setembro, 2019 - Atualizado em 04 de Setembro, 2019

Por Aparecido Santana, redação 93 Notícias. 

A Câmara de Malhador aprovou na terça-feira (03), Projeto de Lei Complementar, enviado pelo poder executivo, que cria, reestrutura cargos e aumenta o subsídio de alguns comissionados. Projeto foi aprovado por 5 a 4.

O organograma prevê um total de 146 cargos na administração municipal. Destes, serão 11 secretários, 12 subsecretários, 34 diretores de departamento e 48 chefes de divisão, e entre outros, como mostra a tabela:

De acordo com a prefeita Elayne de Dedé, está sendo feita uma reorganização e renomeação de alguns cargos, a exemplo, da Secretaria de Assistência que passa a ser da Assistência e do Trabalho, e Controle Interno que passa ser Controladoria.

“Em 2007 o ex-gestor fez uma lei de estruturação que até então não tinha na Prefeitura de Malhador, em 2010 a gestora fez uma reformulação. Em 2007 eram 09 secretarias, em 2010, até mesmo por evolução e necessidade, foram criadas mais duas (cultura e meio ambiente), então, 2010 existiam 11 secretários.

Um dos pontos polêmicos do projeto, é a criação, sem concurso, de 10 cargos para guarda municipal e o mesmo número para agente de trânsito. E, além da reformulação e criação de cargos, no novo organograma, o secretário passa a ter um vencimento igual ao subsídio do vereador.

O que você está buscando?