DEM pode lançar Garibalde Mendonça como alternativa para Aracaju

Redação, 04 de Setembro, 2019

O deputado estadual Garibalde Mendonça segue filiado ao MDB sergipano, mas não esconde de ninguém que está “de saída” da legenda e que só irá aguardar uma liberação oficial ou uma “janela” para migrar para passar a compor os Democratas. Neste caso, não irá sozinho: o também deputado estadual Zezinho Guimarães (MDB) é outro que pode trocar de legenda. Nos bastidores do mundo político do Estado, os nomes dos deputados Capitão Samuel (PSC) e Gilmar Carvalho (PSC) também foram “ventilados” no DEM.

A saída dos emedebistas foi motivada após o ex-governador Jackson Barreto (MDB) assumir a presidência do Diretório Municipal do MDB em Aracaju. Zezinho Guimarães, como já é de conhecimento público, não tem mais relação política com JB. Tornaram-se “desafetos” declarados; já Garibalde foi “rifado” do comando sem sequer ter sido consultado. Não se manifesta sobre o assunto, mas é nítida sua decepção com alguns quadros do partido. O primeiro sinal de sua saída é a filiação de seu filho que já deve assumir o Diretório Municipal do DEM na capital.
Semana passada, o presidente da Executiva Estadual Provisória do DEM, José Carlos Machado, acompanhou Garibalde e Zezinho em uma reunião com a senadora Maria do Carmo (DEM) em Brasília (DF), onde também já teriam sido apresentados a membros da Executiva Nacional. Aproveitaram para visitarem o ex-governador João Alves Filho que se encontra em tratamento de saúde, em seu apartamento na capital federal. E dentro dos Democratas há um projeto político estabelecido de que a legenda deve ter candidaturas próprias a prefeito no maior número de capitais em 2020.
E a chegada de Garibalde Mendonça ao partido consolidaria este projeto político da Executiva Nacional com uma possível pré-candidatura do DEM em Aracaju, para se contrapor à reeleição do prefeito Edvaldo Nogueira (PCdoB). Neste sentido, o nome de Gilmar Carvalho também não pode ser desconsiderado, mas resta saber se o deputado estadual vai mesmo deixar o PSC. Por enquanto ele não tem tratado do assunto e nem tem buscado uma aproximação maior dos Democratas, mas tem reforçado o discurso de que está mantida sua pré-candidatura a prefeito da capital no próximo ano.
Em conversas com alguns políticos experientes, este colunista ouviu que o nome de Garibalde Mendonça seria bem quisto por uma parcela da população pelo seu estilo mais “equilibrado” de fazer política. Há também quem desconfie do deputado estadual e até reclame por não vê-lo na “linha de frente” defendendo os interesses dos aracajuanos. Mas é inevitável que o DEM, que já fez história na política de Sergipe, ainda tem muito “vivo” o “patrimônio eleitoral” de João Alves e de Maria do Carmo, que pode fazer a diferença em 2020.
As chegadas de Garibalde Mendonça e de Zezinho Guimarães resultariam em uma reformulação necessária no Diretório do DEM em Aracaju já visando a eleição municipal. Vereadores do partido que estão apoiando a reeleição de Edvaldo Nogueira devem ser liberados para se filiarem em legendas governistas e alguns nomes que estão sendo guardados sob absoluto sigilo devem ser anunciados como pré-candidatos a vereador da capital. E para disputar a Prefeitura, Garibalde certamente traria em sua proposta o que mais falta atualmente em Aracaju: gestão!
Por Habacuque Vilacorte

 

 

O que você está buscando?