Vereador propõe novamente CPIs da Máfia dos Shows e da Comunicação

Redação, 05 de Setembro, 2019

Na manhã desta quinta-feira, 05, o vereador Cabo Amintas (PTB) utilizou a Tribuna da Câmara Municipal de Aracaju (CMA) para falar sobre a sua vitória no Tribunal de Justiça (TJ) e as CPI’s que pretende instalar.

Amintas iniciou seu discurso falando sobre o resultado favorável no julgamento do recurso de cassação do seu mandato. A resposta do julgamento foi obtida na terça-feira, onde os desembargadores do TJ declararam que o vereador permanece no mandato e livre de medidas cautelares, sem qualquer tipo de censura.

“A justiça está sendo feita, por unanimidade os desembargadores disseram não às absurdas acusações contra minha pessoa. De antemão, digo aos colegas vereadores que tenho certeza que terei o apoio da maioria dessa Casa. O período de ‘mordaça’ que tive, proibido de falar sobre a ‘Máfia dos Shows’ que impera no nosso estado e que tem seu braço político aqui na CMA, acabou. Eu avisei que o jogo ia virar, que nossas investigações são seriam em vão. Aos senhores levianos que tentaram jogar meu nome na lama aviso que não recuo. Tudo será esclarecido em doses homeopáticas, com documentos e com responsabilidade, a justiça está sendo feita. Em breve vamos exibir o vídeo da fala dos desembargadores, o que disseram sobre o fizeram contra mim”, comemorou Amintas.

Deu continuidade a fala com o tema sobre as CPI’s. “Vamos protocolar nessa Casa o pedido de implantação da CPI da ‘Máfia dos Shows’, que foi minha luta desde o início. Acredito que a maioria dos parlamentares vai assinar porque espera-se que ninguém esteja envolvido nesse esquema, não é verdade? Não teriam problema em assinar a CPI, pois quanto mais investigações, melhor. Vou expor o vereador que não assinar, porque se não assinar é que está com medo, talvez teve alguma festa patrocinada pela máfia. Ontem recebi ligação de artista nacional que realizou evento em Sergipe com a empresa que denunciei e que até hoje não recebeu o cachê, mas recebi informação que teve outra empresa recebeu durante a campanha do ano passado. O esquema é grande”, afirmou o parlamentar.

“Fiquei isolado nesse assunto, ninguém queria se aproximar de mim, não podia falar e foram poucos que me defenderam. A vereadora Emília Correia (Patriota) e o deputado Georgeo Passos (Rede) que falaram do absurdo da decisão do Ministério Público. Mas não tem problema, só espero não ficar isolado quando protocolar a CPI, quem tem medo de CPI? Quem tiver vou dizer que o vereador ‘fulano de tal’ não assinou porque tem medo, isso não cabe para quem representa o povo, só para quem representa o bolso”, criticou Amintas.

Em aparte a fala do vereador Cabo Amintas, se declararam em sua defesa e apoio na assinatura da CPI da ‘Máfia dos Shows’ os vereadores Elber Batalha (PSB), Emília Correia (Patriota), Lucas Aribé (PSB) e Anderson de Tuca (PRTB).

“Quero parabenizar o Tribunal pela decisão, fui entrevistado pela TV Atalaia e Sergipe naquele episódio e disse que independente do mérito da discussão, é surreal cassar o direito de um parlamentar falar o que ele quiser. A tribuna é o santuário do parlamentar, quanto à questão da CPI conte com minha assinatura, em nome da transparência esse assunto precisa ser bem esclarecido, acho válida uma investigação clara, centrada, sem pirotecnias, mas com objetividade. Para que se saiba, as questões de shows em Aracaju, há muitas administrações vem sendo um calcanhar de Aquiles e não são mais claras. Os cachês diferenciados de artistas sergipanos para artistas nacionais, eu enquanto Secretário de Cultura contratei o show de Genival Lacerda e paguei R$ 20.000,00 e no outro dia a prefeitura pagou R$ 50.000,00, tem que esclarecer isso, em tempos de crise pagar quantias estratosféricas a alguns artistas”, declarou o vereador Elber Batalha.

Após os apartes, Amintas retomou o discurso e disse que recebeu mais documentos informando fraudes em shows e aproveitou para incitar os deputados estaduais a participarem da CPI. “Recebi mais documentos, inclusive, envolvendo outras cidades do estado, e ontem uma pessoa me disse que o trabalho que estou fazendo é de deputado. Então vou sugerir aos deputados que façam uma CPI da ‘Máfia dos Shows’, também na Alese. Alguns documentos que recebi envolvendo outras cidades, além de enviar para o Ministério Público Federal porque envolve a Petrobrás, estamos falando de R$400 milhões, também vamos enviar para as câmaras de vereadores das cidades envolvidas, assim pode ter um vereador ‘louco’ que queira abrir outra CPI”, revelou.

Ainda sobre o mesmo assunto, Amintas fez mais revelações. “Vocês não fazem ideia do poder desses corruptos, isso vai bater em Brasília, posso dizer sem medo de errar, porque esse dinheiro pagou campanhas de gente poderosa que sonha em governar o estado de Sergipe. Mas nós vamos para a briga, só me calam tirando minha vida e eu tenho Deus”, disse o vereador.

Depois mudou de assunto e falou sobre outra possível CPI. “Passei a vida inteira combatendo bandidos e agora bandidos tentam sujar meu nome? Passei a vida ajudando a imprensa dando matérias exclusivas quando estava na rua e agora parte dessa imprensa ‘jabazeira’ resolve manchar meu nome sem dar espaço de defesa. Outra CPI boa é a da Comunicação, essa Casa tem contratos com órgãos de comunicação daqui, justamente os que me travam, só quero derrotar corruptos”, afirmou.

Para finalizar o discurso, o vereador trouxe mais um tema. “Vou mudar de assunto para não mostrar todas as cartas. Gostaria de saber dessa Casa por que tenho tantos projetos de lei que não vem para votação. Assim somos tratados aqui, quando nao batem a porta na cara, nos dão as costas”, questionou Cabo Amintas.

Fonte: Assessoria de imprensa do vereador Cabo Amintas

O que você está buscando?