Valadares diz que não foi barrado em presídio durante a visita que fez ao ex-prefeito Sukita

Por: assessoria de comunicação

Redação, 18 de Setembro, 2019

Logo após a divulgação da informação de que havia sido barrado na entrada do presídio de Nossa Senhora da Glória, o ex-senador Antônio Carlos Valadares (PSB) esclareceu, através do HatsApp, que esteve na Penitenciária para fazer uma “visita humanitária ao ex-prefeito de Capela, Manoel Messias Sukita”.

A informação, divulgada na manhã desta quarta-feira (18), dizia que o senador Valadares teria sido barrado na entrada, por não se tratar de dia de visitas aos detentos. Valadares diz que foi bem recebido pelo diretor do presídio, João Marcos, e que teria se apresentado como advogado do preso, Manoel Sukita, que cumpre pena no presídio de Nossa Senhora da Glória.

Na nota, o ex-senadr Valadares diz que “não procede a notícia que fui barrado na penitenciária de Glória numa visita que fiz a Sukita em caráter humanitário e que pra ter acesso à unidade prisional tenha me apresentado como advogado do ex-prefeito”.

Valadares afirma que “fui tratado gentilmente pelo seu diretor João Marcos e tive apenas de apresentar a minha identidade para confirmar o agendamento anteriormente feito pela Advogada de Sukita, Joseane Goes. Por coincidência o documento que apresentei foi a minha carteira de advogado”, disse Antônio Carlos Valadares.

O que você está buscando?