Nitinho esclarece questionamentos sobre a Câmara de Aracaju durante entrevista de rádio

Redação, 24 de Setembro, 2019

O presidente da Câmara Municipal de Aracaju (CMA), Nitinho (PSD), concedeu entrevista na manhã desta terça-feira, 24, ao programa Jornal da Fan, apresentado por Narciso Machado, na Rádio Fan FM, 99.7. Durante a entrevista, o presidente esclareceu questionamentos sobre a Câmara de Aracaju e a divulgação das faltas dos vereadores.

Segundo Nitinho, os vereadores não exercem apenas atividades dentro do Plenário. “Os parlamentares também atuam fora do plenário. Quando o vereador não está presente na Sessão pode ser justificada a ausência, que não precisa ser escrita, o vereador pode comunicar à Mesa por telefone se for ao médico, se estiver visitando alguma comunidade, em Audiência Pública ou numa visita em alguma secretaria da Prefeitura. Geralmente, o vereador pode atrasar para comparecer à sessão, mas durante a votação de pauta ou mesmo durante o meio da Sessão, a maioria dos vereadores comparecem após seus compromissos”, esclarece o presidente.

“Assumi a Prefeitura por duas vezes durante este período, então, as faltas que constam na matéria são genéricas e não condizem com a realidade. As faltas apresentadas na matéria estão generalizadas, pois na maioria das vezes os vereadores estão presentes na Sessão, principalmente durante a pauta de votação, onde são votadas as proposituras como os vetos do prefeito, a Lei de Diretrizes Orçamentárias, os projetos de empréstimos, ou seja, em projetos polêmicos na Câmara, todos os vereadores estão presentes, tanto da oposição quanto da situação”, salientou o presidente.

Licença Médica

Sobre licença médica retirada pelo vereador Evando Franca, o presidente destacou que não há nenhuma irregularidade na solicitação de licença. “Todos os pedidos de afastamento do vereador Evando Franca foram aprovados em Plenário pelos vereadores e não tem nada irregular. Ele retirou duas licenças, uma foi para realizar cirurgia e a outra para tratar um pequeno câncer de próstata. Em virtude esses procedimentos, que incluem anestesia geral, a saúde dele foi um pouco prejudicada e por isso ele precisou se afastar novamente e não há nenhum problema com isso. Está dentro do regimento e é um direito de qualquer parlamentar”.

O ex-vereador Emmanuel Nascimento, que é suplente do vereador Evando Franca, também entrou no ar e elogiou a conduta do presidente da CMA com relação a esse assunto. “Nitinho é uma pessoa digna que merece o meu respeito, em nenhum momento o presidente interviu em relação a essa questão, pelo contrário, ele entrou em contato comigo e me explicou a situação. Quem precisa agir quanto a isso é o vereador que está licenciado, que pediu um atestado menor que 120 dias e o suplente só assume com um prazo maior que 120 dias. Isso não é culpa do presidente, pois ele agiu da forma correta”, afirmou Emmanuel.

Concurso Público

O presidente da Câmara também esclareceu dúvidas dos ouvintes e falou sobre o concurso da CMA. “Empresas foram convidadas a apresentarem suas propostas e assim que chegar vamos escolher o menor preço e abrir o processo de inexigibilidade. O objetivo é escolher uma empresa que dê total credibilidade ao concurso. Acredito que até o final do ano o concurso da Câmara será realizado”.

Fonte: Ascom CMA

O que você está buscando?