Prefeito de Aracaju cortará árvores para melhorar o trânsito

Redação, 04 de Dezembro, 2019

Afim de melhorar o trânsito da Capital, o prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira (PCdoB), investirá R$ 20 milhões na reforma do corredor viário das Avenidas Hermes Fontes, Adélia Franco e Empresário José Carlos Silva (antiga Heráclito Rolemberg). A medida foi anunciada na manhã desta quarta-feira, 4.

Para efetivar as mudanças no corredor, que compreendem uma expansão do espaço para trânsito de veículos, a Prefeitura de Aracaju pretende promover um corte maciço das árvores plantadas em toda a sua extensão há mais de trinta anos.

Segundo o prefeito, a retirada das árvores fará parte de um processo de compensação, que inclui o plantio de 285 espécies de ipês-amarelos e roxos. “Faremos a compensação das árvores, aqui ou em outro local. Estamos discutindo isso com os órgãos ambientais. A obra já foi liberada e nós vamos fazer essa compensação ambiental”, citou o gestor, o qual também mencionou que a gestão concluiu a plantação de cerca de 20 mil árvores em Aracaju nos últimos dois anos.

Quando questionado sobre a possibilidade de pressão por parte de autoridades e lideranças ambientais, Edvaldo Nogueira foi enfático: “Não sei. Vamos esperar”. Conforme ele, o projeto teve o aval dos órgãos, a exemplo da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Sema), a qual, por sua vez, confirmou a liberação em entrevista concedida pelo secretário Alan Lemos. “Todo o processo de supressão precisa ser autorizado pelo órgão ambiental do município, que no caso é a Sema. A prefeitura faz a avaliação disso e quando há o interesse público envolvido, as supressões são autorizadas em caso de compensação. O plantio pode ser feito na própria avenida ou em outras áreas indicadas, de modo que o resultado seja final seja positivo”, identifica o secretário.

A obra na Hermes Fontes foi classificada pelo prefeito aracajuano como a mais complexa e trabalhosa, devido ao curto espaço para desvios durante as obras e devido à intensidade do tráfego na região que liga a região central de Aracaju à zona sul. “O corredor central sairá para alargar a via e o corredor exclusivo provavelmente ficará ao lado esquerdo. Esse canteiro central vai praticamente desaparecer e a gente vai avançar nessa via que é um dos pontos de maior dificuldade da mobilidade urbana de Aracaju”, determinou o prefeito.

Novidades

Com as intervenções, as avenidas passam a contar com três faixas de circulação, sendo uma, ao lado do canteiro central, exclusiva para ônibus. Nas três avenidas que compõem o corredor também serão implantadas rampas de acesso para pessoas com deficiência, calçadas e sinalização vertical e horizontal. Em relação a implantação de ciclovias, a Prefeitura de Aracaju confirmou somente a implantação de uma nova via nestes moldes na avenida Empresário José Carlos Silva.

Fonte: Daniel Rezende/Infonet 

O que você está buscando?