Traficante de drogas morre em confronto na 13 de Julho

Redação, 09 de Dezembro, 2019


Um suspeito foi morto e outro foi preso em uma operação policial realizada na tarde desta segunda-feira, 9, no bairro 13 de Julho, em Aracaju, e também em Carira, que resultou com apreensão de drogas, armas, motocicleta e outros bens que teriam sido adquiridos com os recursos oriundos da comercialização de drogas ilícitas. De acordo com informações da assessoria de imprensa da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP), durante a operação um dos investigados teria reagido quando os policiais se aproximaram da residência na Praia 13 de Julho e, no confronto, foi baleado e morreu.

Armas e cocaína foram apreendidas durante a operação
Segundo a SSP, a operação foi realizada para cumprimento de mandados de busca e apreensão expedidos pelo Poder Judiciário de Sergipe para desarticular um suposto núcleo de tráfico de entorpecentes, que seria responsável pela remessa interestadual de drogas. Os mandados judiciais foram cumpridos em uma residência na 13 de Julho e também no município de Carira.

No interior do estado de Sergipe, os policiais prenderam em flagrante Crislan Sobral dos Santos. No cumprimento de um dos mandados de busca, em uma casa no bairro 13 de Julho, em Aracaju, os policiais entraram em confronto com Alexandre Silvestre Ribeiro, mais conhecido como “Xande”. Ele foi baleado e encaminhado para o Hospital de Urgência, onde foi constatado o óbito.

A operação foi articulada pela equipe da Delegacia Regional de Carira e do Complexo de Operações Policiais Especiais (Cope), com o suporte da Divisão de Inteligência da Polícia Civil (Dipol), da Companhia Independente de Operações Policiais em Área de Caatinga (Ciopac) e do 11ª Batalhão da Polícia Militar (11º BPM).

Tráfico Internacional

Oriundo de Santos (SP), Xande era considerado pela polícia como um dos principais traficantes na região de Carira, onde havia se estabelecido há meses. Há pouco tempo, conforme a SSP, ele decidiu alugar uma casa no bairro 13 de Julho, onde gerenciava o tráfico à distância a fim de despistar as investigações da polícia.

Segundo informações da polícia de Sergipe, Xande já tinha sido preso em uma operação realizada pela Polícia Civil e pelo Ministério Público de São Paulo na Baixada Santista, em 2017, por tráfico internacional de drogas. Na época, mais de 60 quilos de cocaína foram apreendidos. Conforme a SSP, Xande era líder de um esquema de remessa de entorpecentes enviados para o estado de Sergipe e foi preso em Vila Guilhermina, em Praia Grande, com duas pistolas, uma de uso restrito do Exército Brasileiro.

Na operação realizada na tarde desta segunda-feira, 9, em Sergipe, os policiais encontraram com “Xande” um revólver calibre 38. Conforme a SSP, Crislan, que foi preso em Carira, já tinha passagem pelo sistema prisional por furto aos Correios. Com ele, foi localizada uma pistola 380 e quase 140 pinos de cocaína. As investigações continuam para localizar mais substâncias entorpecentes, bem como bens que teriam sido adquiridos com dinheiro oriundo do tráfico.

Com informações da Ascom SSP

O que você está buscando?