Turista francês é preso por chamar funcionária de pousada de ‘macaca’

Redação, 10 de Janeiro, 2020 - Atualizado em 10 de Janeiro, 2020

O turista francês Jean de Vilardi de Montlaur está preso na Delegacia de Atendimento a Grupos Vulneráveis (DAGV) pelo crime de Injúria Racial, após agredir verbalmente uma funcionária da Aju Hostel e Pousada, localizada no bairro Atalaia.

Segundo informação dos próprios funcionários do estabelecimento, o homem e sua esposa queriam estender sua estadia na pousada mas foram informados que não haveria disponibilidade, como teria sido comunicado no momento da reserva. Diante da negativa, o turista começou a xingar a recepcionista.

“Você não sabe ler, você é burra, não sabe interpretar. Você não deveria estar aqui e sim limpando o quarto”. Após estas agressões, a funcionária informou que chamaria o proprietário da pousada e foi aí que Jean de Vilardi soltou. “A macaca vai chamar o macaco maior”.

A polícia foi acionada e o francês encaminhado à DAGV onde deve ser interrogado e ter uma fiança arbitrada.

O que você está buscando?