Mais de 6 mil estudantes são afetados por erros no Enem 2019

O Inep descarta erros na redação

Redação, 21 de Janeiro, 2020 - Atualizado em 21 de Janeiro, 2020

 

O presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Anísio Teixeira (Inep), Alexandre Lopes, disse nesta segunda-feira (20) que já foi corrigido o erro que afetou a nota de quase 6 mil candidatos do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019.

Em entrevista coletiva em Brasília, ele afirmou que o problema afetou exatamente 5.974 estudantes e que a pontuação de todos foi revisada. O total de afetados representa 0,15% dos 3,9 milhões de inscritos que fizeram as provas em 3 e 10 de novembro. No fim da tarde desta segunda, alguns candidatos relataram que as notas haviam sido modificadas na Página do Participante.


De acordo com Lopes, uma falha na gráfica fez com que provas fossem associadas a gabaritos trocados. O equívoco ocorreu no momento transmissão das informações – em razão disso, candidatos que fizeram a prova de determinada cor tiveram o gabarito corrigido como se ele fosse correspondente ao exame de outra cor.


A princípio, a informação era de que o erro havia atingido apenas a correção de gabaritos do segundo dia de Enem 2019, na aplicação de provas de ciências da natureza e matemática. No caso da redação, Lopes afirmou que não houve nenhum problema, pois o procedimento de correção é diferente – "a prova é digitalizada e corrigida".

Fonte: G1.com

O que você está buscando?