Kaelzinho Ferraz causa polêmica ao cantar Cracudo na Tv

Redação, 31 de Janeiro, 2020 - Atualizado em 31 de Janeiro, 2020

Durante a exibição do programa jornalístico ao meio dia da última quinta-feira, 30. A principal emissora de Sergipe, afiliada da Rede Globo, cometeu uma grande gafe ao colocar um jovem cantor Kaelzinho Ferraz ao vivo sem ao menos escutar a letra da canção. O fato provocou uma grande reação da população causando polêmica e debates nas redes sociais.

Durante o programa, o músico sergipano cantou a música Cracudo, que faz referência ao uso do Crack para esquecer a mulher amada. O crack é uma das mais devastadoras drogas do planeta e devido ao seu consumo, os usuários cometem vários delitos para manter o vício. O cantor estava divulgado a festa organizada por uma rádio FM, do mesmo grupo da emissora de televisão.

Sobre o tema, o juiz Sérgio Lucas, que também é compositor, escreveu um depoimento no grupo de WhatsApp ‘Café com Política’.

“Não, você não está delirando. Você não está sob o efeito de alucinógenos.

Um cidadão que se autointitula compositor teve o desplante e a insensibilidade de fazer algo que ele chama de música aventando a possibilidade de tornar-se viciado em crack (cracudo) por causa da ausência da mulher amada.

O crack, como se sabe, é uma das mais devastadoras drogas do universo. Em pouquíssimo tempo ela destrói futuro, presente, sonhos, famílias, vidas; transformando os seus usuários em farrapos humanos, mortos-vivos que vagam pelas cracolândias de grandes e médias cidades, cometendo delitos das mais variadas espécies enquanto se encaminham para o fim de suas existências.

Seria alarmismo afirmar que a música é uma apologia ao crime ou ao vício. Todavia, é uma minimização de um drama gravíssimo que merece, no mínimo, respeito e compaixão!

Lamentável que essa droga, a tal música, ainda encontre espaços de conivência leniente e propagativa junto à mídia!".

O que você está buscando?