Coluna na Tribuna Política

Redação, 05 de Fevereiro, 2020 - Atualizado em 05 de Fevereiro, 2020

Coluna 06.02.20

Itabaiana

O presidente do Partido Verde (PV/Itabaiana), Waldson Diniz, confirmou que a sigla indicou o nome de Joana Gomes de Moraes para assumir uma secretaria na gestão de Valmir de Francisquinho. O fato gerou a revolta do filiado Maciel Costa, pré-candidato a vereador, que informou que estará deixando a agremiação.

Areia Branca

O ex-prefeito de Areia Branca, Ascendino Souza, confirmou nesta semana a sua pré-candidatura à prefeitura da cidade. “Sou pré-candidato a prefeito para beneficiar o povo de Areia Branca, que está carente de um mandato sério, comprometido com as suas demandas”, relatou o político.

Palanque rachado

Está tudo encaminhado para o prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira, se filiar no PDT, partido liderado no Estado pelo deputado federal Fábio Henrique. A grande dúvida que paira no ar é sobre o palanque Edvaldo irá compor em Nossa Senhora do Socorro.

Palanque rachado

Edvaldo e Padre Inaldo eram correligionários do PCdoB até pouco tempo. Agora, com a ida para o PDT, o gestor da Capital terá que apoiar Fábio Henrique, que é um dos pré-candidatos da sigla em Socorro e principal opositor de Inaldo. Será que a amizade de longa data com Inaldo prevalecerá ou Edvaldo irá apoiar o partido que o acolheu?

Não gostou

Quem não gostou nem um pouco do anuncio da delegada Danielle Garcia como pré-candidata a prefeita de Aracaju foi a vereadora Emília Corrêa. Há muito tempo a parlamentar trabalhava seu nome para se firmar como principal opção da sigla e agora foi escanteiada. O líder do bloco, o senador Alessandro Vieira, realizou uma pesquisa eleitoral e referendou o nome da delegada.

Não gostou I

Em uma entrevista a uma emissora de rádio, a vereadora soltou. “Se houve qualquer tipo de arrumação, no futuro todos iremos saber”. Emília obteve quase 53 mil votos quando disputou para o cargo de deputada federal na eleição de 2018, não levou a vaga devido a legenda.

Líder

Em seu primeiro ano como senador, Rogério Carvalho foi agraciado com o status de líder do Partido do Trabalhadores (PT) no ano legislativo 2020. Ferrenho opositor do Governo Federal, o senador sergipano terá pela frente a votação da Reforma Tributária e a PEC da emergência fiscal.

Autoritário

O senador Alessandro Vieira foi chamado de autoritário pelo também delegado Paulo Márcio, que é pré-candidato a prefeito de Aracaju. Inconformado com seu nome fora da consulta pública, o Paulo emitiu nota criticando a postura do senador e a lisura da pesquisa eleitoral. O texto ainda citou o uso de fundo eleitoral para contratar empresa de correligionários.

Autoritário I

O delegado citou no texto. “O dinheiro do fundo partidário, por exemplo, que Vossa Excelência utilizou para custear polêmica pesquisa realizada por um instituto cujos sócios são dois filiados do partido Cidadania, também é considerado coisa pública, e, como tal, não pode servir a qualquer propósito que não se coadune com o interesse público ou coletivo.”

Autoritário II

Ainda na nota, o delegado Paulo Márcio chamou o senador Alessandro Vieira de autoritário. “O instituto umbilicalmente ligado ao partido comandado por Vossa Excelência, só vem a confirmar a natureza despótica e o autoritarismo que lhe são característicos e já não se envergonham em desfilar à luz do dia”.

Mensagem:

“ Errar é humano. Culpar outra pessoa é política. “


Hubert Humpheyp

O que você está buscando?