Obras na rodovia que liga Itabaiana à Itaporanga D’ Ajuda chegam a mais dois povoados de Itabaiana

Já são 25 km de extensão de rodovia asfaltada até agora e atual fase da obra conta com duas novas frentes de trabalho

Redação, 09 de Fevereiro, 2020 - Atualizado em 09 de Fevereiro, 2020

Ampliar a malha viária estadual, encurtar distâncias, facilitar a mobilidade e o escoamento da produção agrícola e mineral estão entre os principais benefícios que serão proporcionados pela Rodovia Itabaiana/Itaporanga (SE 255), com recursos do Programa de Apoio ao Investimento dos Estados (Proinveste), no valor de R$ 58.140.592,81. As obras da futura rodovia no Território do Agreste Sergipano prosseguem com duas frentes de trabalho: implantação da pavimentação de parte da rodovia SE 255, entre BR 101 (Povoado Aningas - Itaporanga) e o aterro e terraplanagem de parte do terreno do Povoado Mangueira e Povoado Pedrinhas.

A rodovia, construída pelo Governo de Sergipe, por meio do Departamento Estadual de Infraestrutura Rodoviária de Sergipe (DER), terá 52 km de extensão e interligará a BR-101, na altura do povoado Aningas, em São Cristóvão, passando por povoados dos municípios de Itaporanga D’ajuda e Areia Branca até encontrar-se com a BR-235, precisamente no povoado Rio das Pedras em Itabaiana.

Após os serviços de pavimentação asfáltica, realizados em 25km de extensão da rodovia, a moradora do Povoado São José, Claudenir Maria Neto, de 26 anos, abriu nesta semana uma mercearia para melhorar sua renda. A obra passa em frente à casa dela. “Antes aqui era só lama, poeira, buraco, o pessoal evitava passar por aqui, com esse trecho já concluído, a movimentação aumentou e tive a ideia de abrir a mercaria. Estou muito satisfeita porque além de valorizar nossa casa, aproveitei a movimentação para ter uma renda extra”, disse.

A rodovia

A obra atende ao padrão estabelecido às novas estradas estaduais, terá dez metros de largura, sendo sete de pista de rolamento e três de acostamento, sistema de drenagem pluvial, sinalização horizontal e vertical. E terá uma camada final de asfalto (do tipo CAUQ) de 5 cm de espessura. A ponte sobre o Rio das Pedras, no Povoado São José, em Itabaiana, também já foi concluída.

No trecho do Povoado Mangueira, em Itabaiana, os serviços continuam com maquinário para atender a demanda do novo trecho. São sete caçambas, um carro pipa, uma melosa (carro de manutenção), duas carregadeiras, duas máquinas niveladoras, uma escavadeira, uma testeira, quatro rolos e dois tratores.

O agricultor Ricardo de Melo, que possui uma propriedade rural no local da nova frente de trabalho, disse que está feliz com o andamento dos serviços. “A obra está ficando boa demais e vai melhorar muito essa região. A parte que já está asfaltada já nos trouxe benefícios, pois, fica melhor o escoamento dos produtos, sem contar que vai valorizar nosso terreno”, aponta.

Processos de indenização em andamento

Segundo o engenheiro fiscal da obra, Geraldino Vieira, do DER, ainda tem alguns processos de indenização em andamento. “No povoado Ipanema tem aproximadamente 11 proprietários, já no povoado Mata do Ipanema são aproximadamente 15 proprietários e no povoado Mangueira mais 20 proprietários com indenizações em andamento. Esses processos de indenizações junto com os períodos de chuva causam um atraso no andamento dos serviços, porém voltamos esta semana e pretendemos dar mais celeridade aos serviços”, explica o engenheiro.

O que você está buscando?