Rodrigo Valadares ganha processo na justiça do polêmico Vardo da Loterica

Redação, 11 de Fevereiro, 2020 - Atualizado em 11 de Fevereiro, 2020

A luta travada pelo suplente de deputado estadual Arivaldo de Rezende, PTB, o Vardo da Lotérica, para ficar com o mandato do deputado estadual Rodrigo Valadares, PTB, teve nesta terça-feira um desfecho fatal contra os interesses do itabaianense: o Tribunal Superior Eleitoral -TSE - considerou que não houve nada de errado na campanha de Rodrigo e que ele é, sim, dono do mandato.

“Vardo inventou uma história maluca de que eu tinha oferecido para um pastor evangélico vantagem financeira indevida, que era preciso para ele consertar um telhado de não sei o que lá da igreja, que isso foi compra de voto e que teria me feito ganhar a eleição. Aqui ele perdeu por 7 a 0 e recorreu ao TSE, que manteve o resultado do TRE de Sergipe”, informa Rodrigo.

“Tudo acabou hoje. Saiu a sentença favorável a gente, mantendo o nosso mandato, mantendo o entendimento aqui do Tribunal de Sergipe, que foi de 7 a 0, mostrando que a mentira não poderia prevalecer. Na verdade, o Vardo queria o nosso mandato sem prova nenhuma. Ao perder aqui pelos 7 a 0, ele recorreu em Brasília”, diz Rodrigo.

“O ministro em Brasília nos foi favorável, mostrando que tem que ser aceito o resultado das urnas, que a nossa conduta na eleição foi correta e que não adianta levantar falsas ilações contra a gente, porque a verdade sempre vai prevalecer. Já dizia João 8:32: “Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará”. Está aí, mais uma vitória nossa”, festejou o deputado.

Em 2018, pela mesma coligação, Vardo, que é vereador de terceiro mandato em Itabaiana, e Rodrigo, disputaram uma vaga na Alese por um mesmo partido. Por uma diferença de dois votos - 15.221 a 15219 -, Rodrigo levou o mandato e o itabaianense ficou na rebarba.

Por: JLpolitica

O que você está buscando?