Ex-policial Adriano da Nóbrega esteve em Itabaiana e Lagarto

Redação, 15 de Fevereiro, 2020 - Atualizado em 15 de Fevereiro, 2020

Nos últimos cinco meses, Adriano da Nóbrega, 43, ex-capitão do Bope do Rio de Janeiro, circulou por festas de vaquejada e praias da Bahia e de Sergipe, mesmo foragido da Justiça. A quem perguntasse quem ele era, apresentava-se: “Capitão Adriano”.

O miliciano ligado ao senador Flávio Bolsonaro (sem partido-RJ) foi morto no último domingo (9) em uma operação das polícias do Rio e da Bahia, em Esplanada (170 km de Salvador). Nos meses anteriores, participou de competições de vaquejada nos municípios de Lagarto e Itabaiana, em Sergipe, Serrinha e Inhambupe, na Bahia, mesmo diante de câmeras e de grandes públicos.

Andava muito bem e participava de vaquejadas na Bahia e em Sergipe.

Neste sábado, 15, a Folha de São Paulo informa:

Nos meses anteriores (à sua morte), participou de competições de vaquejada nos municípios de Lagarto e Itabaiana, em Sergipe, Serrinha e Inhambupe, na Bahia, mesmo diante de câmeras e de grandes público.

No último domingo, foi assassinado como “queima de arquivo”.

O que você está buscando?