Nitinho fala sobre sessões on-line da CMA e esclarece questões sobre a Vaep

Redação, 08 de Maio, 2020

O presidente da Câmara Municipal de Aracaju (CMA), Nitinho Vitale (PSD), concedeu entrevista ao jornalista André Barros, da Rádio CBN Aracaju, na manhã desta sexta-feira, 8. O vereador falou sobre a volta das sessões da Casa de forma on-line e a respeito da volta de parte do valor da Verba para Atividade no Exercício Parlamentar (Vaep).

Nitinho esclareceu que o valor inicialmente cortado da Vaep foi feito por conta da pausa nas Sessões da Casa. Agora que as atividades retornaram de forma on-line e uma vez na semana, parte deste valor foi novamente liberado.

“Dentro da verba indenizatória, fizemos um corte primeiro de um total geral, pois não tínhamos sessões ali, e agora apresentamos uma nova medida da Mesa Diretora retornando com 50%, em virtude do início das sessões remotas, já que os vereadores precisam de algumas assessorias para serem auxiliados em projetos. Essas medidas de contenção estão sendo tomadas desde o início do nosso mandato, quando reduzimos um grande número de diárias e viagens, e estamos investindo agora na reforma do prédio da Câmara. A maior questão agora é a do Coronavírus, que preocupa a todos nós vereadores com esse avanço em Aracaju”, disse ele.

Nitinho também destacou que, na sua gestão, os profissionais da imprensa têm sido valorizados. “Quando assumi a presidência da CMA, alguns profissionais de imprensa  da Casa recebiam abaixo do teto. Legalizei essa situação e todos os profissionais da área de comunicação recebem hoje um valor acima do teto. Naquele momento, não fiz nenhuma demissão de nenhum profissional. A Câmara Municipal de Aracaju não demitiu nenhum profissional da imprensa da Câmara".

O parlamentar explicou que os que se sentiram prejudicados foram aqueles profissionais que trabalhavam e recebiam pela verba indenizatória, a Vaep. "Cortei a verba porque não estávamos trabalhando e se criou um tumulto, dizendo que eu desempreguei 20 pais de família, e não tem esse número de comunicadores recebendo pela Vaep. Não temos uma previsão de até onde vai a pandemia. Com essa questão, também sabemos que o município de Aracaju está perdendo muita receita. No futuro, o orçamento vai cair, e em alguma necessidade a gente tem essa economia para tocar a Câmara em um momento de crise”, declarou.

O parlamentar acrescentou lembrando que, na próxima semana, os vereadores irão se reunir com secretários municipais para esclarecer questões relacionadas à pandemia: “Mandamos um ofício ao prefeito Edvaldo Nogueira e a alguns secretários para que, a partir de segunda-feira, possa haver um debate com os vereadores. Na segunda será a Waneska Barbosa, de secretária da Saúde; na terça o secretário de Finanças, Jeferson Passos. Eles farão esclarecimentos e os vereadores poderão também tirar dúvidas sobre tudo isso”.

Por fim, o presidente da Câmara disse estar satisfeito com o andamento das Sessões, que são realizadas de forma remota toda quarta-feira durante o período de pandemia do Coronavírus. “Estamos fazendo uma sessão por semana. No começo das sessões remotas tivemos problemas, o que é natural em um modelo novo, mas hoje está tudo transcorrendo normalmente”, encerrou.

Fonte: Ascom CMA

O que você está buscando?