O Fim do Isolamento Social. (por Antonio Samarone)

Redação, 10 de Maio, 2020 - Atualizado em 10 de Maio, 2020

 

A tese central de Osmar Terra, médico e deputado, é que o isolamento social é ineficaz, não impede a transmissão do coronavírus. Diz uma bobagem com o ar sério, parecendo uma descoberta científica: “As pessoas pegam a doença em Casa”, afirma sem pudor o Dr. Trevas.

Recentemente, o Dr. Osmar Terra fez um conferência bem sucedida para as lideranças empresariais de Sergipe. Foi um sucesso. As pessoas concordam no que já acreditavam ou desejavam.

O argumento usado contra o isolamento social pelos empresários é o mesmo usado quando lutavam contra o fim da escravidão no Brasil: “A economia vai quebrar!”. A cantiga é a mesma da luta contra a abolição, com um agravante, a imensa maioria dos militantes contra o isolamento está isolada, em seus condomínios.

Querem o fim do isolamento dos outros. O engenho precisa funcionar...

A marcha da elite mascarada, junto com Bolsonaro, para pressionar o STF a pôr fim ao Isolamento Social, foi um episódio revelador da natureza da nossa classe dominante. Um strip-tease moral!

Quem não sabe a quem a imprensa chama de Mercado (o mercado acha isso, o mercado acha aquilo), está ali, em carne osso, o famoso mercado. São aqueles barões do dinheiro. É para agradar aquela elite, que todos os sacrifícios dos trabalhadores são destinados. Cortes de direitos, fim das políticas sociais, aperto salarial, ajuste fiscal, desemprego, são providências para agradar ao Mercado.

O Mercado contente, diz o Guedes, vai investir no Brasil.

Outro argumento usado pelos negacionistas da Pandemia: "esse número de mortos é exagerado! Independentemente da causa da morte, registram tudo como Covid – 19”. Disse numa postagem recente, um professor conhecido aqui em Aracaju, ligado à música. Deu vontade de desmenti-lo.

Professor, de 1º de janeiro a 10 de maio de 2020, morreram em Sergipe 3.962 pessoas, entre as quais, 33 foram vítimas da Pandemia. Percebeu o absurdo que o senhor disse? Entre os 3.962 óbitos esse ano, 33 foram vitimados pela Pandemia. Calcule a porcentagem! Apenas 0,8% do total de óbitos.

Tenho recebido centenas de postagens negando a Pandemia, com argumentos disparatados, ridículos, engraçados, estúpidos, inteligentes, pretensiosos, chatos. Eu devolvo todo esse besteirol, com um carimbo: Fake News!

Um primo escritor, me manda diariamente esses vídeos obscurantistas. E ainda me cobra com ironia: "esse serve? O homem é professor da Universidade Tal" (e cita uma famosa).

Somos o único país no mundo onde existe uma militância apaixonada, a favor do Vírus. Gente, em boa parte, encantada pela alma do neo fascismo, que ronda o Brasil.

Se Bolsonaro não desmarca o churrasco, e abrisse o convite para os negacionistas, tenham certeza de que a Esplanada dos Ministérios seria pequena.

Antonio Samarone.

O que você está buscando?