Responsável por criar Fake News sobre manifestação em Itabaiana responderá judicialmente pelo ato

Ele filmou um cortejo fúnebre e divulgou como sendo um ato contra Belivaldo Chagas

Redação, 20 de Maio, 2020 - Atualizado em 20 de Maio, 2020

O homem responsável por criar e espalhar uma Fake News em Itabaiana foi localizado pela Secretaria de Segurança Pública (SSP) e responderá judicialmente pelo ato. Ele fez um vídeo durante um cortejo fúnebre e narrou como sendo uma manifestação contrária ao Governador Belivaldo Chagas e as medidas adotadas para o enfrentamento ao Coronavírus no estado.

O vídeo começou a circular nas redes sociais durante esta terça-feira (19). Tratava-se do funeral do jovem Maycon Ramos, 23 anos, que faleceu vítima de câncer no município.

No vídeo, o suspeito afirmava que a população tinha acordado e saído às ruas da cidade protestar contra o governador, além de utilizar de xingamentos para se referir à Belivaldo e à justiça sergipana. “É uma irresponsabilidade sem tamanho”, afirmou Belivaldo durante entrevista a uma emissora de rádio da região.

CONSEQUÊNCIAS PENAIS

Quando a notícia falsa é divulgada onde o autor tem a intenção de ofender alguém, configura-se crime contra honra, ou seja, calúnia, injúria ou difamação, de acordo com o Código Penal. Ainda há tipificações quando a notícia falsa causa perturbação ou desassossego público, o que se encaixa no caso acima.

Normalmente os responsáveis são punidos com o cumprimento de ações socioeducativas e retratação pública.

O que você está buscando?