Governador Witzel demite chefe da Casa Civil André Moura

Redação, 28 de Maio, 2020 - Atualizado em 28 de Maio, 2020


O secretário da Casa Civil do governo do Rio, André Moura, foi exonerado nesta quinta-feira – conforme traz edição extra do Diário Oficial do estado. Vai para o cargo Raul Teixeira, procurador de carreira do estado.

Como o Radar vinha antecipando, a situação de Moura no governo de Wilson Witzel não era das melhores.

Ex-braço-direito de Eduardo Cunha, o sergipano foi trazido para o Palácio Guanabara com as bênçãos do Pastor Everaldo, presidente do PSC – partido a que Witzel e Moura pertencem.

O governador, que andava insatisfeito com a articulação política promovida pelo agora ex-secretário, viu sua lista de problemas aumentarem significativamente esta semana. Pairam contra ele cinco pedidos de impeachment na Assembleia Legislativa.
A gota d’água para o fim do relacionamento foi o silêncio do homem forte do governo diante das operações que atingiram em cheio Witzel e sua mulher, Helena, nesta semana.

Interlocutores dizem que a escolha de Teixeira, considerado um nome técnico, é uma tentativa de resgatar a credibilidade do governo.

O que você está buscando?