Canindé de São Francisco livre do lixão

Redação, 30 de Junho, 2020

O prefeito Ednaldo da Farmácia realizou, entre tantas outras coisas na sua gestão, a eliminação do lixão em Canindé de São Francisco. Além de contribuir para o meio ambiente o prefeito ainda se preocupou com bem estar e economia de todos que sobreviviam dos entulhos e recicláveis, orientando para que as famílias se cadastrassem na Cooperativa de Reciclagem de Canindé de São Francisco (SE-PA-RE).

O lixão foi desativado há oito meses, o restante dos rejeitos que não são reciclados é encaminhado para o aterro sanitário na cidade de Iati em Pernambuco. “Uma ação aparentemente pequena, mas que faz uma grande diferença porque colabora com a manutenção da limpeza pública e restauração do meio ambiente em Canindé de São Francisco. Foi uma etapa fundamental que concretizamos para tornar Canindé uma cidade sustentável e limpa. A sustentabilidade passa pela preservação do meio ambiente, mas também pela maneira correta com que tratamos os resíduos sólidos e como e onde são descartados. Por isso foi muito importante essa mudança do descarte do lixo", destacou o prefeito.

Além de reforçar a importância da eliminação do lixão em Canindé e o descarte correto dos resíduos sólidos da cidade, Ednaldo ressaltou que a meta da administração municipal é até dezembro de 2020 reflorestar a região que antes era lixão. “Isso dará uma nova cara para a cidade porque conseguiremos avançar também nos impactos ambientais. É um trabalho que considero muito importante porque, com esse trabalho, Prefeitura e sociedade se unem para transformar a cidade em um lugar limpo, bem cuidado, e sustentável", considerou.

O prefeito lembrou, ainda, sobre os antigos catadores que foram cadastrados na Cooperativa de Reciclagem de Canindé de São Francisco (SE-PA-RE) e tiram o sustento de suas famílias do material reciclável antes do descarte ser realizado. “Esse trabalho foi fundamental para que famílias não perdessem sua renda e continuassem sustentando sua família mesmo sem existir mais o lixão. Agora são cooperados", pontuou.

Fonte: Assessoria de Imprensa

O que você está buscando?