OMS vai revisar possibilidade de transmissão da covid-19 pelo ar

Redação, 07 de Julho, 2020

A Organização Mundial da Saúde (OMS) disse que está revisando 1 artigo que sugere que o novo coronavírus pode ser transmitido pelo ar, permanecendo ativo em partículas suspensas –e não apenas em gotículas mais pesadas que se precipitam, atual tese da OMS. O grupo responsável pelo alerta pediu que a organização atualize as orientações e protocolos de prevenção da covid-19.

Em uma carta aberta, 239 cientistas de 32 países explicaram ter evidências de que o vírus pode permanecer em pequenas partículas que ficam no ar. Se isso se confirmar, a contaminação seria possível mesmo que não se tenha contato direto com alguém infectado, se mantenha a distância de segurança ou se lave sempre as mãos. Tarik Jasarevic, porta-voz da OMS, disse à Reuters que “estamos cientes do artigo e revisando seu conteúdo com nossos especialistas técnicos”.

O estudo completo será publicado em breve em uma revista científica, informaram os autores. A OMS, até o momento, afirma que o vírus é transmitido entre pessoas através de gotículas respiratórias expelidas quando se tosse, espirra ou fala. Por serem mais pesadas que o ar, essas gotículas caem rapidamente no chão ou em alguma superfície próxima.

Por isso, as recomendações atuais da OMS incluem manter uma distância segura e lavar as mãos constantemente com água e sabão. A transmissão pelo ar, segundo a OMS, seria possível apenas em algumas circunstâncias, como ao se realizar procedimentos de intubação.

Informações com Poder360

O que você está buscando?