Procon-SP notifica Albert Einstein por erro em testes de covid-19

Redação, 05 de Agosto, 2020

A Fundação Procon de São Paulo informou nesta quarta-feira (5) que, na terça-feira (4), notificou o Hospital Albert Einstein sobre resultados de testes de PCR para o novo coronavírus (covid-19) realizados em jogadores e membros da comissão técnica do Red Bull Bragantino, no último dia 27 de julho. Erroneamente, 23 dos exames deram positivo.

O resultado correto, com 100% dos casos negativos, só foi confirmado após dois dias,  e poucas horas antes do jogo contra o Corinthians, pelas quartas de final do Campeonato Paulista. No intervalo entre os exames, o time de Bragança Paulista (SP) chegou a levar os jogadores a outros dois laboratórios para realizarem novos testes. Todos testaram negativo.

Segundo o hospital, em nota assinada em conjunto com Federação Paulista de Futebol (FPF) e o próprio Bragantino, foram identificados dois lotes de reagentes importados (primers) com instabilidade de funcionamento, "provavelmente os responsáveis pela divergência". Ainda de acordo com o comunicado, "a fabricante, uma empresa internacional, foi imediatamente notificada sobre a ocorrência e os lotes com desempenho atípico foram retirados da rotina de exames do laboratório".

O texto ainda informa que o hospital reprocessou os lotes de testes feitos com os primers, identificando "44 divergências adicionais" e comunicando o resultado aos pacientes. Por fim, a nota diz que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) foi comunicada da ocorrência.

À Agência Brasil, a assessoria de imprensa do hospital confirmou o recebimento da notificação e disse que responderá à fundação "no prazo previsto". O Procon aguarda uma posição em até 72 horas e questiona:

- qual a empresa responsável pela elaboração e aplicação dos referidos testes;
- o motivo que levou ao diagnóstico equivocado;
- se há probabilidade de ocorrerem novos erros em diagnósticos decorrentes destes testes;
- os tipos de testes para detecção de coronavírus disponíveis no hospital;
- se, além do registro na Anvisa, os testes foram avaliados no Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde (INCQS) ou entidade equiparada;
- se os testes foram submetidos a algum outro mecanismo de controle de segurança, qualidade e eficácia;
- os critérios utilizados para a seleção e escolha dos testes que serão ofertados em detrimento de outros;
- a origem dos reagentes utilizados para os testes;
- as medidas adotadas pelo hospital diante da divergência encontrada;
- quantos pacientes efetuaram testes com a utilização do reagente que apresentou divergência;
- as providências tomadas quanto aos usuários dos reagentes que podem ter recebido resultados incorretos;
- se, além dos problemas com os reagentes utilizados, outros fatores podem causar divergências nos resultados.

O Einstein é quem tem conduzido os testes da covid-19 dos participantes do Campeonato Paulista desde a retomada da competição. A FPF anunciou que antes do segundo jogo da final do Estadual, entre Palmeiras e Corinthians, no sábado (8), às 16h30 (de Brasília), atletas e comissões técnicas de ambas as equipes realizarão novos exames no hospital.

Fonte: Agência Brasil
Foto: Washigton Alves/REUTERS

O que você está buscando?