Valadares faz “boa política” e seu nome para vice-prefeito só soma para Danielle

Habacuque, 05 de Agosto, 2020 - Atualizado em 05 de Agosto, 2020

Se os membros que fazem oposição em Aracaju conseguirem manter o “foco” de construção de um novo projeto de gestão para a cidade, alinhando discursos, “sufocando vaidades” e sem dar espaços para “críticas construtivas e destrutivas” de setores diversos, entram na eleição municipal, deste ano, bastante fortalecidos. Esse tem sido um tema que este colunista tem insistido por perceber que o cenário político da capital mudou completamente nos últimos meses. O “sistema”, como de costume “acordou” e já busca uma reação...

Uma das “verdades” que precisam ser ditas, mas que nem todos podem dizer, é que muita coisa está acontecendo nos bastidores do mundo político sergipano, e que algumas pessoas estão “assustadas” com os “novos ventos” que começam a “soprar”, que já “batem à janela”! As recentes investigações, deflagradas por órgãos fiscalizadores como a Polícia Federal e a Controladoria-Geral da União ainda não incriminam ninguém, mas já colocam muita gente em “suspeição”! Há, na verdade, uma forte preocupação com o que ainda poder ocorrer...

No comentário anterior o titular deste espaço estava “prevendo” críticas ao ex-deputado federal Valadares Filho (PSB), candidato a prefeito da capital nas eleições de 2012 e 2016, e candidato ao governo do Estado em 2018. Foi assim com o deputado Gilmar Carvalho (PSC), com o PL, com o PSDB e será assim com qualquer um...a diferença é que, desta vez, em plena pandemia, a oposição demonstra um pouco mais de “maturidade”, parece que a “vacina começou a fazer efeito”! Como bem diz o ex-deputado João Fontes “a vaidade das vaidades”, que hoje deu lugar à “unidade”...

É bem verdade que, aqui ou acolá, ainda há uma crítica, uma “ferida ainda não cicatrizada” ou uma “rusga não resolvida”...mas há um consenso entre todos: a gestão do atual prefeito Edvaldo Nogueira (PDT) atravessa um desgaste grande, caiu em descrédito junto à população, em especial, por não ter “abraçado” a causa da Covid! A gestão construiu um Hospital de Campanha, é verdade, mas sem leitos de UTIs que poderiam salvar vidas, preservar famílias! Não era “obrigação” do prefeito, mas “quem ama Aracaju”, se sente na “obrigação” de ajudar e muito pouco foi feito...

O governador Belivaldo Chagas (PSD) não vai se manifestar até para preservar seu aliado, porque quer vê-lo reeleito na PMA, mas se o Estado não conseguiu comprar um único respirador (quase todos que chegaram foram enviados pelo governo de Jair Bolsonaro), a PMA tinha recursos de sobra no caixa para ajuda-lo, mas não o fez! Findou entrando numa polêmica e hoje sua gestão é alvo de investigação! Voltando à política, as críticas a Valadares Filho não colam! Mesmo sem mandato eletivo, ele sempre foi muito bem avaliado pelo aracajuano, pelo estilo “boa praça”!

Valadares saiu do Congresso Nacional sem máculas, com a “ficha limpa”! Uma candidatura própria do PSB hoje lhe custaria um preço que não deveria pagar, até pela falta de recursos financeiros! Se aceitar ser vice da delegada Danielle Garcia (Cidadania) não representará qualquer “demérito”, mas sim um gesto de grandeza em reconhecer quem aparece com melhores condições na disputa! Os demais fazem o mesmo! Estão construindo um projeto para a cidade que fica a acima dos interesses pessoais. Valadares faz “boa política” e seu nome para vice soma muito...  

 

Veja essa!

A delegada e pré-candidata a prefeita de Aracaju, Danielle Garcia (Cidadania), convida a imprensa sergipana para uma coletiva, que será realizada nesta quarta-feira (5), às 14h30, por meio da plataforma Google Meet. A expectativa é que, além de anunciar a aliança com o PSB, também confirme o nome de Valadares Filho para vice.

 

E essa!

Um conhecido empresário sergipano está esperando um “mimo” de uma Prefeitura sergipana! Aqui não se trata de corrupção, mas de uma “parceria”, onde haveria um “acordo de cavalheiros”: em troca do apoio mais “apaixonado e fiel” que se possa esperar, o “dito cujo” faz um pedido, no mínimo, inusitado: sementes de mangabeiras! Diz pelos quatro cantos ser um “admirador” do “doce” da fruta...

 

Entrando água?

Tem uma liderança política em Sergipe que, em rigoroso isolamento social, correu na internet para comprar uma “bóia salva vidas”! É pura ansiedade pela chegada do carteiro dos CORREIOS! Percebeu que começou a “entrar água” no “navio” e precisa encontrar um “porto seguro”! Das vezes em que desafiou a “força da maré”, quase “morreu afogado”! Andou fazendo promessas no passado, mas a turma ficou “temerosa” por sua idade e porque descobriu que ele não sabia nadar...

 

Hotel da Saúde!

Desta vez a denúncia não é com a Secretaria de Saúde da PMA, mas com a Secretaria de Estado da Saúde! Lembram-se do polêmico Hotel que foi anunciado pelo governo de Sergipe para a hospedagem dos funcionários da Secretaria de Saúde do Estado com refeição e serviços de lavanderia, além de outros? Pois bem! O caso está sob investigação do Ministério Público Estadual!

 

Bomba!

A empresa RCS COMMERCE E SERVIÇOS EIRELI registrou uma denúncia no MPE onde relata supostas irregularidades na Dispensa Emergencial realizada pela Secretária Estadual de Saúde. A empresa alega que fez o melhor lance para a Administração Pública, mas findou sendo desclassificada com base no artigo 27 da lei 8.666/93, que trata da habilitação jurídica.

 

Exclusiva!

A RCS COMMERCE E SERVIÇOS EIRELI relatou ao Ministério Público Estadual que, ao entrar em contato a pregoeira da Secretaria de Estado da Saúde, recebeu da mesma a informação de que o argumento usado para justificar a aludida desclassificação seria o fato de a empresa manifestante não ter atividade de hotelaria. Aponta, ainda, um possível conluio de funcionários da Secretaria com o Gilvan Barreto, administrador e esposo da senhora Kelly Santos Silva Barreto.

 

Vai investigar!

O MPE, na pessoa do promotor de Justiça, Jarbas Adelino, solicitou da Secretaria de Estado da Saúde – que também recebeu milhões em recursos federais para o combate à COVID-19 – encaminhe cópia de todo o procedimento de licitação ou dispensa, o contrato administrativo referente a contratação e que informe, ainda a fonte de recursos que está sendo custeada a respectiva contratação, no prazo de 10 dias úteis.

 

Será ouvida

Como também o promotor de Justiça vai designar uma audiência virtual, por conta da pandemia, com o representante legal da empresa manifestante (RCS COMMERCE E SERVIÇOS EIRELI) no sentido que ela preste todos os esclarecimentos detalhados sobre os fatos noticiados.

 

Edvaldo ensina!

Como parceiro da administração estadual, considerando que o governo, através de sua secretaria de Saúde, recusou a empresa interessada no Hotel de Campanha por “não ter atividade de hotelaria”, o prefeito de Aracaju poderia ter auxiliado, explicando que essa questão de “habilitação jurídica”, talvez nem seja tão relevante, tendo em vista que uma empresa do ramo de entretenimento construiu para a PMA um Hospital de Campanha. Era só “trocar figurinhas”...

 

“Capela véia doida!”

Só passando para registrar que agora, no mês de agosto de 2020, faltando pouco tempo para terminar sua gestão, a prefeita Silvany Mamlak (PSC) anuncia apoio ao futebol amador da cidade e até aos ciclistas. O detalhe é que o esporte local andou esquecido por quase toda a sua gestão, sem ser valorizado, reconhecido e priorizado. Bom, pelo “antes tarde do que nunca”! Algo aconteceu ou vai acontecer para a prefeita “despertar” e passar a incentivar o esporte de verdade, e não apenas nas redes sociais. Agora vai?

 

Alô Siriri!

A coluna está recebendo documentos relacionados a dois contratos realizados pela Câmara Municipal de Siriri, em gestões diferentes, mas muito “semelhantes”! Em janeiro de 2018, o então presidente da Câmara contratou uma empresa para a realização de serviços de pintura, onde foram gastos quase R$ 10 mil!

 

Novo contrato

Dois anos depois, sob nova presidência, a mesma Câmara contratou um profissional para elaborar um projeto de execução de obras pagando mais de R$ 5 mil. Chama a atenção dois aspectos: o primeiro (e mais grave) é a “similaridade” das duas propostas citadas; o outro é que, apesar de não ser um volume grande de dinheiro, estamos em uma pandemia e todos os recursos “extras” deveriam ser aplicados no combate à COVID, ou não?

 

Alese

Os deputados estaduais voltam a se reunir, em ambiente virtual, na manhã desta quarta-feira (05), em mais uma sessão remota, por conta do novo coronavírus (COVID-19). Na tarde dessa terça (04), o presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Luciano Bispo (MDB), em entendimento entre os líderes da situação e da oposição, definiu a pauta de votação para a sessão deliberativa de logo mais...

 

Créditos extraordinários

De autoria da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa será apreciado e votado o projeto de Decreto Legislativo que reconhece, para fins do disposto no art. 44 da lei (federal) nº 4.320, de 17 de março de 1964, a abertura, pelo Poder Executivo, de créditos adicionais extraordinários no valor de R$ 156.200.000,00, em favor da Secretaria de Estado da Saúde (SES) e da Secretaria de Estado da Inclusão e Assistência Social (SEIAS), para os fins que especifica.

 

Poder Executivo I

De autoria do Poder Executivo entra na pauta o projeto dispõe sobre as Diretrizes para a Elaboração e a Execução da Lei Orçamentária do Estado de Sergipe, para o exercício financeiro de 2021; também do Executivo a Alese vai apreciar o projeto que dispõe sobre a extinção do Fundo de Terras do Estado de Sergipe – FUNTERRA, revogando a lei nº 3.333, de 10 de maio de 1993.

 

Poder Executivo II

Ainda do Executivo o projeto que dispõe sobre sanções aplicáveis em caso de descumprimento de medidas temporárias de prevenção ao contágio e de Enfrentamento da Emergência em Saúde Pública de Importância Nacional (ESPIN), decorrente da covid-19 (novo coronavírus); alterando o art. 5º da lei nº 8.677, de 06 de maio de 2020.

 

Parlamentares

De autoria do deputado estadual Garibalde Mendonça (MDB) será votado o projeto que institui o Dia dos Taxistas do Estado de Sergipe; do deputado Adaílton Martins (PSD) o projeto que declara a “Sociedade Filarmônica Euterpe Japaratubense”, sediada em Japaratuba, Patrimônio Histórico, Cultural e Imaterial do Estado de Sergipe; já da deputada Maria Mendonça (PSDB) será apreciado o projeto que institui a campanha “Racismo em Pauta”, no âmbito do Estado de Sergipe.

 

CRÍTICAS E SUGESTÕES

habacuquevillacorte@gmail.com e habacuquevillacorte@hotmail.com

O que você está buscando?