“Superestimado”, o PT jamais cresceria tanto em Sergipe sem “união de forças”!

Habacuque, 13 de Julho, 2021

De olho na sucessão do governador Belivaldo Chagas (PSD) “chovem” especulações e diversos tipos de leituras do cenário atual. Como este colunista já colocou, semana passada, há um nítido “assanhamento” de setores petistas apostando todas as fichas no crescimento de uma pré-candidatura do ex-presidente Lula (PT) para a presidência da República. Acham que isso pode influenciar na eleição estadual em Sergipe, seja para beneficiar uma pré-candidatura de Rogério Carvalho (PT) ao governo, seja para, em forma de pressão, aumentar o poder de decisão do PT...

O problema é que o Partido dos Trabalhadores, com o passar dos anos, perdeu densidade eleitoral no Brasil, e em Sergipe não é diferente. Hoje o PT “vende” uma força que, com todo respeito, não demonstra ter nas urnas. O que há no momento, em verdade, é que alguns setores estão superestimando os petistas, talvez em respeito (ou puro saudosismo) pelo passado edificado sob a liderança do ex-governador Marcelo Déda (in memoriam). Mas, na prática, os números provam uma realidade adversa. E não precisa ir muito longe: basta tomar por base o resultado da eleição de Aracaju, no final do ano passado...

Quando apostou em dar uma “demonstração de força”, o Partido dos Trabalhadores decidiu romper a base aliada do governador Belivaldo Chagas (que apoiou a reeleição de Edvaldo Nogueira) e lançou seu ex-presidente Márcio Macedo como candidato a prefeito de Aracaju. Nas urnas, o PT obteve 25.070 votos, ficando apenas na quarta colocação na corrida eleitoral, com um detalhe a mais: em 2016, mesmo apresentando problemas de saúde e muito questionado, o então prefeito João Alves Filho (in memoriam) tentou a reeleição e teve 25.715 votos, 645 votos a mais que Márcio, com a “força” do PT...

Ainda em 2020, talvez também por conta da nova legislação eleitoral, sem coligação em Aracaju, o PT só conseguiu eleger uma vereadora, a professora Ângela Melo com 1.882 votos, que diga-se de passagem, teve mais respaldo nas urnas pela história de luta em defesa do magistério do que por ser militante do Partido dos Trabalhadores. Este colunista reforça o respeito que nutre por diversos membros da legenda, mas precisa pontuar que estão sim superestimado essa “densidade petista” em Sergipe. Talvez, o fato de ter se afastado do grupo majoritário tenha lhe custado maior representação...

Quando o ex-presidente Lula foi eleito (2002) e reeleito (2006), e quando Dilma Rousseff (PT) foi eleita pela primeira vez (2010), o cenário político em Sergipe era outro, considerando também a popularidade que Déda conquistou; e em todas essas eleições presidenciais, como também em 2014 e 2018, o PT teve sim seu protagonismo aqui no Estado, mas jamais cresceria tanto em Sergipe e no País sem “união de forças”! Lula, Dilma, Fernando Haddad e tantos não votam aqui, mas são votados, buscam apoios e alianças.

Derrotado em 2020, após romper com o agrupamento político, agora o PT volta “criando sim uma situação” para novamente dividir a base governista, querendo impor seu projeto político próprio. Não tem encontrado respaldo, não conseguiu evoluir na construção desse projeto e busca agora, desesperadamente, fixar uma pré-candidatura “de cima para baixo”! Esse tipo de “construção” jamais prosperou em Sergipe. Se querem demonstrar força, sim é legítimo e não há nada nenhum impedimento. É “abrir a porta e sair”! Só não vale “pagar de coitadinho”...

 

Veja essa!

Chega a informação de que há uma insatisfação por alguns servidores da SEJUC com a liberação das visitas íntimas nos presídios. A preocupação é com o risco de infecção da covid-19, que através dos internos, pode se proliferar dentro das unidades.

 

E essa!

Já se tem a confirmação de que os órgãos fiscalizadores estão sendo acionados neste sentido, considerando que as visitas íntimas foram liberadas sem que todos os agentes estejam completamente imunizados.

 

André Sotero

O ex-secretário de Saúde de Aracaju na gestão do prefeito Edvaldo Nogueira, o médico André Sotero, assinou sua ficha de filiação no Cidadania. A coluna não tem informações, mas é provável que ele também dispute as eleições do próximo ano pela legenda.

 

Ricardo Marques

Por sua vez, o vereador Ricardo Marques (Cidadania) passou o final de semana visitando o interior de Sergipe. Ele esteve em Maruim, Siriri, Lagarto e Riachão do Dantas. Mostrou que tem fôlego e disposição. Será que ele já projeta uma candidatura a deputado estadual?

 

Maria do Carmo I

A senadora Maria do Carmo (DEM) intercedeu junto à Caixa Econômica Federal para que Sergipe seja incluído no roteiro nacional de abertura de agências especializadas em agronegócio. Ela também pediu que que novas agências da Caixa sejam abertas nos municípios com mais de 12 mil habitantes e que haja maior contingente para atendimento, evitando aglomerações durante a pandemia.

 

Maria do Carmo II

“Muitos municípios sergipanos se beneficiarão desse serviço especializado e a Caixa, que pela primeira vez está participando do Plano Safra (2021/22), terá R$ 35 bilhões para empréstimos com juros diferenciados, especialmente voltados para financiamento de projetos de irrigação, de construção de silos e armazéns, de apoio a médios e pequenos produtores rurais, abarcando também a agricultura familiar”, explica a senadora. Essa injeção de recursos trará novos investimentos e promoverá trabalho e renda, assegurando mais desenvolvimento aos municípios sergipanos.

 

Maria do Carmo III

“Atualmente, por exemplo, o município de Socorro, que tem umas das maiores populações e PIB do Estado, possui apenas uma unidade da Caixa, na Taiçoca de Fora, para atendimento da população”, completou a senadora, que também pediu a contratação imediata dos concursados da Caixa em Sergipe, que já se encontram aptos a serem contratados e a iniciarem o trabalho de atendimento à população.

 

Benefícios para Sergipe

“Esse conjunto de medidas será fundamental e acreditamos que o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, será sensível no atendimento desses benefícios aos sergipanos, garantindo mais investimentos para a agricultura e pecuária, empregos e prestação de atendimento bancário mais compatível com as restrições sanitárias e com as necessidades da população”, aposta Maria do Carmo.

Luciano Bispo I

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Luciano Bispo (MDB), foi entrevistado no início da tarde dessa segunda-feira (12), por telefone, pela REDE XODÓ FM, quando respondeu a diversos questionamentos dos radialistas Eduardo Carvalho e Welder Ban, com destaque para o Plano de Desenvolvimento Estadual Sustentável de Sergipe (PDES) 2020-2030, uma iniciativa do Poder Legislativo em parceria com a Fundação Dom Cabral, que foi apresentado na semana passada para o Governo do Estado.

 

Luciano Bispo II

Luciano explicou que a intenção da Alese e de todos os parlamentares e técnicos do Poder Legislativo é contribuir para o desenvolvimento do Estado, auxiliando o governo atual e os que virão na geração de emprego e renda para o povo sergipano. “Nós estamos discutindo o presente e projetando o futuro. Foi pensando desta forma que a Alese, em conjunto com a Fundação Dom Cabral, construiu esse Plano de Desenvolvimento. Há o interesse de todos em ajudar, em contribuir de alguma forma com o nosso Estado”.

 

Luciano Bispo III

O presidente da Alese disse que não havia momento melhor para a apresentação desse Plano com a tendência de queda dos registros de novos infectados e mortos pela covid-19. “Os índices da pandemia começam a cair no nosso Estado e nós temos uma perspectiva de muitas dificuldades nessa retomada da economia. Como o horizonte ainda é incerto, nossos técnicos estão preocupados e nós temos que buscar respostas, os melhores meios para enfrentarmos a crise. Para isso veio esse Plano, ouvindo diversos setores da nossa economia”.

 

Vacinação

Luciano Bispo avaliou positivamente a gestão do governador Belivaldo Chagas (PSD) e dos prefeitos municipais no processo de imunização do povo sergipano contra a covid-19, mas enfatizou que houve muita demora por parte do governo federal. “Muito poderia ter sido evitado se lá atrás as coisas tivessem andado mais rápido. O Estado e os municípios estão cumprindo com suas obrigações, mas todos nós sabemos que a vacinas para chegarem depende da ação do presidente da República”.

 

Trabalhos presenciais I

O deputado também comentou sobre a volta do ensino presencial às escolas, públicas e privadas, após a vacinação de quase todos os profissionais de educação e anunciou a volta dos trabalhos presenciais no plenário da Alese, já para o próximo mês de agosto. “Ainda vamos verificar como as coisas vão proceder, vamos estudar com os nossos técnicos, mas já queremos retomar os trabalhos presencias a partir de agosto”.

 

Trabalhos presenciais II

Luciano explicou que a Casa tem tomado todas as preocupações necessárias, atendendo a todos os protocolos sanitários para a preservação dos parlamentares e dos seus servidores em geral. “Eu fiquei acometido, assim como outros colegas deputados e servidores. Todos são bem-vindos à Alese, inclusive a imprensa, mas essa retomada será feita com absoluta segurança. Aos poucos as nossas atividades vão voltando à normalidade”.

 

CRECI & GRAFITTE

Após a vitória da chapa 2 na recente eleição do Conselho Regional de Corretores de Imóveis de Sergipe, a coluna reconhece e parabeniza a Grafitte Publicidade, uma empresa com DNA sergipano que fez um grande trabalho. Com a mudança de um ciclo na instituição, fica agora a expectativa por muitas transformações na nova gestão.

 

Fabiano Oliveira I

O vereador Fabiano Oliveira (PSL) foi homenageado durante reunião da Associação Brasileira dos Promotores de Eventos - Seccional Sergipe (Abrape). A ação de reconhecimento foi do presidente da Federação Sergipana de Automobilismo, Kennedy Fonseca, pelo apoio do parlamentar na realização do 1° Campeonato Nordeste de Kart.

 

Fabiano Oliveira II

Para Fabiano, incentivar o esporte e as competições esportivas sempre será uma das prioridades do seu mandato. “Esporte que envolve a juventude, movimenta o comércio, a economia, o turismo. Nós temos muitos atletas e potencial para sediar grandes competições. Quero continuar fazendo pelo setor e ter apoiado o campeonato foi uma grande honra. Juntos sempre seremos fortes!”, comemorou.

 

Valadares Filho I

O presidente estadual do PSB, ex-deputado federal Valadares Filho, participou no final de semana de uma reunião virtual do Diretório Nacional do partido, com a presença do presidente Carlos Siqueira. Três pontos principais foram discutidos durante o encontro. O primeiro, segundo Valadares Filho, é a intensificação que o partido fará em todo o país no combate ao governo do presidente Jair Bolsonaro.

 

Valadares Filho II

“Vamos estimular a militância, os seguimentos partidários, os diretórios regionais, como também a sociedade como um todo, para combater os desmandos desse governo, que tem feito muito mal ao país.  Principalmente na gestão da pandemia, com atitudes que têm sido a grande responsável pelos dados alarmantes, com mais de 530 mil mortes”, criticou o presidente estadual. 

 

Gilson e Marival

São fortes os rumores de duas pré-candidaturas para deputado federal no interior do Estado: na região Sul o comentário é que o prefeito de Estância, Gilson Andrade (PSD), vai para a disputa; já no Centro-Sul o comentário é que o ex-prefeito de Simão Dias, Marival Santana (PSC) também estuda se lançar em 2022.

 

Laurinho

Outro nome conhecido da política sergipana que já está se movimentando para tentar construir uma pré-candidatura para deputado federal é o empresário Laurinho da Bomfim. Ele tem sido sondado por alguns partidos políticos e está avaliando a viabilidade do projeto para também apresentar seu nome.

 

Exclusiva!

A Fundação Renascer continua sendo um “poço de denúncias”! Muitas já comprovadas e até ratificadas pela Secretaria de Estado da Transparência no recente relatório da CPI. E mais denúncias estão chegando para este colunista, desta vez contra o diretor da unidade do USIP, Daniel Rodrigues de Oliveira, que vem fazendo um grande estardalhaço com o apontamento indevido de horas extras e que tem o “reconhecimento” dos beneficiados.

 

Olha a Fundação!

A informação é que outro diretor de unidade também foi bastante questionado por denunciantes, pela mesma prática, como também por outras traquinagens! Estamos checando as denúncias e em breve aqui publicaremos!

 

Olha o galeguinho!

Essa semana também tivemos a informação de uma fonte do governo, que o “galeguinho” Belivaldo Chagas está bem atento às ocorrências na Fundação. Inclusive já houve a demissão de um terceirizado, responsável pela manutenção dos prédios da Renascer e, essa semana, demitiu também a namorada do mesmo, que atuavam juntos na empresa.

 

Mais afastamentos

A fonte também informou sobre o afastamento provisório de alguns servidores da Fundação para que sejam apuradas denúncias de má conduta e suposta malversação de recursos públicos. A fonte não soube precisar os nomes, mas revelou que nada deixará de ser investigado e nem ficará impune...

 

Estão na mira!

Questionada sobre as condutas da Sra. Larissa (responsável por contratos e licitações) e a Sra. Crerlin (mãe de Larissa e responsável pelos suprimentos de fundos do órgão), ambas sob forte suspeição de algumas denúncias já conhecidas, a fonte confirmou que “nada passará despercebido e todos os envolvidos nas denúncias serão investigados por igual, sem qualquer privilégio...

 

Institutos Históricos I

Será realizado de 13 a 15 de julho o VII Congresso dos Institutos Históricos do Nordeste. O evento será aberto na próxima terça (13), a partir das 19 horas, com transmissão pela TV UFS no Youtube. O evento será aberto com exposições de Aglaé d’Ávila Fontes (Instituto Histórico e Geográfico de Sergipe); Margarida Cantarelli (Instituto Arqueológico, Histórico e Geográfico Pernambucano); e Victorino Chermont de Miranda (presidente do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro).

 

Institutos Históricos II

Além do lançamento de livros, de homenagens ao Bicentenário da Emancipação Política de Sergipe e palestras, o evento será encerrado na próxima quinta-feira (15), com a reunião dos presidentes dos Institutos Históricos do Nordeste, sob a coordenação do advogado Igor Albuquerque (Instituto Histórico e Geográfico de Sergipe).

 

Gilmar Carvalho I

O deputado Gilmar Carvalho, como não foi atendido no primeiro ofício encaminhado ao governador do Estado Belivaldo Chagas, fez novo apelo para que o chefe do Executivo receba a comissão da "Polícia Unida".

 

Gilmar Carvalho II

O parlamentar explicou que o grupo quer conversar para chegar a uma solução dentro das condições financeiras do Estado acerca do adicional de periculosidade, pleiteado pelos membros do Movimento Polícia Unida que é um direto assegurado nas Constituições Federal e Estadual. No ofício, Gilmar reforça: "Eu gostaria de participar do encontro, mas se continuar sendo proibido de participar da conversação, entenderei plenamente”.

 

Laércio Oliveira I

“Tenho trabalhado para traduzir em benefícios para a população de Sergipe os relacionamentos que tenho em Brasília”, disse o deputado federal Laércio Oliveira em entrevista para o programa de Gilmar Carvalho na Rádio Jornal FM depois que o radialista comentou a intensa agenda do parlamentar com ministros em Brasília. O radialista ainda exibiu a fala do ministro do Desenvolvimento Regional Rogério Marinho que afirmou que Laércio é protagonista das mudanças que estão ocorrendo no país nos últimos anos.

 

Laércio Oliveira II

“Estamos aqui para tratar de liberação de recursos de infraestrutura, ao lado do deputado Laércio Oliveira, que tem sido um dos nossos parceiros mais importantes na Câmara Federal. Laércio tem sido protagonista nos últimos anos nas mudanças que ocorreram no nosso país e, certamente, além de ajudar Sergipe, ele tem sido um representante eficaz do Nordeste brasileiro e tem ajudado todo o Brasil, então a ele o meu reconhecimento e o meu abraço”, disse Marinho na sua visita a Aracaju.

 

Agenda com ministros

Na semana passada, o deputado Laércio teve uma intensa agenda com ministros, a exemplo do da infraestrutura Tarcísio Freitas para tratar de assuntos referentes a transporte e logística de Sergipe. “Falamos sobre a conclusão da duplicação da BR-101 e investimentos de melhoria na BR-235 de forma a possibilitar uma maior integração de Aracaju com as regiões de Petrolina e MATOPIBA. Também foi conversado sobre a questão da concessão da Ferrovia Centro Atlântica no trecho de Sergipe e a cessão das faixas do trecho urbano de Aracaju para melhorias viárias na capital”, disse Laércio.

 

Aeroporto Santa Maria

O ministro ficou de analisar também o contrato de concessão do aeroporto Santa Maria na perspectiva de encontrar forma de concluir as obras de ampliação da pista de pouso e decolagem, bem como pista de taxiamento e teste de motores, que foram iniciadas pela INFRAERO e que estão paralisadas há alguns anos. Por fim Laércio convidou o ministro para visitar Aracaju para participar da inauguração da UNIGEL agro Sergipe (antiga FAFEN).

 

Turismo

Outra agenda foi com o ministro do Turismo Gilson Machado. O parlamentar convidou o ministro para visitar Sergipe para tratar de investimentos em infraestrutura turística do estado e o ministro aceitou o convite.  “Já ouvimos muito falar que o turismo é uma indústria sem chaminés é que tem uma capacidade incrível de gerar empregos. Sou um entusiasta dessa pauta e entendo que o maior problema do nosso estado é a falta de infraestrutura e de divulgação. Para isso, é preciso ter recursos. Logo teremos novidades sobre o assunto e vou compartilhar com vocês”, afirmou Laércio.

 

Unigel

Laércio esteve também com o ministro das Minas e Energia Bento Albuquerque que também aceitou o convite do parlamentar para visitar Sergipe. Ele vai participar da inauguração da Unigel (antiga Fafen). “Bento Albuquerque também vai testemunhar os resultados práticos das ações do governo do estado de Sergipe e as mudanças que a nova Lei do Gás já começam a promover na economia, considerando as novas perspectivas de um mercado competitivo nesse setor”, disse Laércio.

 

Lei do Gás

O parlamentar estava nessas agendas acompanhado do Superintendente da Secretaria de Indústria e Comércio de Sergipe, Marcelo Menezes que aproveitou para detalhar todas as ações empreendidas pelo governo em função da própria Lei do Gás e do desenvolvimento do Polo de Fertilizantes de Sergipe. “Acreditamos que estão sendo construídas as bases para um novo momento da economia sergipana”, concluiu Laércio.

 

CRÍTICAS E SUGESTÕES

habacuquevillacorte@gmail.com  e habacuquevillacorte@hotmail. com

O que você está buscando?