De olho na sucessão, todo mundo “joga” para conquistar vaga na majoritária

Habacuque, 10 de Agosto, 2021

A cena política em Sergipe começa a ganhar contornos “interessantes” e até surpreendentes, quando todo mundo está de olhos bem atentos para a sucessão do governador Belivaldo Chagas (PSD). É bem verdade que ainda é muito cedo, mas considerando apenas o “momento”, é natural que uma pré-candidatura governista aponte com certo favoritismo, inclusive, porque aqueles que fazem oposição não se posicionam, não dialogam, preferem esperar o “tempo certo”.

O “desenho” mais real, por enquanto, é de que o “escolhido” pelo governador seja mesmo o deputado federal Fábio Mitidieri (PSD), com o ex-deputado André Moura disputando o Senado da República. Dentro da situação, o “impasse maior” estaria na indicação do vice, que necessariamente passará pelo crivo dos líderes do agrupamento e certamente será aquele que melhor agregar. Existem especulações várias, mas esta definição não se dará por agora...

É provável que o governador cumpra com o que vem dizendo e anuncie, antes mesmo de outubro, o nome que disputará sua sucessão, dentro de um entendimento com o grupo, até para que essa pré-candidatura passe por um processo de construção nas bases, da Grande Aracaju e por todo o Estado, do litoral ao Sertão. Além de Mitidieri, Laércio Oliveira (PP) confirma que pretende disputar e o prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira (PDT), agora começou a “conspirar a seu favor”....

Todo mundo busca um “lugar ao sol”, mas na chapa majoritária não é tão ampla, são apenas três vagas (governador, vice e senador), considerando que os principais líderes dificilmente brigarão por suplências de senadores; pela oposição fala-se muito em uma pré-candidatura de Rogério Carvalho (PT), que sem ter o que oferecer para partidos e pré-candidatos, parece apostar todas as fichas no apoio de uma candidatura nacional do ex-presidente Lula. O problema para muitos é “trocar o certo pelo duvidoso”...

Segurando no limite o anúncio de uma candidatura própria, o PT tenta apenas “ganhar tempo” e continuar ocupando cargos na administração estadual; ainda na oposição fala-se também no nome do senador Alessandro Vieira (Cidadania), que aposta tudo na CPI da Covid e continua sem conseguir agregar aqui no Estado, ou melhor, sua “liderança” parece desidratar a cada dia; existe ainda um rumor sobre uma pré-candidatura do ex-prefeito Valmir de Francisquinho (PL), mas não parece real...

Ele já teve seu nome especulado para deputado estadual, deputado federal, vice e, agora, para governador. Para isso, Valmir teria que agregar partidos da base aliada e da oposição, mas, por enquanto, não demonstra essa capacidade de articulação. Como foi dito acima, ainda é cedo, todo mundo está enxergando uma possibilidade e muitos tentam emplacar seus nomes. Faz parte do jogo! Às vezes, um nome bem posto para um cargo, finda sendo escolhido para outro. Tudo é estratégia...

 

Veja essa!

Chegam informações para este colunista sobre a propagação de um novo “vírus” em Sergipe: as “rachadinhas da Fundação Renascer”! O problema que a “vacina” para o que acontece naquele órgão, só o “galeguinho” Belivaldo Chagas pode aplicar! Só que muitos servidores continuam sem entender como, após tantas denúncias já publicadas por este e outros espaços, apenas uma ou outra exoneração aconteceu e raríssimos casos de afastamentos de servidores por empresas terceirizadas!

 

E essa!

Este colunista continua recebendo várias denúncias da diretoria do Casem, uma delas que um funcionário que prestava serviço por uma empresa terceirizada e que teve seu contrato encerrado, findou sendo admitido por outra terceirizada, pelo simples fato de ser protegido do diretor, sendo que agora em uma outra função, totalmente desencontrada da que ele sempre atuou.

 

Rodrigo & Samuel

Um flagrante desrespeito à legislação e aos princípios da moralidade e transparência, sem contar a velha “honestidade” tão propagada pelo gestor maior da Fundação, que a cada dia parece perder o senso! A “cantiga” é antiga dentro da Fundação Renascer, mas a “dupla sertaneja” mais nova por lá é conhecida por Rodrigo & Samuel...

 

Show de horrores

Entramos em contato, essa semana, com uma terceirizada que prestou serviço à Fundação e a mesma preferiu não se manifestar, mas a documentação que já temos em mãos vai dar muito o que falar. Vai desde uma nota fiscal de um contrato de 2017 com descontos de restituição de valores pagos indevidamente, passando por nomeações retroativas de servidores que já vinham recebendo no mesmos períodos e desempenhado os mesmos serviços, por empresa terceirizada...

 

Está tudo lá...

Some a isto tudo a informação precisa de um ex-servidor da área administrativa/financeira, que afirma categoricamente que as afilhadas do presidente não devolveram na integralidade os recursos recebidos indevidamente a exemplo de FGTS, INSS, rescisão contratual, dentre outros, e já que se não prestaram o serviço, esses valores também deveriam ser devolvidos! Ele afirma que uma simples verificação no documento arquivado no setor competente da Fundação, demonstrará todos os fatos narrados, mesmo que a empresa terceirizada insista em negar o fornecimento do material...

 

Larissa & Crerlin

Falando em “dupla sertaneja” na Fundação, uma mais antiga e que já fez muito sucesso por lá é Larissa & Crerlin. Há quem diga por lá que, não tem coisa melhor do que escutar um de seus maiores sucessos, “Contratos irregulares e suprimento de fundos”, nas “sombras das mangueiras” nos jardins da Renascer...

 

Tem mais...

Preservando o interesse público, este colunista trará nas próximas publicações mais detalhes de “outras rachadinhas” pelas bandas da Fundação, fatos mais “interessantes” e devidamente comprovados, de indícios fortíssimos de irregularidades inadmissíveis para um órgão público. Aguardem...

 

De saída

Segundo o Diário Oficial do Estado, essa semana, o Diretor de Política de Cultura da Fundação de Cultura e Arte Aperipê de Sergipe (Funcap/SE), Fredson Santos Santana, foi exonerado do cargo. Ele era o “número 2” da Fundação, ligado à presidente Conceição Vieira, que não teria sido consultada sobre a mudança.

                            

Yuri na Funcap

Para a função, segundo o mesmo Diário Oficial, quem findou sendo nomeado foi Yuri Batista Rocha, que seria uma indicação do vereador de Aracaju, Fabiano Oliveira, ex-secretário de Estado da Cultura e Turismo. Devagarzinho o PT vai perdendo espaços na gestão estadual...

 

Exclusiva!

Pode vir à tona, a qualquer momento, uma denúncia relacionada a suposta ocultação de pagamentos a fornecedores por um conhecido órgão público em Sergipe. A informação é que o Ministério Público Federal já teria levantamento feito no Portal da Transparência e teria encontrado indícios de “maquiagem”. Chama a atenção pelo volume de dinheiro que o órgão movimenta por mês. É aguardar...

 

Falando em investigação...

A gestão de Itabaianinha continua sem absorver as consequências de um órgão cumpridor da exigência das boas práticas com recursos públicos, na porta da prefeitura, logo ao amanhecer. Sabedor que os órgãos de controle não brincam em serviço, o gestor parece pensar que está “mexendo com criança”, lançando pré-candidaturas para cargos legislativos, desrespeitando as práticas recomendáveis para a utilização do dinheiro do povo. Em breve poderá entrar em “maus lençóis”! Quem avisa...

 

Bomba!

Outra que vai dar muito o que falar: chega a informação que a diretoria do Banese estaria preparando a venda de sua corretora de seguros, apesar de se tratar de um patrimônio da CASSE, Caixa de Assistência dos funcionários do banco. Há quem diga que os servidores não vão silenciar e pretendem questionar a venda judicialmente. Será que o “comprador” ficará satisfeito?

 

Dores em Dores...

O grau de insatisfação da população de Nossa Senhora das Dores com a atual gestão parece sair do controle. Há quem já esteja arrependido após alguns meses da nova administração, que reconhece a gestão anterior como “um inferno”, mas que já não tem argumentos para classificar o atual prefeito. Os rumores são de desorganização, descumprimento, prepotência e desatenção com todos que fazem a gestão. As críticas já circulam por todo Estado, com comentários negativos “brotando” e já há quem aposte que, do que jeito que se comporta, o gestor não termina o mandato. É mole?

 

Alese I

Em conformidade ao Ato da Presidência de nº 19.891/2021, a Assembleia Legislativa de Sergipe suspende o emprego do Sistema de Deliberação Remota (SDR/Alese) e, já a partir desta terça-feira (10), retoma as Sessões Ordinárias, de forma presencial, diante da redução dos registros de novo infectados e/ou óbitos pelo novo coronavírus (covid-19) em todo o território sergipano.

 

Alese II

Apesar de atuar em ambiente virtual, desde o início da pandemia, em março de 2020, em momento algum a Assembleia Legislativa suspendeu suas atividades e deixou de representar o povo sergipano. Foram realizadas sessões extraordinárias com a apreciação e votação de inúmeros projetos de lei, com destaque para a LDO (que estabelece as diretrizes do Orçamento do Estado), além de uma série de propostas, tanto do Executivo quanto dos próprios parlamentares relacionados ao enfrentamento da covid-19.

 

Igor Albuquerque I

O Subsecretário-Geral da Mesa Diretora, Igor Albuquerque, explica que, apesar da retomada das sessões presenciais, os procedimentos e regras para fins de prevenção à infecção e à propagação do vírus covid-19 continuam vigentes. “Conforme a Resolução nº 19/2021, as regras de prevenção continuam vigentes, com a obrigatoriedade do uso de álcool em gel e de máscaras, como de manter o distanciamento social, de acordo com a Lei Estadual 8.677/2020”.

 

Igor Albuquerque II

As Sessões Plenárias passarão a ocorrer de forma presencial, às terças-feiras, quartas-feiras e quintas-feiras, observadas as demais normas regimentais, continuando o acesso ao Plenário “Deputado Pedro Barreto de Andrade” restrito aos Deputados Estaduais e aos servidores da Secretaria-Geral da Mesa Diretora. Igor Albuquerque lembrou que as reuniões das Comissões também deverão ocorrer de forma presencial, aplicando-se o acesso à Sala “Deputado Guido Azevedo” as mesmas restrições de acesso ao Plenário.

 

Seguem suspensos

Permanece suspensa a realização de eventos coletivos não diretamente relacionados às atividades legislativas nas dependências do Poder Legislativo Estadual, abrangendo Sessões Especiais, audiências públicas e eventos de frentes parlamentares, ocorrendo a outorga das honrarias concedidas pela Alese em solenidade específica.

 

Olha o DEM

Na manhã dessa segunda-feira (9), na sede do partido Democratas, o Presidente Estadual do DEM, José Carlos Machado participou de uma reunião com o ex-deputado estadual por um mandato e ex-deputado federal por dois mandatos, Jorge Alberto, sobre a sua filiação no Democratas. 

 

José Carlos Machado

“Praticamente acertada a sua filiação e por sugestão minha será concretizada em ato com a presença da senadora Maria do Carmo que abonará a ficha de filiação. Não tenho dúvida que Jorge Alberto chega para somar, pois além de uma brilhante carreira política é possuidor de uma extraordinária disposição para a prática da política partidária”, destaca Machado.

 

Jorge Alberto

Jorge Alberto de pronto colocou o seu nome a disposição do partido, para disputar as eleições para o cargo majoritário (governador). “Recentemente ele esteve com a senadora Maria do Carmo, onde conversaram sobre essa possibilidade e recebeu por parte dela, incentivos. Lembro que dentro do partido já existem bons nomes, a exemplo de Georlize Teles, Zé Franco, Luciano Nascimento, dentre outros, onde não exclui meu nome”. 

 

Olho em 2022

Machado também informou que o DEM em Sergipe passa, atualmente, por um processo de reestruturação já com foco no processo eleitoral de 2022.  “Intensificar as conversas, buscando o fortalecimento do partido, com a formação de um grupo para concretização de uma chapa majoritária com a participação do DEM e também para as chapas proporcionais, deputados estaduais e federais. A formação desse grupo de partidos é fundamental para o alcance dos nossos objetivos”. 

 

Recuperar prestígio

Por fim, Machado comunica que o DEM em Sergipe não tem compromisso com nenhum outro partido seja de situação ou oposição ao governo do estado e prefeitura municipal. “O ACM Neto tem um discurso muito claro: ele acha que está na hora de recuperar o prestígio dos democratas, sobretudo no Nordeste”, ponderou. Estiveram presentes, o ex-deputado estadual Luciano Nascimento e o advogado Djenal Queiroz.

 

Eduardo Amorim I

Em entrevista ao radialista Gilmar Carvalho, na Rádio Jornal FM, o presidente do PSDB Sergipe, o médico e ex-senador Eduardo Amorim, confirmou o diálogo permanente com membros da oposição em Sergipe para a construção de um projeto político para 2022, entre eles, o ex-prefeito Valmir de Francisqinho (PL), a vereadora Emília Correia (Patriota) e a delegada Danielle Garcia (Podemos).

 

Eduardo Amorim II

“Os homens e mulheres de bem têm o dever de lutar para mudar Sergipe. Ainda não há nada definido, mas estamos sim construindo e buscando juntar pessoas que fazem oposição ao atual governo de Sergipe, que há muito tempo aí está. Estamos conversando para apresentar um projeto novo, com nomes que tenham disposição para fazer muito melhor por nosso Estado, que tem uma série de carências, especialmente na saúde”, afirmou Eduardo Amorim.

 

Acorda, Bira!

Há muita boa vontade por parte do governador Belivaldo Chagas em assinar ordens de serviço para a recuperação de rodovias estaduais. Mas alguns serviços realizados já apresentam problemas e precisam de reparos. O deputado estadual Georgeo Passos (Cidadania) tem apontado uma série de buracos em trechos que foram recuperados recentemente. O galeguinho faz a parte dele, mas o secretário Bira não ajuda...

 

Olha o CIC

O Governo do Estado de Sergipe realizou a assinatura de contrato de concessão do Centro de Convenções AM Malls, antigo CIC. A gestão passará a ser comandada pela empresa AM Malls que, a partir de agora, será responsável pela modernização, exploração, operação e manutenção do equipamento pelos próximos 25 anos. A empresa deve investir cerca de R$ 9 milhões.

 

Turismo
O objetivo do espaço é contribuir para o desenvolvimento do turismo de negócios e serviços da capital. O Centro de Convenções AM Malls possui 14,1 mil metros quadrados de área construída e 23,2 mil metros quadrados de área total. O novo espaço será o principal ponto para a realização de eventos públicos e privados, feiras nacionais e locais, shows, eventos particulares, formaturas entre outras ações na área de entretenimento e negócios.  A intervenção possibilitará, ainda, que o espaço seja um dos mais modernos do Nordeste.

 

Givaldo Ricardo

Para o secretário de comunicação do Governo do Estado de Sergipe, Givaldo Ricardo, a empresa AM Malls vem pensando no futuro. “É um novo momento, principalmente para o setor de turismo, negócios e eventos. Tenho certeza que quando iniciar o seu funcionamento irá movimentar também a rede hoteleira e restaurantes, como também vai proporcionar mais emprego e renda para nosso Estado”, pontua.

 

AM Malls

Conforme o projeto, a empresa AM Malls assumirá a conclusão do restante da atual obra, além de equipar e mobiliar o Centro de Convenções. O investimento será direcionado, dentre outros, à mobília e tecnologia, a exemplo de poltronas, cadeiras, mesas, sistema audiovisual e sistema de tecnologia WEB para operar o equipamento; padronização com divisórias acústicas retráteis para ampliação do número de auditórios; implantação de toda a comunicação visual do equipamento, com letreiros, sinalização em geral; assim como sistema de refrigeração, incluindo cortinas de ar, para atender todo o complexo e implantação de escada rolante, plataforma elevatória de acessibilidade, elevadores de carga e passageiros (panorâmico).

 

Ampliação
Após reforma, o Centro de Convenções de Sergipe, passa a ter capacidade para 6,5 mil pessoas no Pavilhão de Exposição e aproximadamente 10 mil ao total, além de cerca de 16,3 mil metros quadrados de área construída e 23,2 mil metros quadrados de área total. A entrega da obra completa está prevista para 2022, mas o Centro de Convenções AM Malls criou um site onde os lojistas, empresários e pessoas interessadas em alugar o espaço, possam realizar um cadastro. 

 

Valadares Filho I

Para o presidente estadual do PSB, Valadares Filho, a inauguração do CIC é uma vitória para o setor econômico sergipano, especialmente para o turismo, que foi duramente atingido com as restrições implementadas para conter o avanço da pandemia. “Enquanto deputado federal e presidente da Comissão de Turismo da Câmara Federal, consegui viabilizar R$ 20 milhões para obra, e acompanhei de perto o andamento dos trabalhos de modernização e ampliação do Centro de Convenções. Foram diversas reuniões e idas ao Ministério do Turismo, que garantiram a capacitação de recursos e possibilitaram a revitalização deste espaço de eventos", destaca Valadares Filho.

 

Valadares Filho II

De acordo com ele, o Centro de Convenções será importante para impulsionar o retorno das atividades do setor turístico em Sergipe. O presidente do PSB, espera compromisso e seriedade da empresa que irá administrar o local pelos próximos 25 anos. “Tenho orgulho de ter contribuído com este projeto e espero que o nosso Centro de Convenções possa fortalecer o processo de retomada do setor turístico em Sergipe. Mas para que isso aconteça, é preciso uma gestão eficiente e profissional. Que dialogue e trabalhe em parceria como todo trade turístico. Que seja capaz de transformar o local em um instrumento viável para atração de eventos e a movimentação de vários outros setores que sobrevivem do turismo, gerando renda, emprego e dignidade para a nossa gente", afirma Valadares Filho. 

 

CRÍTICAS E SUGESTÕES

habacuquevillacorte@gmail.com  e habacuquevillacorte@hotmail. com

 

O que você está buscando?