Após “fiasco” de sábado, oposição reconhece que não há clima para impeachment!

Habacuque, 05 de Outubro, 2021

Configurado o “fiasco” dos atos promovidos no último sábado (2), em vários Estados brasileiros, pelos partidos e principais líderes políticos que fazem oposição ao governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), eis que a “grande mídia” parece ter “acusado o golpe” e já reconhece que não há clima para a instalação de um processo de impeachment do chefe do Executivo nacional. Já iniciamos Outubro, o Congresso entra em recesso em dezembro e já vamos entrar em um ano eleitoral, sem coligações para proporcionais, diga-se de passagem.

Após o estouro dos fogos do réveillon, o “foco” dos deputados federais será a “janela partidária” prevista para o mês de Março, quando devem ocorrer inúmeras mudanças de legendas, onde cada parlamentar vai calcular onde terá mais chances de se reeleger. E, logo em seguida, se iniciam as discussões, em cada Estado, para a formação das chapas majoritárias, ou seja, a maioria não vai querer ficar em Brasília (DF) em um acirrado confronto, entre bolsonaristas e petistas para tratar de um demorado e desgastante processo de impeachment.

Faltando menos de um ano para a eleição presidencial, todas as pesquisas de intenção que estão sendo divulgadas apontam para um desgaste do presidente da República, mas na prática, quem mais mobiliza a população por onde passa é Jair Bolsonaro. O MBL tentou organizar um ato nacional e passou por um verdadeiro vexame; foi condenado duramente até pela Esquerda. O que mais chamou a atenção no ato foi a “simpatia” do senador por Sergipe, Alessandro Vieira (Cidadania), e o “saltitante” governador João Dória (PSDB). Uma “lástima” do ponto de vista de mobilização social...

Agora a Esquerda se reuniu, convidou o PSDB, o PDT de Ciro Gomes e outros partidos de Centro e tentaram formalizar um grande ato contra o governo federal e a favor do impeachment do presidente. Faltou “combinar com os russos”! Diferente dos atos registrados no último 7 de setembro, com grandes aglomerações em todo o País, os protestos de sábado se consolidaram em um grande “fiasco”, tanto que o ex-presidente Lula preferiu se poupar desse desgaste desnecessário e nem foi às ruas. Pior: houve até confronto entre militantes do PT e do PDT...

A leitura que os líderes dos movimentos fizeram do sábado é que, em sua maioria, quem foi às ruas já é filiado ou milita com a Esquerda e/ou vota com o PT. A “grande massa” não aderiu à convocação e alguns partidos ascenderam a “luz amarela”! Para alguns, talvez o presidente Bolsonaro não esteja tão “desgastado” e “inviabilizado” com a “grande mídia” propaga! Lula e Gleise (Hoffmann) agora tentam “alinhar” o discurso petista e “esfriaram” o grito pelo impeachment. Em entrevista, João Dória (PASMEM) já reconhece que não há clima para a cassação do presidente...

Mais esperto, Ciro Gomes falou em “trégua de Natal” e o ex-prefeito de Salvador (BA) e presidente nacional do DEM, ACM Neto, foi tão enfático quanto Dória: “Não há clima para impeachment”! Isso pode ser um recuo estratégico da oposição, mas também não se nega que o presidente Jair Bolsonaro se fortalece! Uma reeleição que parecia “impossível” para muita gente, hoje já não seria tão “distante”! Hoje os bolsonaristas celebram nas redes a “instabilidade da oposição”! É a política “mudando como as nuvens”, como bem dizia o saudoso Magalhães Pinto...

 

Veja essa!

Aliados do presidente Bolsonaro ocuparam as redes sociais para zombar dos protestos realizados pela Esquerda e partidos de Centro no último sábado (2), em vários Estados brasileiros. Havia uma grande expectativa dos organizadores para alavancar um movimento favorável ao impeachment. Não deu certo...

 

E essa!

Nas redes sociais os aliados do presidente provocaram dizendo: “nunca vi uma mobilização tão consciente e cheia de distanciamento social”; “mandaram o fique em casa e a população decidiu obedecer”; “o fiasco foi tão grande que PT e PDT entraram em confronto para alguém sair ganhando em algo nesse sábado”...

 

E o Lula?

Como perguntar não ofende, onde está o “líder nas pesquisas”, o ex-presidente Lula? Por que ele não vem para as ruas? Por que não participa dos movimentos? Na avaliação deste colunista está cada vez mais claro que o próprio Lula já percebeu e reconhece que Bolsonaro continua com uma base sólida e que, desarrumada, a oposição vai continuar passando por esses “vexames” de baixa mobilização.

 

Pode evaporar...

E, se estiver presente, o líder petista poderá ver “evaporar” os apoios que, até então, estão consolidados e concentrados em seu nome. Para a leitura geral, Lula é o único nome hoje em condições de fazer frente ao presidente da República em uma disputa direta pelo comando do País. Enquanto ele evita as ruas, o presidente Jair Bolsonaro segue mobilizando multidões por onde passa...

 

Qual o perfil?

Na entrevista que concedeu na “live do Desembuxa”, o ex-governador Jackson Barreto foi questionado sobre o perfil do candidato a governador do grupo liderado por Belivaldo Chagas e ele disse que “tem que ser um cara do bem, que conheça bem o Estado e que se relacione bem com os seus companheiros, além de que atenda aos interesses da sociedade”.

 

Edvaldo fora?

Ainda em sua resposta, Jackson Barreto, indiretamente, descarta uma pré-candidatura do prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira (PDT). “(o candidato) tem que ter o respaldo popular, mas tem que ter uma aliança com um agrupamento político forte e capaz de dar sustentação ao seu projeto, que seja desprendido do relacionamento com as pessoas e que seja alguém que se possa confiar, e que também inspire confiança na população”. Para este colunista, pelo perfil desenhado por JB, este nome não é Edvaldo...

 

Jackson e Laércio

Depois da decisão do STF que pode resultar na perda dos direitos políticos do ex-deputado federal André Moura, na base governista é inegável a movimentação de Jackson Barreto e do deputado federal Laércio Oliveira (PP), que estão de olho nessa candidatura ao Senado. Até setores do PT, que não simpatizam com Rogério Carvalho para o governo, não descartam essa possibilidade...

 

Bomba!

Diante de tudo o que ouviu nos bastidores do mundo político nos últimos dias, este colunista faz duas “previsões”, assumindo o risco de errar, mas apostando alto no acerto: se conseguir ser absolvido no julgamento, o indicado será André Moura. Se não tiver êxito, pode surgir um novo “nome”, que não seria nem JB e nem Laércio, para concorrer ao Senado pela situação...

 

Exclusiva!

Tem muita gente fazendo análise e avaliação política em Sergipe sem colocar todas as “pedras no tabuleiro”, sem usar todas as “cartas do baralho”. A política muda “como as nuvens”, e entre um dia e outro sempre há uma noite recheada de conchavos e reflexões. É um “jogo de paciência” onde quem geralmente vence, nem sempre é quem “faz mais barulho”...

 

Sobre André!

Na coletiva que concedeu à imprensa, nessa segunda-feira (4), ao lado de seus familiares, amigos e advogados, o ex-deputado federal André Moura ratificou seu respeito ao STF, mas reforçou sua inocência e garantiu que mantém o mesmo projeto político e que não está fora da disputa eleitoral de 2022.

 

Não era ordenador

André explicou que todas as suas contas, enquanto gestor público, foram aprovadas e que está sendo condenado por algo sem sequer ter sido ordenador de despesas. A assessoria jurídica de Moura garante que já tem recursos prontos que serão interpostos no STF, no momento certo, e quando a discussão sobre o processo for retomada na Suprema Corte.

 

Muita articulação

Este colunista não vai declinar nomes porque não tem as provas, por enquanto, mas nos bastidores do mundo político são fortes os rumores de que muita gente está “operando” em BSB para tentar interferir nesse julgamento de André Moura. Existem muitos interesses em jogo e todo mundo quer ter o direito de disputar esta vaga. Às vezes, algumas coisas não acontecem por acaso...

 

TCE I

O procurador-geral do Ministério Público de Contas (MPC), Luis Alberto Meneses, foi indicado pelo governador Belivaldo Chagas para ocupar a vaga no colegiado do Tribunal de Contas do Estado (TCE/SE), decorrente da aposentadoria do conselheiro Carlos Alberto Sobral. A definição ocorreu nessa segunda-feira (4), após o conselheiro presidente, Luiz Augusto Ribeiro, entregar ao governador a lista tríplice composta por membros do parquet de Contas. 

 

TCE II

Agora, a escolha será submetida à Assembleia Legislativa (Alese), onde haverá avaliação dos deputados estaduais por meio de sabatina. Após esta etapa e a votação na Alese, o novo conselheiro será nomeado pelo governador e empossado pelo presidente do TCE. Além de Luis Alberto, também integram a lista os procuradores João Augusto Bandeira de Mello e Eduardo Rolemberg Côrtes.

 

Luis Alberto indicado

Conforme dispositivo constitucional, entre as sete vagas de conselheiro, três devem ser indicadas pelo governador do Estado, com aprovação da Assembleia Legislativa, sendo duas delas entre conselheiros substitutos e membros do MPC. “Desde que a Constituição reservou a vaga destinada especificamente ao Ministério Público de Contas, pela primeira vez teremos no TCE de Sergipe um conselheiro oriundo da carreira dos Procuradores do Ministério Público que atua junto aos Tribunais de Contas”, concluiu o conselheiro Luiz Augusto.

 

Tudo como antes...

Quem frequenta as feiras livres em Sergipe percebe que, tanto na capital, quanto no interior, a sensação é que a exigência do Ministério Público Estadual pelo condicionamento de carnes em freezers ficou só no papel. O descumprimento é nítido por onde se passa...

 

Nada mudou...

As mazelas neste sentido chegam a impressionar, inclusive, em algumas feiras da capital que são “particulares”. E o que chama atenção é que não existe qualquer controle ou fiscalização. O descumprimento é nítido. Nas próximas colunas vamos trazer outros detalhes que podem sinalizar para possíveis “favorecimentos”...

 

Casa caindo I

Segundo consta no Diário Oficial do Estado, o presidente da Fundação Renascer, Wellington Mangueira, foi exonerado da função de membro titular do Conselho Deliberativo do Instituto de Previdência dos Servidores do Estado (SergipePrevidência). Pelo visto o “galeguinho” está começando a montar o “quebra-cabeças”. Demorou um pouco, é verdade, mas a verdade sempre prevalece...

 

Casa caindo II

Talvez a “casa” de Wellington Mangueira esteja “caindo” perante o governo do Estado. O velho prestígio e o bom histórico estão “perdendo forças”, ainda mais diante das inúmeras denúncias já feitas por este colunista, desde meados de 2020, apontando indícios de irregularidades e “coisas estranhas” dentro da Fundação Renascer...

 

Chegou para resolver!

Talvez o “galeguinho” Belivaldo Chagas fez valer a “máxima” de 2018, e começou a “resolver”, com uma “limpeza” mais do que necessária que precisa ocorrer dentro da Fundação Renascer. Não é uma “dupla sertaneja”, mas Larissa (responsável por contratos e licitações) e Crerlin (mãe de Larissa e responsável pelos suprimentos de fundos do órgão) são velhas conhecidas por lá...

 

Armando, Rolando e Lero...

Já denunciadas aqui por muitas coisas, inclusive pelo fato de terem sido nomeadas retroativamente em cargo de comissão, quando já recebiam para exercerem as mesmas funções através de uma terceirizada que presta serviços à Fundação. Um ex-servidor da Fundação explica: “é uma Armando, a outra Rolando, e o presidente só no lero-lero”. Uma verdadeira “Escolinha”...

 

Governo já sabe!

Não custa lembrar a CPI realizada pela equipe do secretário de Transparência, Alexandre Figueiredo, na Fundação Renascer, que constatou imperícia em Pregão Eletrônico quando não incluiu periculosidade e insalubridade e o benefício social, mas depois a empresa vencedora conseguiu um aditivo no valor original do contrato e retroativo. Justamente no setor de Larissa...

 

 

Gustinho Ribeiro I

O deputado federal Gustinho Ribeiro anunciou que no próximo mês de novembro será realizado um leilão beneficente no Parque das Palmeiras, em Lagarto, com toda renda revertida para o Hospital de Amor de Lagarto. Os últimos acertos foram realizados durante leilão realizado no haras do cantor Mano Walter, que também participou do evento.

 

Gustinho Ribeiro II

O deputado Gustinho Ribeiro; o empresário Jonatas Dantas, vice-presidente da Associação Brasileira de Criadores de Cavalo Quarto de Milha, que representou o presidente Caco Auricchio; e o presidente do Hospital de Amor de Barretos, Henrique Prata; já estão se mobilizando para a organização do leilão. 

 

Gustinho Ribeiro III

“Vários criadores do País inteiro já doaram animais para o leilão que será realizado na última semana de novembro. Será um evento muito importante para a obra do hospital e muito significativo para a nossa cidade também”, afirmou Gustinho Ribeiro, acrescentando que “este é um momento muito importante para a cidade de Lagarto. O mundo da vaquejada produzindo solidariedade, amor e atenção para os que mais precisam”. A prefeita de Lagarto, Hilda Ribeiro; o empresário e proprietário do Parque das Palmeiras, Geraldo Magela; o deputado federal Juscelino Filho (DEM-MA); e outras autoridades compareceram ao evento.

 

Câncer de mama

Uma pesquisa elaborada pela Coordenação de Prevenção e Vigilância (Conprev), do Instituto Nacional do Câncer (Inca), revelou que cerca de 13% dos casos de câncer de mama, registrados no ano passado, poderiam ser evitados se as pacientes tivessem reduzido os fatores de risco relacionados ao estilo de vida, em especial, no que diz respeito à prática de atividade física. O estudo mostra, ainda, que com isso haveria uma economia da ordem de R$ 100 milhões no Sistema Único de Saúde (SUS).

 

Maria Mendonça

“O Inca prevê uma média de 66 mil novos casos para este ano e, já sabendo que parte deles pode ser evitada, precisamos reforçar a conscientização sobre a importância da se praticar atividades físicas, manter um peso corporal adequado, evitar bebidas alcoólicas, cigarro, dentre outras coisas que são importantes nesse processo de adoção de hábitos e comportamentos mais saudáveis”, disse a deputada Maria Mendonça, ao destacar a importância do Outubro Rosa, campanha dedicada à conscientização e prevenção do câncer de mama, que este ano traz como mote “Eu cuido da minha saúde todos os dias. E você?”.

 

Emília Corrêa I

Realizando fiscalizações semanalmente, em diversos bairros da capital, a vereadora Emília Corrêa (Patriota), tem visto e, ouvido, os principais anseios dos aracajuanos (as). Uma das visitas mais recentes, feita ao bairro Aloque, foi o assunto abordado em discurso no Legislativo Municipal.

 

Emília Corrêa II

“Se diz cidade Humana e Inteligente, mas não cuida do básico. É cuidando do básico, que isso seria consequência. Essas obras de encher os olhos, estruturantes como eles falam, não vai interferir diretamente na vida daqueles moradores do Aloque, por exemplo, que estão sem saneamento básico. Isso não sou eu quem digo, é a própria população, fui apenas constatar”, criticou Emília. Através de imagens e relatos de moradores da comunidade, a vereadora mostrou uma das queixas, com relação ao Posto de Saúde Irmã Caridade.

 

Emília Corrêa III

“O posto só tem um Clínico Geral, que atende uma vez por semana e pronto. Está praticamente abandonado. Se os moradores precisarem de qualquer outro atendimento, devem se deslocar. Além do transtorno, precisam de recursos. O prédio do posto é bem espaçoso, poderia perfeitamente ter outras opções de atendimentos, ou, no mínimo, ser melhor utilizado de maneira educativa, com oferta de cursos para as mulheres, mães, idosos ou até para os adolescentes que se tornam pais cedo. Isso é básico. É dignidade. Mas o que tem tido prioridade mesmo são as obras intermináveis e seus aditivos”, declarou.

 

Ordem do Mérito

O Conselho Regional de Farmácia de Sergipe (CRF/SE) recebeu nessa segunda-feira (4), a Medalha de Ordem do Mérito Parlamentar, a maior honraria concedida pelo Poder Legislativo. A solenidade ocorreu na sala da presidência da Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese) com participação limitada, atendendo as restrições sanitárias do momento.

 

Georgeo Passos

A concessão da medalha foi uma propositura do deputado estadual Georgeo Passos, aprovada pelo Conselho da Ordem do Mérito Parlamentar do Poder Legislativo. “Reconhecemos a importância do CRF/SE como fundamental para a proteção e manutenção dos benefícios e direitos dos profissionais do ramo da farmácia, além de garantir que os serviços farmacêuticos sejam prestados à sociedade por profissionais devidamente habilitados. São 59 anos de dedicação do CRF/SE para sua categoria e para a sociedade. Precisamos homenagear uma entidade que fez diferença também durante a pandemia”, comenta o parlamentar.

 

Marcos Rios I

O presidente do CRF/SE, Marcos Rios, ressaltou que os farmacêuticos estiveram trabalhando durante toda a pandemia. “Foi o momento dos farmacêuticos se apresentarem para a sociedade. Ainda que vestidos de equipamentos de proteção individual, que cobriam seus sorrisos, a fim de garantir sua saúde e dos pacientes, estiveram a todo momento nos laboratórios de análises clínicas, nos hospitais e farmácias. Que se frise que as farmácias não fecharam suas portas e seus farmacêuticos podem se orgulhar de que estivemos lado a lado. Tivemos a postura do exemplo”, diz.

 

Marcos Rios II

E acrescentou agradecendo a homenagem em nome de todo o CRF/SE e farmacêuticos do Estado. “É um reconhecimento da Assembleia Legislativa pelo trabalho que a gente vem realizando ao longo destes dois mandatos do CRF/SE. É uma honraria em alta distinção e fico feliz por ser agraciado em nome de todos que fazem a instituição. Compartilho este mérito com todos os farmacêuticos, que me confiaram como presidente. Mantivemos nosso inquebrantável e intransigente compromisso de defender a farmácia e o farmacêutico, bem como o de lutar para garantias de direito”, afirmou Marcos Rios.

 

Gracinha Garcez I

A deputada estadual Gracinha Garcez (PSD) anunciou que apoia e irá votar favorável ao Projeto de Lei que cria o programa Sergipe Acolhe em benefício de crianças e adolescentes órfãos, que perderam pai e mãe ou responsável, em decorrência da Covid-19. O projeto, de autoria do Governo de Sergipe, é uma nova vertente do Cartão Mais Inclusão (CMAIS) e já foi enviado à Assembleia Legislativa para apreciação e votação dos parlamentares. 

 

Gracinha Garcez II

“É um projeto muito importante, que vem com uma proposta de ações integradas para identificar, acolher e amparar os jovens vítimas da tragédia de perder seus responsáveis.Não tem dinheiro que diminua o sofrimento da perda deles, mas se o Governo de Sergipe está se propondo a ajudar a amenizar as dificuldades financeiras dessas famílias, acredito que é nossa responsabilidade somar forças, por isso eu apoio e já adianto que podem contar com meu voto favorável ao Projeto de Lei”, frisou Gracinha.

 

Gracinha Garcez III

O “Sergipe Acolhe”, se aprovado, deverá disponibilizar o pagamento mensal de um auxílio de R$ 500,00 para cada um dos jovens órfãos até o alcance da maioridade civil. Os recursos são do Fundo de Combate e Erradicação da Pobreza (Funcep), que é gerido pela Secretaria de Estado da Inclusão e Assistência Social (Seias). Será criada uma comissão gestora para identificar essas crianças e adolescentes, a partir de um trabalho em parceria com o Poder Judiciário. 

 

Lançamento de Livro

Mestre em Direito Econômico e Socioambiental e com mais de 30 anos de atuação na área dos direitos sociais, além de especialização em Direito Processual Civil e experiência em Direito do Trabalho, José Alvino dos Santos, lança nesta quarta-feira (6), a partir das 17h30, na Livraria Escariz da Av. Jorge Amado, bairro Jardins, em Aracaju, o livro “Desoneração Tributária das Relações de Trabalho”. Atualmente ele é Professor de Direito na Universidade Federal de Sergipe.

 

Festa de Aparecida I

O mês de outubro é sinônimo de Festa para milhares de devotos sergipanos da cidade de Nossa Senhora Aparecida, título da mãe de Jesus venerado em todo país e reconhecida como rainha e padroeira da nação. A cidade localizada no interior sergipano que em tempos sem pandemia recebe milhares de romeiros todos os anos, se prepara para celebrar a festa sem o grande número de pessoas de todos os anos.

 

Festa de Aparecida II

“A pandemia nos privou da grande Romaria no ano passado e neste ano. No entanto, como filhos e peregrinos da Mãe Aparecida, cumprindo todos os protocolos estabelecido pelas organizações de saúde, celebraremos os 12 dias de festa até o 12 de outubro para que os devotos possam agradecer tantas graças alcançadas nestes difíceis períodos dos últimos dois anos”, informa o Padre Felipe Serafim, Missionário Redentorista e pároco do município.

 

Festa de Aparecida III

Com o tema proposto pela Igreja “Mãe Aparecida, rogai por nós e abençoai nossas famílias”, a cidade já entrou no clima da festa  desde as primeiras horas do dia 1º de outubro, com a alvorada festiva, quando também ocorreu uma Missa e Adoração, tendo sequência no dia 2, com um momento Mariano. Entre os dias 3 e 11, as celebrações ocorrerão ao meio-dia, com adoração ao Santíssimo Sacramento e às 19h com Missas que serão celebradas por Padres de toda a Arquidiocese de Aracaju e Missionários Redentoristas.

 

Dia 12 será festivo

O dia festivo de 12 de outubro, feriado nacional, tradicionalmente atraí, desde às suas primeiras horas, uma verdadeira multidão que toma conta da Rodovia que liga ao município vizinho de Ribeirópolis. Por conta da pandemia, a programação contará com sete missas que começam já na madrugada, para atender o público que queira participar de celebrações com segurança. Às 0h, 5h, 6h, 8h e 12h o pároco e vigários se dividirão nas celebrações, às 10h o município receberá a presença do arcebispo metropolitano de Aracaju, Dom João José Costa, já às 17h, o bispo da Diocese de Pesqueira – PE, Dom José Luiz Ferreira Salles, estará na cidade para o encerramento da festa.

 

Festa gera empregos

Quem também pensa em toda logística do evento, que é o maior do calendário do município é a Prefeitura Municipal. Para a prefeita, Jeane da Farmácia, “a festa é a que atraí o maior número de pessoas no calendário festivo do município, o que gera muitos empregos todos os anos e faz a cidade receber romeiros de Sergipe, além fronteiras. Incentivar a Festa e auxiliar a Igreja para que tudo saia da melhor forma é algo que eu já fazia antes de chegar no cargo de prefeita e hoje, enquanto Prefeita, sei que todo incentivo é também investimento no nosso turismo.” 

 

“Renato Russo – Uma Celebração”

O show “Renato Russo – Uma Celebração” é um espetáculo musical em homenagem a um dos maiores ícones do rock brasileiro, em celebração à memória do artista, que morreu há 25 anos, em 11 de outubro de 1996. Suas composições retratam os anseios, angústias, amores e valores de toda uma geração, de forma tão apaixonante que permanecem no cenário musical e no imaginário social do país, por sua pungência e profundidade.

 

Banda Vértice

O show apresenta os maiores sucessos que o Renato Russo cantou em sua trajetória musical, tanto na inesquecível Legião Urbana quanto em sua fase solo. Em cena, a banda Vértice executa respeitosamente diversas canções, com um imenso aparato ornamental de luzes e efeitos, que vão dar ao público o prazer de vivenciar os anos de ouro do rock nacional, através do olhar sensível e enérgico deste inesquecível poeta que até hoje emociona multidões.

 

Ingressos

O Show “Renato Russo – Uma Celebração” será dia 11 de outubro, a partir das 21 horas, no Teatro Atheneu. Os ingressos estão à venda na Litoral 655 (Rua Laranjeiras -Centro), HITZ (Shopping Jardins), Bilheteria do Teatro (A partir das 13:00hs) e no Vendas On-Line: www.guicheweb.com.br. Informações: (79) 99939-7457/(79) 98800-0241

 

CRÍTICAS E SUGESTÕES

habacuquevillacorte@gmail.com  e habacuquevillacorte@hotmail. com

O que você está buscando?